O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
 
John Robert Cocker, " Joe Cocker " nasceu a 20 de maio de 1944. Ele começou a sua carreira musical na cidade natal em Inglaterra, aos quinze anos de idade: a sua primeira banda foram os Avengers (sob o nome artístico de Vance Arnold).
 1º disco 1963 - Vance Arnold "Joe Cocker" - Avengers 
Mais tarde surge a Big Blues e a Grease Band(a partir de 1966)
O seu primeiro grande sucesso foi a canção "With a Little Help from My Friends", uma versão da música dos Beatles gravada com o guitarrista Jimmy Page, nesta altura participa também no Festival de Woodstock.
Joe Coker conseguia alguns sucessos como "She Came Through the Bathroom Window" (outra versão de uma música dos Beatles), "Cry Me a River" e "Feelin Alright". Em 1970 a sua versão ao vivo do sucesso "The Letter" dos Box Tops, Englishmen tornou-se a sua primeira canção a entrar no Top Ten americano.
No inicio dos anos 70 ele teve problemas com drogas e álcool que acabaram por atrapalhar a sua carreira, conseguiu entretanto retornar nos anos 80, conseguindo grande sucesso até aos anos 90 com as canções "Up Where We Belong" do filme "oficial e cavalheiro"
                                 "You Are So Beautiful"
                                "When The Night Comes" 
                                  "Unchain My Heart"
Em 2002 a regravação da musica Never Tear us apart da banda INXS foi tema de sucesso da novela Coração de Estudante.
Joe Cocker uma voz inesquecivel
Discografia
1969 - With A Little Help From My Friends e Joe Cocker! 
1970 - Mad Dogs & Englishmen e em 1972 edita "Joe Cocker" 
1974 - I Can Stand A Little Rain e um ano depois " Jamaica Say You Will " em 1976 " Stingray ", 1977 colectânea "Greatest Hits", " Luxury You Can Afford " é editado em 1978, quatro anos depois regressa com " Sheffield Steel ", em 1984 sai o álbum " Civilized Man " e passados dois anos " Cocker ", já em 1987 " Unchain My Heart ",  " One Night Of Sin " é editado em 1989, na forja estava já o álbum ao vivo " Joe Cocker Live " que sai para o mercado em 1990, " Night Calls " em 92 e volta a editar uma colectanea em 1993 " The Best Of Joe Cocker ", a partir daqui edita um álbum por ano até 1999, " Have A Little Faith ", " The Long Voyage Home ", " Organic ", " Across From Midnight ", "Greatest Hits " e " No Ordinary World ", de 99 a 2002 faz uma pausa e regressa com " Respect Yourself ", " Heart & Soul " aparece no mercado em 2005 e passados dois anos " Hymn for my soul ", já em 2010 " Hard Knocks ". P´lo meio ficam tours e espectaculos.


Outros sucessos fizeram a sua carreira como este " Shelter Me"
O magnifico " Don´t you Love me Anymore "
E muitos outros.
PUBLICADO digitalblueradio às 23:04 | LINK DO POST
tags:
 
