O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
 José Mário dos Santos Mourinho Félix, nasceu em Setúbal a 26 de Janeiro de 1963, treinador de futebol.

No Reino Unido popularizou-se a alcunha de "The Special One".

Em 2011, foi eleito pela FIFA o melhor treinador do mundo.

Na década 90, Mourinho esteve no Estrela da Amadora (como preparador físico e depois, como adjunto) e no Vitória de Setúbal, é depois contratado para trabalhar com o técnico inglês Bobby Robson, no Sporting Clube de Portugal. Mourinho ganha a alcunha de Tradutor, passando rapidamente de tradutor a influente técnico adjunto de Bobby Robson. Mantém-se como braço direito do treinador inglês até quando muda para o FC Porto e, mais tarde, para o Barcelona.

Torna-se um conhecedor do futebol espanhol e, quando Robson sai para o PSV, Mourinho permanece na Catalunha com o neerlandês Louis Van Gaal. A confiança e o profissionalismo de Mourinho alargam-lhe o leque de funções. Passa a ter um papel bastante activo como treinador adjunto de Van Gaal nos treinos e na preparação dos jogos.

Em 2000, surge a oportunidade de treinar uma equipa portuguesa. É escolhido pelo Sport Lisboa e Benfica para substituir Jupp Heynckes após a 4ª jornada da liga portuguesa. O primeiro jogo foi a 23 de Setembro de 2000, no Estádio do Bessa, frente ao Boavista, tendo o Benfica perdido por 1-0.

Quando começa a conquistar os adeptos benfiquistas (especialmente depois da vitória contra o rival Sporting Clube de Portugal por 3-0) há eleições no Sport Lisboa e Benfica. Muda a presidência de João Vale e Azevedo para o Manuel Vilarinho. Mourinho sai do Benfica após 9 jogos, uma vez que o novo presidente tinha um treinador e Mourinho sabia que estava a "prazo" no Benfica. Ainda durante essa época, é contratado para o União de Leiria, no qual viria a assumir funções na época 2001/2002 e onde se manterá até Janeiro de 2002.
 José Mourinho ganhou a primeira Liga dos Campeões ao serviço do FC Porto em 2004. Em Janeiro de 2002, é escolhido para substituir Octávio Machado no comando técnico do FC Porto. Concluiu a época em terceiro lugar, conseguindo um total de 11 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, tendo saído com ele, da União de Leiria, o jogador Derlei. Mourinho promete com invulgar certeza o título na época seguinte pelo FC Porto.

Mourinho rapidamente identifica os jogadores-chave: Vítor Baía, Ricardo Carvalho, Jorge Costa, Costinha, Deco, Dmitri Alenichev e Postiga. A esta espinha dorsal juntam-se, entre outros, Maniche e Edgaras Jankauskas (Benfica), Paulo Ferreira (Vitória de Setúbal), Nuno Valente e Derlei (ambos da União de Leiria). Com o rigor táctico e a determinação sui generis de Mourinho o Porto cresce em Portugal assim como na Europa. Em dois anos venceram duas competições europeias e as duas Superligas.

Em 2003, Mourinho ganha o primeiro campeonato português com 27 vitórias, 5 empates e 2 derrotas, vence a Taça de Portugal (contra o seu anterior clube, União Leiria) e conquista a Taça UEFA (contra o Celtic Football Club).

No ano seguinte, o FC Porto conseguiu ganhar mais uma vez a Superliga, agora com 8 pontos de vantagem. Perde na final da Taça de Portugal contra o rival SL Benfica, depois de ter triunfado na mais alta prova da UEFA, a Liga dos Campeões da Europa, derrotando o AS Monaco (3-0). Em toda a prova o FC Porto de Mourinho só perdeu com o Real Madrid na primeira fase de Grupos e eliminou depois o Manchester United, Olympique Lyonnais e o Deportivo La Coruña.

