O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
Helena Maria de Jesus Águas nasceu em Lisboa a 16 de Junho de 1956, conhecida como Lena d'Água, a cantora é filha do antigo jogador de futebol do Sport Lisboa e Benfica José Águas e irmã do ex-jogador de futebol também do SLB Rui Águas.
Lena d'Água começou a cantar para amigos e em festas particulares, com 18 anos participa na peça de teatro " Viagem á Iris " onde entravam também Armando Gama e Ramiro Martins(seu futuro marido), em 1976 depois do nascimento da sua filha Sara, estreou-se como cantora na festa de finalistas do Liceu de Sintra como vocalista dos Beatnicks,  a última actuação com a banda foi no Coliseu dos Recreios de Lisboa em 1978, os Beatnicks fizeram a 1ª parte do concerto de Jim Cappaldi, o guitarrista dos Traffic.
Lena d´Agua participa em 1978 no Festival da Eurovisão em Paris, fazendo parte do coro e em 1979 grava o single "O nosso livro/Cantiga da babá".

Ainda em 1979 grava o seu primeiro disco para as crianças, "Qual é coisa qual é ela"
Em 1980 é fundadora com Luís Pedro Fonseca e José da Ponte do grupo musical Salada de Frutas. 
O álbum "Sem Açúcar" é editado em 1980 e em 1981 sai o single "Robot".

 Banda Atlântida - Labirinto 
Entretanto Lena deixa o grupo e forma a Banda Atlântida.
O single "Vigaro Cá Vigaro Lá" sai em Novembro.
Em 1982 sai o álbum "Perto de Ti", com temas como: " Perto de ti ", " Nuclear não Obrigado ", " Demagogia " e " No fundo dos teus olhos de água ".

Em 1983 o single "Jardim Zoológico/Papalagui". 
O álbum "Lusitânia" sai em 1984.


O livro de poesia ("A Mar Te"), colectânea de poemas de juventude da autora, é editado pela editora Ulmeiro em 1984.
Em 1986 edita o álbum "Terra Prometida", o single escolhido foi " Dou-te um doce ".

Em 1987 é editado "Aguaceiro".

Em 1989, grava o álbum "Tu aqui". 

Em 1992, edita "Ou isto ou aquilo", um álbum para crianças, composto por Luís Pedro Fonseca a partir de poemas de Cecília Meirelles.

Em 1993 grava "As canções do século" com Helena Vieira e Rita Guerra, numa produção musical do maestro Pedro Osório gravada ao vivo com orquestra no Casino do Estoril. Este espectáculo rodou pelo país até finais de 1999.  
Entre 1995 e 1996 Lena divide o palco com Adelaide Ferreira, numa série de concertos ao vivo em que as duas cantoras se fazem acompanhar por um septeto. Os arranjos são do maestro Pedro Osório.
A compilação "O Melhor de Lena D'Água - Sempre Que O Amor Me Quiser" foi editada em 1996. Resolve afastar-se dos palcos e fazer uma vida normal. Deixou de ser artista mas nunca deixou o mundo da música. Colaborou com a Brigada Victor Jara num dos temas do disco "Novas Vos Trago", editado em 1999. Em 2000, Lena d'Água colabora com os angolanos SSP numa nova versão de "Sempre Que O Amor Me Quiser". O disco é dedicado ao falecido Ramiro Martins que foi produtor do grupo.


Lena cantou durante três anos no Hot Clube de Portugal um concerto dedicado ao repertório de Billie Holiday, um verdadeiro show.  Deixo alguns videos.



Lena grava com Jorge Palma o tema “Laura”, a canção principal do telefilme da SIC “A Noiva”, incluída no álbum “Perdidamente, as Canções de João Gil“ e em 2006 produz a festa-concerto de comemoração dos seus 50 anos, no Cabaret Maxime, em Lisboa. Este espectáculo em três actos foi gravado em DVD, já em 2007 regressa num registo jazzy: "Lena d'Água SEMPRE, ao vivo no Hot Clube de Portugal". Entretanto de referir que em 2001 editou um livro dedicado à memória do seu «Pai Herói» José Águas.