John Robert Cocker, " Joe Cocker " nasceu a 20 de maio de 1944. Ele começou a sua carreira musical na cidade natal em Inglaterra, aos quinze anos de idade: a sua primeira banda foram os Avengers (sob o nome artístico de Vance Arnold).
 1º disco 1963 - Vance Arnold "Joe Cocker" - Avengers 
Mais tarde surge a Big Blues e a Grease Band(a partir de 1966)
O seu primeiro grande sucesso foi a canção "With a Little Help from My Friends", uma versão da música dos Beatles gravada com o guitarrista Jimmy Page, nesta altura participa também no Festival de Woodstock.
Joe Coker conseguia alguns sucessos como "She Came Through the Bathroom Window" (outra versão de uma música dos Beatles), "Cry Me a River" e "Feelin Alright". Em 1970 a sua versão ao vivo do sucesso "The Letter" dos Box Tops, Englishmen tornou-se a sua primeira canção a entrar no Top Ten americano.
No inicio dos anos 70 ele teve problemas com drogas e álcool que acabaram por atrapalhar a sua carreira, conseguiu entretanto retornar nos anos 80, conseguindo grande sucesso até aos anos 90 com as canções "Up Where We Belong" do filme "oficial e cavalheiro"
                                 "You Are So Beautiful"
                                "When The Night Comes" 
                                  "Unchain My Heart"
Em 2002 a regravação da musica Never Tear us apart da banda INXS foi tema de sucesso da novela Coração de Estudante.
Joe Cocker uma voz inesquecivel
Discografia
1969 - With A Little Help From My Friends e Joe Cocker! 
1970 - Mad Dogs & Englishmen e em 1972 edita "Joe Cocker" 
1974 - I Can Stand A Little Rain e um ano depois " Jamaica Say You Will " em 1976 " Stingray ", 1977 colectânea "Greatest Hits", " Luxury You Can Afford " é editado em 1978, quatro anos depois regressa com " Sheffield Steel ", em 1984 sai o álbum " Civilized Man " e passados dois anos " Cocker ", já em 1987 " Unchain My Heart ",  " One Night Of Sin " é editado em 1989, na forja estava já o álbum ao vivo " Joe Cocker Live " que sai para o mercado em 1990, " Night Calls " em 92 e volta a editar uma colectanea em 1993 " The Best Of Joe Cocker ", a partir daqui edita um álbum por ano até 1999, " Have A Little Faith ", " The Long Voyage Home ", " Organic ", " Across From Midnight ", "Greatest Hits " e " No Ordinary World ", de 99 a 2002 faz uma pausa e regressa com " Respect Yourself ", " Heart & Soul " aparece no mercado em 2005 e passados dois anos " Hymn for my soul ", já em 2010 " Hard Knocks ". P´lo meio ficam tours e espectaculos.


Outros sucessos fizeram a sua carreira como este " Shelter Me"
O magnifico " Don´t you Love me Anymore "
E muitos outros.
PUBLICADO digitalblueradio às 23:04 | LINK DO POST
tags:
 
John Robert Cocker, " Joe Cocker " nasceu a 20 de maio de 1944. Ele começou a sua carreira musical na cidade natal em Inglaterra, aos quinze anos de idade: a sua primeira banda foram os Avengers (sob o nome artístico de Vance Arnold).
 1º disco 1963 - Vance Arnold "Joe Cocker" - Avengers 
Mais tarde surge a Big Blues e a Grease Band(a partir de 1966)
O seu primeiro grande sucesso foi a canção "With a Little Help from My Friends", uma versão da música dos Beatles gravada com o guitarrista Jimmy Page, nesta altura participa também no Festival de Woodstock.
Joe Coker conseguia alguns sucessos como "She Came Through the Bathroom Window" (outra versão de uma música dos Beatles), "Cry Me a River" e "Feelin Alright". Em 1970 a sua versão ao vivo do sucesso "The Letter" dos Box Tops, Englishmen tornou-se a sua primeira canção a entrar no Top Ten americano.
No inicio dos anos 70 ele teve problemas com drogas e álcool que acabaram por atrapalhar a sua carreira, conseguiu entretanto retornar nos anos 80, conseguindo grande sucesso até aos anos 90 com as canções "Up Where We Belong" do filme "oficial e cavalheiro"
                                 "You Are So Beautiful"
                                "When The Night Comes" 
                                  "Unchain My Heart"
Em 2002 a regravação da musica Never Tear us apart da banda INXS foi tema de sucesso da novela Coração de Estudante.
Joe Cocker uma voz inesquecivel
Discografia
1969 - With A Little Help From My Friends e Joe Cocker! 
1970 - Mad Dogs & Englishmen e em 1972 edita "Joe Cocker" 
1974 - I Can Stand A Little Rain e um ano depois " Jamaica Say You Will " em 1976 " Stingray ", 1977 colectânea "Greatest Hits", " Luxury You Can Afford " é editado em 1978, quatro anos depois regressa com " Sheffield Steel ", em 1984 sai o álbum " Civilized Man " e passados dois anos " Cocker ", já em 1987 " Unchain My Heart ",  " One Night Of Sin " é editado em 1989, na forja estava já o álbum ao vivo " Joe Cocker Live " que sai para o mercado em 1990, " Night Calls " em 92 e volta a editar uma colectanea em 1993 " The Best Of Joe Cocker ", a partir daqui edita um álbum por ano até 1999, " Have A Little Faith ", " The Long Voyage Home ", " Organic ", " Across From Midnight ", "Greatest Hits " e " No Ordinary World ", de 99 a 2002 faz uma pausa e regressa com " Respect Yourself ", " Heart & Soul " aparece no mercado em 2005 e passados dois anos " Hymn for my soul ", já em 2010 " Hard Knocks ". P´lo meio ficam tours e espectaculos.