Com tal percurso não foi surpresa a cobiça de diversos clubes, entre eles o Chelsea de Roman Abramovich. Em Portugal, alguns duvidaram que o sucesso de Mourinho se mantivesse além-fronteiras. Em Junho de 2004, torna-se um dos treinadores mais bem pagos do Mundo. Tal como fez no FC Porto, Mourinho não vai só. Leva consigo os seus adjuntos Baltemar Brito  e André Villas, consigo vai ainda o preparador Físico Rui Faria e o treinador de guarda-redes Silvino. A fortuna do russo Roman Abramovich ajuda Mourinho na contratação de Tiago Mendes (Benfica), Didier Drogba (Marselha), Arjen Robben e Mateja Kežman (PSV), Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira (FC Porto).

Em Dezembro de 2004, já era líder do campeonato inglês. Em 27 de Fevereiro de 2005, vence o Liverpool por 3-2 a Taça da Liga e conquista o seu primeiro troféu, como treinador, fora de Portugal. Dois meses mais tarde, a 30 de Abril de 2005, Mourinho sagra-se campeão inglês após ter vencido o Bolton por 2-0. O Chelsea FC não ganhava o Campeonato havia 50 anos.

Na época seguinte, 2005-2006, Mourinho e o Chelsea FC voltam a conquistar a 1ª liga. A 20 de Setembro de 2007, José Mourinho e o Chelsea chegaram a mútuo acordo para rescisão de contrato. O russo Roman Abramovich trocou Mourinho pelo director de futebol Avram Grant.
Mourinho é entretanto contratado pelo Inter de Milão, a sua contratação foi oficializada a 2 de Junho de 2008. Como habitualmente, José Mourinho trouxe a sua equipa técnica, os portugueses Rui Faria, Silvino e André Vilas Boas. Além destes, Giuseppe Baresi foi o eleito para desempenhar as funções de treinador-adjunto de José Mourinho no Inter. José Mourinho classificou-se mais uma vez para uma final da Champions League, ao derrotar o Barcelona na semi-final (vitória por 3-1 em Milão e derrota por 1-0 em Barcelona) e conseguiu o seu 2º título Italiano em 2 anos pela Internazionale. Em 2010, tornou-se campeão da Champions League, dirigindo o FC Internazionale de Milão, ganhando a final contra a equipa alemã do Bayern Munique comandada pelo seu antigo mentor Van Gaal por 2x0.

José Mourinho tornou-se o primeiro treinador do mundo a fazer o pleno por duas vezes, ganhar o campeonato nacional, a taça e uma competição Europeia, na época 2002-03 com o FC Porto (ganhando a Taça UEFA) e na época 2009-10 com o FC Internazionale de Milão (ganhando a Liga dos Campeões).
Em 2010 o presidente do clube merengue Real Madrid anunciou José Mourinho como novo técnico. Em 2011, Mourinho conquista seu 1º título no comando do Real Madrid. O Real venceu o rival Barcelona pela Taça do Rei, com um golo de Cristiano Ronaldo.
                                                  Títulos
Porto
Campeonato Português: 2002-03, 2003-04
Taça de Portugal: 2002-03
Supertaça portuguesa: 2003-04
Taça UEFA: 2002-03
Liga dos Campeões: 2003-04

Chelsea
Premier League: 2004-05, 2005-06
FA Cup : 2006-07
FA Community Shield : 2005
Carling Cup : 2004-05, 2006-07

Internazionale
Série A: 2008-09, 2009-10
Coppa Italia : 2009-10
Supercoppa Italiana : 2008
UEFA Champions League : 2009-10

Real Madrid
Copa del Rey : 2010-11


Alguns prêmios individuais
UEFA Treinador do Ano : 2003
UEFA Equipa do Ano, Treinador do Ano : 2003, 2004, 2005

IFFHS Melhor treinador do Mundo : 2004, 2005, 2010
Melhor Treinador do Ano (World Soccer) : 2004, 2005, 2010

Oscar del calcio, Treinador do Ano : 2009
Bola de Ouro da FIFA - Treinador do ano : 2010

PUBLICADO digitalblueradio às 13:05 | LINK DO POST
tags:
 José Mário dos Santos Mourinho Félix, nasceu em Setúbal a 26 de Janeiro de 1963, treinador de futebol.