Lena d´Agua - Outras Musicas

 Lena D´Agua no teatro variedades em 1991, uma grande noite de anos 40.


 Uma voz que estará sempre presente nas minhas memórias.
PUBLICADO digitalblueradio às 23:01 | LINK DO POST
Helena Maria de Jesus Águas nasceu em Lisboa a 16 de Junho de 1956, conhecida como Lena d'Água, a cantora é filha do antigo jogador de futebol do Sport Lisboa e Benfica José Águas e irmã do ex-jogador de futebol também do SLB Rui Águas.
Lena d'Água começou a cantar para amigos e em festas particulares, com 18 anos participa na peça de teatro " Viagem á Iris " onde entravam também Armando Gama e Ramiro Martins(seu futuro marido), em 1976 depois do nascimento da sua filha Sara, estreou-se como cantora na festa de finalistas do Liceu de Sintra como vocalista dos Beatnicks,  a última actuação com a banda foi no Coliseu dos Recreios de Lisboa em 1978, os Beatnicks fizeram a 1ª parte do concerto de Jim Cappaldi, o guitarrista dos Traffic.
Lena d´Agua participa em 1978 no Festival da Eurovisão em Paris, fazendo parte do coro e em 1979 grava o single "O nosso livro/Cantiga da babá".

Ainda em 1979 grava o seu primeiro disco para as crianças, "Qual é coisa qual é ela"
Em 1980 é fundadora com Luís Pedro Fonseca e José da Ponte do grupo musical Salada de Frutas. 
O álbum "Sem Açúcar" é editado em 1980 e em 1981 sai o single "Robot".

 Banda Atlântida - Labirinto 
Entretanto Lena deixa o grupo e forma a Banda Atlântida.
O single "Vigaro Cá Vigaro Lá" sai em Novembro.
Em 1982 sai o álbum "Perto de Ti", com temas como: " Perto de ti ", " Nuclear não Obrigado ", " Demagogia " e " No fundo dos teus olhos de água ".

Em 1983 o single "Jardim Zoológico/Papalagui". 
O álbum "Lusitânia" sai em 1984.


O livro de poesia ("A Mar Te"), colectânea de poemas de juventude da autora, é editado pela editora Ulmeiro em 1984.
Em 1986 edita o álbum "Terra Prometida", o single escolhido foi " Dou-te um doce ".

Em 1987 é editado "Aguaceiro".

Em 1989, grava o álbum "Tu aqui". 

Em 1992, edita "Ou isto ou aquilo", um álbum para crianças, composto por Luís Pedro Fonseca a partir de poemas de Cecília Meirelles.

Em 1993 grava "As canções do século" com Helena Vieira e Rita Guerra, numa produção musical do maestro Pedro Osório gravada ao vivo com orquestra no Casino do Estoril. Este espectáculo rodou pelo país até finais de 1999.  
Entre 1995 e 1996 Lena divide o palco com Adelaide Ferreira, numa série de concertos ao vivo em que as duas cantoras se fazem acompanhar por um septeto. Os arranjos são do maestro Pedro Osório.
A compilação "O Melhor de Lena D'Água - Sempre Que O Amor Me Quiser" foi editada em 1996. Resolve afastar-se dos palcos e fazer uma vida normal. Deixou de ser artista mas nunca deixou o mundo da música. Colaborou com a Brigada Victor Jara num dos temas do disco "Novas Vos Trago", editado em 1999. Em 2000, Lena d'Água colabora com os angolanos SSP numa nova versão de "Sempre Que O Amor Me Quiser". O disco é dedicado ao falecido Ramiro Martins que foi produtor do grupo.


Lena cantou durante três anos no Hot Clube de Portugal um concerto dedicado ao repertório de Billie Holiday, um verdadeiro show.  Deixo alguns videos.