Outros sucessos fizeram a sua carreira como este " Shelter Me"
O magnifico " Don´t you Love me Anymore "
E muitos outros.
PUBLICADO digitalblueradio às 23:04 | LINK DO POST
tags:
Duas amigas encontram-se no céu:
- Então amiga, como é que morreste?
- Congelada.
- Ai que horror! Deve ter sido horrível! Como é morrer congelada?
- No princípio é muito mau: são os arrepios, as dores nos dedos das mãos e dos pés, tudo a congelar... mas depois sente-se um sono muito forte e perde-se a consciência. E tu, como foi?
- De ataque cardíaco. Suspeitava que o meu marido me traía. Um dia cheguei a casa mais cedo, corri para o quarto e ele estava na cama, a ver televisão. Desconfiada, fui à cave para ver se estava lá alguma mulher escondida, mas não encontrei ninguém. Subi ao segundo andar, mas também não vi nada. Ia ao sótão quando tive um ataque cardíaco e caí morta.
- Oh, que pena... Se tivesses procurado na arca frigorífica, ainda estaríamos vivas!
O HOMEM-DINAMITE


Um homem conhece uma "gata sexy" e leva-a para um quarto de hotel. Lá dentro ele tira a camisa, mostra os musculos e diz:
— Isto são 80kg de dinamite!
Mostra o abdómen e diz:
— 100kg de dinamite!
Depois tira as calças, mostra as coxas e diz:
— 120kg de dinamite!
Por fim tira as cuecas e a mulher sai a correr pelo corredor do hotel a gritar:
— Fujam, fujam! O meu quarto está cheio de dinamite e o pavio é curtinho!