No Reino Unido popularizou-se a alcunha de "The Special One".

Em 2011, foi eleito pela FIFA o melhor treinador do mundo.

Na década 90, Mourinho esteve no Estrela da Amadora (como preparador físico e depois, como adjunto) e no Vitória de Setúbal, é depois contratado para trabalhar com o técnico inglês Bobby Robson, no Sporting Clube de Portugal. Mourinho ganha a alcunha de Tradutor, passando rapidamente de tradutor a influente técnico adjunto de Bobby Robson. Mantém-se como braço direito do treinador inglês até quando muda para o FC Porto e, mais tarde, para o Barcelona.

Torna-se um conhecedor do futebol espanhol e, quando Robson sai para o PSV, Mourinho permanece na Catalunha com o neerlandês Louis Van Gaal. A confiança e o profissionalismo de Mourinho alargam-lhe o leque de funções. Passa a ter um papel bastante activo como treinador adjunto de Van Gaal nos treinos e na preparação dos jogos.

Em 2000, surge a oportunidade de treinar uma equipa portuguesa. É escolhido pelo Sport Lisboa e Benfica para substituir Jupp Heynckes após a 4ª jornada da liga portuguesa. O primeiro jogo foi a 23 de Setembro de 2000, no Estádio do Bessa, frente ao Boavista, tendo o Benfica perdido por 1-0.

Quando começa a conquistar os adeptos benfiquistas (especialmente depois da vitória contra o rival Sporting Clube de Portugal por 3-0) há eleições no Sport Lisboa e Benfica. Muda a presidência de João Vale e Azevedo para o Manuel Vilarinho. Mourinho sai do Benfica após 9 jogos, uma vez que o novo presidente tinha um treinador e Mourinho sabia que estava a "prazo" no Benfica. Ainda durante essa época, é contratado para o União de Leiria, no qual viria a assumir funções na época 2001/2002 e onde se manterá até Janeiro de 2002.
 José Mourinho ganhou a primeira Liga dos Campeões ao serviço do FC Porto em 2004. Em Janeiro de 2002, é escolhido para substituir Octávio Machado no comando técnico do FC Porto. Concluiu a época em terceiro lugar, conseguindo um total de 11 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, tendo saído com ele, da União de Leiria, o jogador Derlei. Mourinho promete com invulgar certeza o título na época seguinte pelo FC Porto.

Mourinho rapidamente identifica os jogadores-chave: Vítor Baía, Ricardo Carvalho, Jorge Costa, Costinha, Deco, Dmitri Alenichev e Postiga. A esta espinha dorsal juntam-se, entre outros, Maniche e Edgaras Jankauskas (Benfica), Paulo Ferreira (Vitória de Setúbal), Nuno Valente e Derlei (ambos da União de Leiria). Com o rigor táctico e a determinação sui generis de Mourinho o Porto cresce em Portugal assim como na Europa. Em dois anos venceram duas competições europeias e as duas Superligas.

Em 2003, Mourinho ganha o primeiro campeonato português com 27 vitórias, 5 empates e 2 derrotas, vence a Taça de Portugal (contra o seu anterior clube, União Leiria) e conquista a Taça UEFA (contra o Celtic Football Club).

No ano seguinte, o FC Porto conseguiu ganhar mais uma vez a Superliga, agora com 8 pontos de vantagem. Perde na final da Taça de Portugal contra o rival SL Benfica, depois de ter triunfado na mais alta prova da UEFA, a Liga dos Campeões da Europa, derrotando o AS Monaco (3-0). Em toda a prova o FC Porto de Mourinho só perdeu com o Real Madrid na primeira fase de Grupos e eliminou depois o Manchester United, Olympique Lyonnais e o Deportivo La Coruña.