Lena grava com Jorge Palma o tema “Laura”, a canção principal do telefilme da SIC “A Noiva”, incluída no álbum “Perdidamente, as Canções de João Gil“ e em 2006 produz a festa-concerto de comemoração dos seus 50 anos, no Cabaret Maxime, em Lisboa. Este espectáculo em três actos foi gravado em DVD, já em 2007 regressa num registo jazzy: "Lena d'Água SEMPRE, ao vivo no Hot Clube de Portugal". Entretanto de referir que em 2001 editou um livro dedicado à memória do seu «Pai Herói» José Águas.


Lena d´Agua - Outras Musicas

 Lena D´Agua no teatro variedades em 1991, uma grande noite de anos 40.


 Uma voz que estará sempre presente nas minhas memórias.
PUBLICADO digitalblueradio às 23:01 | LINK DO POST
Helena Maria de Jesus Águas nasceu em Lisboa a 16 de Junho de 1956, conhecida como Lena d'Água, a cantora é filha do antigo jogador de futebol do Sport Lisboa e Benfica José Águas e irmã do ex-jogador de futebol também do SLB Rui Águas.
Lena d'Água começou a cantar para amigos e em festas particulares, com 18 anos participa na peça de teatro " Viagem á Iris " onde entravam também Armando Gama e Ramiro Martins(seu futuro marido), em 1976 depois do nascimento da sua filha Sara, estreou-se como cantora na festa de finalistas do Liceu de Sintra como vocalista dos Beatnicks,  a última actuação com a banda foi no Coliseu dos Recreios de Lisboa em 1978, os Beatnicks fizeram a 1ª parte do concerto de Jim Cappaldi, o guitarrista dos Traffic.
Lena d´Agua participa em 1978 no Festival da Eurovisão em Paris, fazendo parte do coro e em 1979 grava o single "O nosso livro/Cantiga da babá".

Ainda em 1979 grava o seu primeiro disco para as crianças, "Qual é coisa qual é ela"
Em 1980 é fundadora com Luís Pedro Fonseca e José da Ponte do grupo musical Salada de Frutas. 
O álbum "Sem Açúcar" é editado em 1980 e em 1981 sai o single "Robot".

 Banda Atlântida - Labirinto 
Entretanto Lena deixa o grupo e forma a Banda Atlântida.
O single "Vigaro Cá Vigaro Lá" sai em Novembro.
Em 1982 sai o álbum "Perto de Ti", com temas como: " Perto de ti ", " Nuclear não Obrigado ", " Demagogia " e " No fundo dos teus olhos de água ".

Em 1983 o single "Jardim Zoológico/Papalagui". 
O álbum "Lusitânia" sai em 1984.


O livro de poesia ("A Mar Te"), colectânea de poemas de juventude da autora, é editado pela editora Ulmeiro em 1984.
Em 1986 edita o álbum "Terra Prometida", o single escolhido foi " Dou-te um doce ".

Em 1987 é editado "Aguaceiro".

Em 1989, grava o álbum "Tu aqui". 

Em 1992, edita "Ou isto ou aquilo", um álbum para crianças, composto por Luís Pedro Fonseca a partir de poemas de Cecília Meirelles.

Em 1993 grava "As canções do século" com Helena Vieira e Rita Guerra, numa produção musical do maestro Pedro Osório gravada ao vivo com orquestra no Casino do Estoril. Este espectáculo rodou pelo país até finais de 1999.  
Entre 1995 e 1996 Lena divide o palco com Adelaide Ferreira, numa série de concertos ao vivo em que as duas cantoras se fazem acompanhar por um septeto. Os arranjos são do maestro Pedro Osório.
A compilação "O Melhor de Lena D'Água - Sempre Que O Amor Me Quiser" foi editada em 1996. Resolve afastar-se dos palcos e fazer uma vida normal. Deixou de ser artista mas nunca deixou o mundo da música. Colaborou com a Brigada Victor Jara num dos temas do disco "Novas Vos Trago", editado em 1999. Em 2000, Lena d'Água colabora com os angolanos SSP numa nova versão de "Sempre Que O Amor Me Quiser". O disco é dedicado ao falecido Ramiro Martins que foi produtor do grupo.