PUBLICADO digitalblueradio às 22:24 | LINK DO POST
tags:
João XXI, Pedro Julião mais conhecido como Pedro Hispano  nasceu em data desconhecida, entre 1205 e 1220 morreu a 20 de Maio de 1277,  foi papa entre 20 de Setembro de 1276, até à data da sua morte, tendo sido também um famoso médico, professor e matemático português do século XIII.
Pedro Julião, ou Pedro Hispano, nasce em Lisboa, no então Reino de Portugal, Julião Rebelo, médico, cuja profissão segue e, de Teresa Gil. Começou os seus estudos na escola episcopal da catedral de Lisboa, tendo mais tarde estudado na Universidade de Paris. Lá estuda medicina e teologia. Quando Miguel Ângelo adoece gravemente dos olhos, devido ao árduo labor consumido na decoração da Capela Sistina, encontra remédio numa receita de Pedro Julião. 
Antes de 1261, ano em que é eleito decano da Sé de Lisboa, Pedro Julião ingressa no sacerdócio. O rei Afonso III de Portugal confia-lhe o priorado da Igreja de Santo André (Mafra) em 1263. Após a morte de Dom Martinho Geraldes, Pedro Julião é nomeado Arcebispo de Braga pelo Papa Gregório X, em 1273, dois anos depois Gregório X nomeia-o seu médico principal. A eleição de Pedro Julião, em conclave realizado em Viterbo, após a morte do Papa Adriano V em 1276, decorre num período muito perturbado por tensões políticas e religiosas e com alguns cardeais a sofrer violências físicas. É eleito Papa a 13 de Setembro e coroado a 20 de Setembro de 1276, e adopta o nome de João XXI.
Mais dado ao estudo que às tarefas pontifícias, João XXI delega no Cardeal Orsini, o futuro Papa Nicolau III, os assuntos correntes da Sé Apostólica. Ao sentir-se doente, retira-se para a cidade de Viterbo, onde morre a 20 de Maio de 1277, com 51 anos, vitimado pelo desmoronamento das paredes do seu aposento, estando o palácio apostólico em obras. É sepultado junto do altar-mor da Catedral de São Lourenço, naquela cidade. No século XVI, durante os trabalhos de reconstrução do templo, os seus restos mortais são trasladados para modesto e ignorado túmulo, mas nem aqui encontraram repouso definitivo. Através do contributo da Câmara M. de Lisboa, por João Soares então seu presidente, o mausoléu é colocado, a título definitivo, ao lado do Evangelho de Catedral de Viterbo, no ano 2000.
PUBLICADO digitalblueradio às 15:53 | LINK DO POST
João XXI, Pedro Julião mais conhecido como Pedro Hispano  nasceu em data desconhecida, entre 1205 e 1220 morreu a 20 de Maio de 1277,  foi papa entre 20 de Setembro de 1276, até à data da sua morte, tendo sido também um famoso médico, professor e matemático português do século XIII.
Pedro Julião, ou Pedro Hispano, nasce em Lisboa, no então Reino de Portugal, Julião Rebelo, médico, cuja profissão segue e, de Teresa Gil. Começou os seus estudos na escola episcopal da catedral de Lisboa, tendo mais tarde estudado na Universidade de Paris. Lá estuda medicina e teologia. Quando Miguel Ângelo adoece gravemente dos olhos, devido ao árduo labor consumido na decoração da Capela Sistina, encontra remédio numa receita de Pedro Julião. 
Antes de 1261, ano em que é eleito decano da Sé de Lisboa, Pedro Julião ingressa no sacerdócio. O rei Afonso III de Portugal confia-lhe o priorado da Igreja de Santo André (Mafra) em 1263. Após a morte de Dom Martinho Geraldes, Pedro Julião é nomeado Arcebispo de Braga pelo Papa Gregório X, em 1273, dois anos depois Gregório X nomeia-o seu médico principal. A eleição de Pedro Julião, em conclave realizado em Viterbo, após a morte do Papa Adriano V em 1276, decorre num período muito perturbado por tensões políticas e religiosas e com alguns cardeais a sofrer violências físicas. É eleito Papa a 13 de Setembro e coroado a 20 de Setembro de 1276, e adopta o nome de João XXI.
Mais dado ao estudo que às tarefas pontifícias, João XXI delega no Cardeal Orsini, o futuro Papa Nicolau III, os assuntos correntes da Sé Apostólica. Ao sentir-se doente, retira-se para a cidade de Viterbo, onde morre a 20 de Maio de 1277, com 51 anos, vitimado pelo desmoronamento das paredes do seu aposento, estando o palácio apostólico em obras. É sepultado junto do altar-mor da Catedral de São Lourenço, naquela cidade. No século XVI, durante os trabalhos de reconstrução do templo, os seus restos mortais são trasladados para modesto e ignorado túmulo, mas nem aqui encontraram repouso definitivo. Através do contributo da Câmara M. de Lisboa, por João Soares então seu presidente, o mausoléu é colocado, a título definitivo, ao lado do Evangelho de Catedral de Viterbo, no ano 2000.
PUBLICADO digitalblueradio às 15:53 | LINK DO POST
João XXI, Pedro Julião mais conhecido como Pedro Hispano  nasceu em data desconhecida, entre 1205 e 1220 morreu a 20 de Maio de 1277,  foi papa entre 20 de Setembro de 1276, até à data da sua morte, tendo sido também um famoso médico, professor e matemático português do século XIII.
Pedro Julião, ou Pedro Hispano, nasce em Lisboa, no então Reino de Portugal, Julião Rebelo, médico, cuja profissão segue e, de Teresa Gil. Começou os seus estudos na escola episcopal da catedral de Lisboa, tendo mais tarde estudado na Universidade de Paris. Lá estuda medicina e teologia. Quando Miguel Ângelo adoece gravemente dos olhos, devido ao árduo labor consumido na decoração da Capela Sistina, encontra remédio numa receita de Pedro Julião. 
Antes de 1261, ano em que é eleito decano da Sé de Lisboa, Pedro Julião ingressa no sacerdócio. O rei Afonso III de Portugal confia-lhe o priorado da Igreja de Santo André (Mafra) em 1263. Após a morte de Dom Martinho Geraldes, Pedro Julião é nomeado Arcebispo de Braga pelo Papa Gregório X, em 1273, dois anos depois Gregório X nomeia-o seu médico principal. A eleição de Pedro Julião, em conclave realizado em Viterbo, após a morte do Papa Adriano V em 1276, decorre num período muito perturbado por tensões políticas e religiosas e com alguns cardeais a sofrer violências físicas. É eleito Papa a 13 de Setembro e coroado a 20 de Setembro de 1276, e adopta o nome de João XXI.
Mais dado ao estudo que às tarefas pontifícias, João XXI delega no Cardeal Orsini, o futuro Papa Nicolau III, os assuntos correntes da Sé Apostólica. Ao sentir-se doente, retira-se para a cidade de Viterbo, onde morre a 20 de Maio de 1277, com 51 anos, vitimado pelo desmoronamento das paredes do seu aposento, estando o palácio apostólico em obras. É sepultado junto do altar-mor da Catedral de São Lourenço, naquela cidade. No século XVI, durante os trabalhos de reconstrução do templo, os seus restos mortais são trasladados para modesto e ignorado túmulo, mas nem aqui encontraram repouso definitivo. Através do contributo da Câmara M. de Lisboa, por João Soares então seu presidente, o mausoléu é colocado, a título definitivo, ao lado do Evangelho de Catedral de Viterbo, no ano 2000.
PUBLICADO digitalblueradio às 15:53 | LINK DO POST
tags:
Ao inspeccionar certo dia o seu reino, acompanhado pelo seu vizir Jafar, o califa Harun Ar-Rachid viu, sendo retirado do rio Tigre, o corpo de uma mulher assassinada. 
O califa comoveu-se e disse a Jafar: "Se não descobrires o assassino desta pobre mulher, serás enforcado no seu lugar."
  Jafar teve sorte, pois o assassino apresentou-se por si mesmo ao califa e contou a seguinte história: "Sabei, ó Comandante dos Fiéis, que esta mulher era minha mulher, mãe dos meus três filhos. Amava-a, e ela amava-me. No início deste mês, adoeceu e disse-me: Tenho, o desejo de comer uma maçã. 