Com tal percurso não foi surpresa a cobiça de diversos clubes, entre eles o Chelsea de Roman Abramovich. Em Portugal, alguns duvidaram que o sucesso de Mourinho se mantivesse além-fronteiras. Em Junho de 2004, torna-se um dos treinadores mais bem pagos do Mundo. Tal como fez no FC Porto, Mourinho não vai só. Leva consigo os seus adjuntos Baltemar Brito  e André Villas, consigo vai ainda o preparador Físico Rui Faria e o treinador de guarda-redes Silvino. A fortuna do russo Roman Abramovich ajuda Mourinho na contratação de Tiago Mendes (Benfica), Didier Drogba (Marselha), Arjen Robben e Mateja Kežman (PSV), Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira (FC Porto).

Em Dezembro de 2004, já era líder do campeonato inglês. Em 27 de Fevereiro de 2005, vence o Liverpool por 3-2 a Taça da Liga e conquista o seu primeiro troféu, como treinador, fora de Portugal. Dois meses mais tarde, a 30 de Abril de 2005, Mourinho sagra-se campeão inglês após ter vencido o Bolton por 2-0. O Chelsea FC não ganhava o Campeonato havia 50 anos.

Na época seguinte, 2005-2006, Mourinho e o Chelsea FC voltam a conquistar a 1ª liga. A 20 de Setembro de 2007, José Mourinho e o Chelsea chegaram a mútuo acordo para rescisão de contrato. O russo Roman Abramovich trocou Mourinho pelo director de futebol Avram Grant.
Mourinho é entretanto contratado pelo Inter de Milão, a sua contratação foi oficializada a 2 de Junho de 2008. Como habitualmente, José Mourinho trouxe a sua equipa técnica, os portugueses Rui Faria, Silvino e André Vilas Boas. Além destes, Giuseppe Baresi foi o eleito para desempenhar as funções de treinador-adjunto de José Mourinho no Inter. José Mourinho classificou-se mais uma vez para uma final da Champions League, ao derrotar o Barcelona na semi-final (vitória por 3-1 em Milão e derrota por 1-0 em Barcelona) e conseguiu o seu 2º título Italiano em 2 anos pela Internazionale. Em 2010, tornou-se campeão da Champions League, dirigindo o FC Internazionale de Milão, ganhando a final contra a equipa alemã do Bayern Munique comandada pelo seu antigo mentor Van Gaal por 2x0.

José Mourinho tornou-se o primeiro treinador do mundo a fazer o pleno por duas vezes, ganhar o campeonato nacional, a taça e uma competição Europeia, na época 2002-03 com o FC Porto (ganhando a Taça UEFA) e na época 2009-10 com o FC Internazionale de Milão (ganhando a Liga dos Campeões).
Em 2010 o presidente do clube merengue Real Madrid anunciou José Mourinho como novo técnico. Em 2011, Mourinho conquista seu 1º título no comando do Real Madrid. O Real venceu o rival Barcelona pela Taça do Rei, com um golo de Cristiano Ronaldo.
                                                  Títulos
Porto
Campeonato Português: 2002-03, 2003-04
Taça de Portugal: 2002-03
Supertaça portuguesa: 2003-04
Taça UEFA: 2002-03
Liga dos Campeões: 2003-04

Chelsea
Premier League: 2004-05, 2005-06
FA Cup : 2006-07
FA Community Shield : 2005
Carling Cup : 2004-05, 2006-07

Internazionale
Série A: 2008-09, 2009-10
Coppa Italia : 2009-10
Supercoppa Italiana : 2008
UEFA Champions League : 2009-10

Real Madrid
Copa del Rey : 2010-11


Alguns prêmios individuais
UEFA Treinador do Ano : 2003
UEFA Equipa do Ano, Treinador do Ano : 2003, 2004, 2005

IFFHS Melhor treinador do Mundo : 2004, 2005, 2010
Melhor Treinador do Ano (World Soccer) : 2004, 2005, 2010

Oscar del calcio, Treinador do Ano : 2009
Bola de Ouro da FIFA - Treinador do ano : 2010

PUBLICADO digitalblueradio às 13:05 | LINK DO POST
tags:
 José Mário dos Santos Mourinho Félix, nasceu em Setúbal a 26 de Janeiro de 1963, treinador de futebol.