Lena cantou durante três anos no Hot Clube de Portugal um concerto dedicado ao repertório de Billie Holiday, um verdadeiro show.  Deixo alguns videos.



Lena grava com Jorge Palma o tema “Laura”, a canção principal do telefilme da SIC “A Noiva”, incluída no álbum “Perdidamente, as Canções de João Gil“ e em 2006 produz a festa-concerto de comemoração dos seus 50 anos, no Cabaret Maxime, em Lisboa. Este espectáculo em três actos foi gravado em DVD, já em 2007 regressa num registo jazzy: "Lena d'Água SEMPRE, ao vivo no Hot Clube de Portugal". Entretanto de referir que em 2001 editou um livro dedicado à memória do seu «Pai Herói» José Águas.


Lena d´Agua - Outras Musicas

 Lena D´Agua no teatro variedades em 1991, uma grande noite de anos 40.


 Uma voz que estará sempre presente nas minhas memórias.
PUBLICADO digitalblueradio às 23:01 | LINK DO POST
tags:
CASTELO BRANCO, é uma cidade fundada  na encruzilhada  dos caminhos entre os terrenos montanhosos do Norte e as planícies do Sul. Os mais antigos talvez ainda se recordem do Passeio Público, no Campo da Devesa, ou o antigo Solar dos Viscondes de Oleiros. Visita obrigatória a Torre do Relógio remotamente conhecida como Torre do Engenho e parte integrante da muralha quinhentista da cidade. Anunciou invasões, celebrações e mortes hoje é parte importante da paisagem simbólica de Castelo Branco.
Na cidade marca a história o Hotel Turismo, que conta a histórias de encontros secretos e reuniões conspirativas que envolvem os tempos de Portugal na febre do volfrâmio, encruzilhada de espiões e refugiados da Guerra. Este espaço histórico desapareceu em 1973.


PUBLICADO digitalblueradio às 15:26 | LINK DO POST
tags:
CASTELO BRANCO, é uma cidade fundada  na encruzilhada  dos caminhos entre os terrenos montanhosos do Norte e as planícies do Sul. Os mais antigos talvez ainda se recordem do Passeio Público, no Campo da Devesa, ou o antigo Solar dos Viscondes de Oleiros. Visita obrigatória a Torre do Relógio remotamente conhecida como Torre do Engenho e parte integrante da muralha quinhentista da cidade. Anunciou invasões, celebrações e mortes hoje é parte importante da paisagem simbólica de Castelo Branco.
Na cidade marca a história o Hotel Turismo, que conta a histórias de encontros secretos e reuniões conspirativas que envolvem os tempos de Portugal na febre do volfrâmio, encruzilhada de espiões e refugiados da Guerra. Este espaço histórico desapareceu em 1973.


PUBLICADO digitalblueradio às 15:26 | LINK DO POST
tags:
CASTELO BRANCO, é uma cidade fundada  na encruzilhada  dos caminhos entre os terrenos montanhosos do Norte e as planícies do Sul. Os mais antigos talvez ainda se recordem do Passeio Público, no Campo da Devesa, ou o antigo Solar dos Viscondes de Oleiros. Visita obrigatória a Torre do Relógio remotamente conhecida como Torre do Engenho e parte integrante da muralha quinhentista da cidade. Anunciou invasões, celebrações e mortes hoje é parte importante da paisagem simbólica de Castelo Branco.
Na cidade marca a história o Hotel Turismo, que conta a histórias de encontros secretos e reuniões conspirativas que envolvem os tempos de Portugal na febre do volfrâmio, encruzilhada de espiões e refugiados da Guerra. Este espaço histórico desapareceu em 1973.


PUBLICADO digitalblueradio às 15:26 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
Que feio!Foi no meu blog, pegou meu texto, modific...
E um meio de sobrevive
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
subscrever feeds
SAPO Blogs