Corri ao mercado, determinado a comprar maçãs. 
Mas não havia maçãs no mercado. Mas um agricultor disse-me: Esta fruta é rara. Só pode ser encontrada em Basra no jardim do califa. "Por amor à minha mulher fiz a viagem até Basra em quinze dias e quinze noites. E convenci o jardineiro do califa a  vender-me três maçãs. 
 Ao voltar, encontrei minha mulher ainda mais doente. Colocou as três maçãs de lado e não as comeu. "Fui à minha loja e comecei a comprar e vender quando vi passar um negro alto e forte, segurando na mão uma das três maçãs. Disse-lhe: Ó bom escravo, conta-me onde conseguiste esta maçã para que consiga outra igual para mim.' Respondeu: Foi-me dada por minha amante. Voltei ontem de viagem e fui visitá-la. Encontrei-a doente com três maçãs a seu ladoe deu-me esta, comi e bebi com ela, e fiquei com uma das três maçãs.
 Ao ouvir estas palavras, ó Comandante dos Fiéis, o mundo ficou preto aos meus olhos. Fechei a minha loja e voltei para casa. 
Lá, vi apenas duas maçãs. Onde está a outra maçã? perguntei à minha mulher. Respondeu que não sabia. "Convenci-me de que as palavras do escravo eram verdadeiras e, na minha raiva, saquei do meu punhal, matei a minha mulher e joguei-a ao rio Tigre. 
 De volta para casa, vi o meu filho mais velho a chorar. "Porque estás a  chorar filho? Perguntei-lhe , respondeu: “ comi uma das três maçãs da mãe para brincar com ela; mas um negro alto e forte arrancou-a das minhas mãos. Chorei e contei-lhe que o meu pai tinha ido até Basra comprar três maçãs para curar a doença da minha mãe. Mas ele não ligou. Levou a maçã e foi-se embora.
 Aí, entendi e lamentei meu erro. Mas era tarde demais. Sou culpado. Mereço a morte, ó Comandante dos Fiéis," concluiu o comerciante.
O califa ficou furioso contra o escravo caluniador e mandou Jafar descobri-lo. "Senão, serás enforcado no seu lugar.”
Jafar não teve sorte desta vez. Procurou em vão pelo escravo criminoso. No terceiro dia, estava-se a despedir da família antes de se apresentar à forca quando, ao abraçar a filha, sentiu algo redondo dentro da sua roupa.
- O que é isto, minha filha? perguntou.
- É uma maçã , respondeu. Rohan, o nosso escravo, trouxe-a há quatro dias e deu-me.
Jafar chamou o seu escravo e perguntou-lhe: "Onde conseguiste esta maçã?

Respondeu: "Ó meu amo, a mentira às vezes salva-nos. Mas eu falarei a verdade. Há cinco dias, passava na rua, vi-a nas mãos de um menino e arranquei-a. O miudo chorou e disse que o seu pai tinha ido até Basra comprar três maçãs para curar a mãe doente. Mas não me importei. Trouxe a maçã e dei-a á menina.
Jafar ficou abismado ao saber que toda a tragédia tinha sido causada pelo seu escravo. 
Levou o escravo ao califa e fê-lo repetir a história. O califa maravilhou-se com tantas coincidências e riu até que as lágrimas lhe vieram aos olhos. Perdoou o escravo e deu um rico presente ao viúvo infeliz.
 
PUBLICADO digitalblueradio às 13:24 | LINK DO POST
tags:
Ao inspeccionar certo dia o seu reino, acompanhado pelo seu vizir Jafar, o califa Harun Ar-Rachid viu, sendo retirado do rio Tigre, o corpo de uma mulher assassinada. 
O califa comoveu-se e disse a Jafar: "Se não descobrires o assassino desta pobre mulher, serás enforcado no seu lugar."
  Jafar teve sorte, pois o assassino apresentou-se por si mesmo ao califa e contou a seguinte história: "Sabei, ó Comandante dos Fiéis, que esta mulher era minha mulher, mãe dos meus três filhos. Amava-a, e ela amava-me. No início deste mês, adoeceu e disse-me: Tenho, o desejo de comer uma maçã. 

Corri ao mercado, determinado a comprar maçãs. 
Mas não havia maçãs no mercado. Mas um agricultor disse-me: Esta fruta é rara. Só pode ser encontrada em Basra no jardim do califa. "Por amor à minha mulher fiz a viagem até Basra em quinze dias e quinze noites. E convenci o jardineiro do califa a  vender-me três maçãs. 
 Ao voltar, encontrei minha mulher ainda mais doente. Colocou as três maçãs de lado e não as comeu. "Fui à minha loja e comecei a comprar e vender quando vi passar um negro alto e forte, segurando na mão uma das três maçãs. Disse-lhe: Ó bom escravo, conta-me onde conseguiste esta maçã para que consiga outra igual para mim.' Respondeu: Foi-me dada por minha amante. Voltei ontem de viagem e fui visitá-la. Encontrei-a doente com três maçãs a seu ladoe deu-me esta, comi e bebi com ela, e fiquei com uma das três maçãs.
 Ao ouvir estas palavras, ó Comandante dos Fiéis, o mundo ficou preto aos meus olhos. Fechei a minha loja e voltei para casa. 
Lá, vi apenas duas maçãs. Onde está a outra maçã? perguntei à minha mulher. Respondeu que não sabia. "Convenci-me de que as palavras do escravo eram verdadeiras e, na minha raiva, saquei do meu punhal, matei a minha mulher e joguei-a ao rio Tigre. 
 De volta para casa, vi o meu filho mais velho a chorar. "Porque estás a  chorar filho? Perguntei-lhe , respondeu: “ comi uma das três maçãs da mãe para brincar com ela; mas um negro alto e forte arrancou-a das minhas mãos. Chorei e contei-lhe que o meu pai tinha ido até Basra comprar três maçãs para curar a doença da minha mãe. Mas ele não ligou. Levou a maçã e foi-se embora.
 Aí, entendi e lamentei meu erro. Mas era tarde demais. Sou culpado. Mereço a morte, ó Comandante dos Fiéis," concluiu o comerciante.
O califa ficou furioso contra o escravo caluniador e mandou Jafar descobri-lo. "Senão, serás enforcado no seu lugar.”
Jafar não teve sorte desta vez. Procurou em vão pelo escravo criminoso. No terceiro dia, estava-se a despedir da família antes de se apresentar à forca quando, ao abraçar a filha, sentiu algo redondo dentro da sua roupa.
- O que é isto, minha filha? perguntou.
- É uma maçã , respondeu. Rohan, o nosso escravo, trouxe-a há quatro dias e deu-me.
Jafar chamou o seu escravo e perguntou-lhe: "Onde conseguiste esta maçã?

Respondeu: "Ó meu amo, a mentira às vezes salva-nos. Mas eu falarei a verdade. Há cinco dias, passava na rua, vi-a nas mãos de um menino e arranquei-a. O miudo chorou e disse que o seu pai tinha ido até Basra comprar três maçãs para curar a mãe doente. Mas não me importei. Trouxe a maçã e dei-a á menina.
Jafar ficou abismado ao saber que toda a tragédia tinha sido causada pelo seu escravo. 
Levou o escravo ao califa e fê-lo repetir a história. O califa maravilhou-se com tantas coincidências e riu até que as lágrimas lhe vieram aos olhos. Perdoou o escravo e deu um rico presente ao viúvo infeliz.
 
PUBLICADO digitalblueradio às 13:24 | LINK DO POST
tags:
Ao inspeccionar certo dia o seu reino, acompanhado pelo seu vizir Jafar, o califa Harun Ar-Rachid viu, sendo retirado do rio Tigre, o corpo de uma mulher assassinada. 
O califa comoveu-se e disse a Jafar: "Se não descobrires o assassino desta pobre mulher, serás enforcado no seu lugar."
  Jafar teve sorte, pois o assassino apresentou-se por si mesmo ao califa e contou a seguinte história: "Sabei, ó Comandante dos Fiéis, que esta mulher era minha mulher, mãe dos meus três filhos. Amava-a, e ela amava-me. No início deste mês, adoeceu e disse-me: Tenho, o desejo de comer uma maçã. 

Corri ao mercado, determinado a comprar maçãs. 
Mas não havia maçãs no mercado. Mas um agricultor disse-me: Esta fruta é rara. Só pode ser encontrada em Basra no jardim do califa. "Por amor à minha mulher fiz a viagem até Basra em quinze dias e quinze noites. E convenci o jardineiro do califa a  vender-me três maçãs. 
 Ao voltar, encontrei minha mulher ainda mais doente. Colocou as três maçãs de lado e não as comeu. "Fui à minha loja e comecei a comprar e vender quando vi passar um negro alto e forte, segurando na mão uma das três maçãs. Disse-lhe: Ó bom escravo, conta-me onde conseguiste esta maçã para que consiga outra igual para mim.' Respondeu: Foi-me dada por minha amante. Voltei ontem de viagem e fui visitá-la. Encontrei-a doente com três maçãs a seu ladoe deu-me esta, comi e bebi com ela, e fiquei com uma das três maçãs.
 Ao ouvir estas palavras, ó Comandante dos Fiéis, o mundo ficou preto aos meus olhos. Fechei a minha loja e voltei para casa. 
Lá, vi apenas duas maçãs. Onde está a outra maçã? perguntei à minha mulher. Respondeu que não sabia. "Convenci-me de que as palavras do escravo eram verdadeiras e, na minha raiva, saquei do meu punhal, matei a minha mulher e joguei-a ao rio Tigre. 
 De volta para casa, vi o meu filho mais velho a chorar. "Porque estás a  chorar filho? Perguntei-lhe , respondeu: “ comi uma das três maçãs da mãe para brincar com ela; mas um negro alto e forte arrancou-a das minhas mãos. Chorei e contei-lhe que o meu pai tinha ido até Basra comprar três maçãs para curar a doença da minha mãe. Mas ele não ligou. Levou a maçã e foi-se embora.
 Aí, entendi e lamentei meu erro. Mas era tarde demais. Sou culpado. Mereço a morte, ó Comandante dos Fiéis," concluiu o comerciante.
O califa ficou furioso contra o escravo caluniador e mandou Jafar descobri-lo. "Senão, serás enforcado no seu lugar.”
Jafar não teve sorte desta vez. Procurou em vão pelo escravo criminoso. No terceiro dia, estava-se a despedir da família antes de se apresentar à forca quando, ao abraçar a filha, sentiu algo redondo dentro da sua roupa.
- O que é isto, minha filha? perguntou.
- É uma maçã , respondeu. Rohan, o nosso escravo, trouxe-a há quatro dias e deu-me.
Jafar chamou o seu escravo e perguntou-lhe: "Onde conseguiste esta maçã?

Respondeu: "Ó meu amo, a mentira às vezes salva-nos. Mas eu falarei a verdade. Há cinco dias, passava na rua, vi-a nas mãos de um menino e arranquei-a. O miudo chorou e disse que o seu pai tinha ido até Basra comprar três maçãs para curar a mãe doente. Mas não me importei. Trouxe a maçã e dei-a á menina.
Jafar ficou abismado ao saber que toda a tragédia tinha sido causada pelo seu escravo. 
Levou o escravo ao califa e fê-lo repetir a história. O califa maravilhou-se com tantas coincidências e riu até que as lágrimas lhe vieram aos olhos. Perdoou o escravo e deu um rico presente ao viúvo infeliz.
 
PUBLICADO digitalblueradio às 13:24 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
Que feio!Foi no meu blog, pegou meu texto, modific...
E um meio de sobrevive
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
subscrever feeds
SAPO Blogs