No Reino Unido popularizou-se a alcunha de "The Special One".

Em 2011, foi eleito pela FIFA o melhor treinador do mundo.

Na década 90, Mourinho esteve no Estrela da Amadora (como preparador físico e depois, como adjunto) e no Vitória de Setúbal, é depois contratado para trabalhar com o técnico inglês Bobby Robson, no Sporting Clube de Portugal. Mourinho ganha a alcunha de Tradutor, passando rapidamente de tradutor a influente técnico adjunto de Bobby Robson. Mantém-se como braço direito do treinador inglês até quando muda para o FC Porto e, mais tarde, para o Barcelona.

Torna-se um conhecedor do futebol espanhol e, quando Robson sai para o PSV, Mourinho permanece na Catalunha com o neerlandês Louis Van Gaal. A confiança e o profissionalismo de Mourinho alargam-lhe o leque de funções. Passa a ter um papel bastante activo como treinador adjunto de Van Gaal nos treinos e na preparação dos jogos.

Em 2000, surge a oportunidade de treinar uma equipa portuguesa. É escolhido pelo Sport Lisboa e Benfica para substituir Jupp Heynckes após a 4ª jornada da liga portuguesa. O primeiro jogo foi a 23 de Setembro de 2000, no Estádio do Bessa, frente ao Boavista, tendo o Benfica perdido por 1-0.

Quando começa a conquistar os adeptos benfiquistas (especialmente depois da vitória contra o rival Sporting Clube de Portugal por 3-0) há eleições no Sport Lisboa e Benfica. Muda a presidência de João Vale e Azevedo para o Manuel Vilarinho. Mourinho sai do Benfica após 9 jogos, uma vez que o novo presidente tinha um treinador e Mourinho sabia que estava a "prazo" no Benfica. Ainda durante essa época, é contratado para o União de Leiria, no qual viria a assumir funções na época 2001/2002 e onde se manterá até Janeiro de 2002.
 José Mourinho ganhou a primeira Liga dos Campeões ao serviço do FC Porto em 2004. Em Janeiro de 2002, é escolhido para substituir Octávio Machado no comando técnico do FC Porto. Concluiu a época em terceiro lugar, conseguindo um total de 11 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, tendo saído com ele, da União de Leiria, o jogador Derlei. Mourinho promete com invulgar certeza o título na época seguinte pelo FC Porto.

Mourinho rapidamente identifica os jogadores-chave: Vítor Baía, Ricardo Carvalho, Jorge Costa, Costinha, Deco, Dmitri Alenichev e Postiga. A esta espinha dorsal juntam-se, entre outros, Maniche e Edgaras Jankauskas (Benfica), Paulo Ferreira (Vitória de Setúbal), Nuno Valente e Derlei (ambos da União de Leiria). Com o rigor táctico e a determinação sui generis de Mourinho o Porto cresce em Portugal assim como na Europa. Em dois anos venceram duas competições europeias e as duas Superligas.

Em 2003, Mourinho ganha o primeiro campeonato português com 27 vitórias, 5 empates e 2 derrotas, vence a Taça de Portugal (contra o seu anterior clube, União Leiria) e conquista a Taça UEFA (contra o Celtic Football Club).

No ano seguinte, o FC Porto conseguiu ganhar mais uma vez a Superliga, agora com 8 pontos de vantagem. Perde na final da Taça de Portugal contra o rival SL Benfica, depois de ter triunfado na mais alta prova da UEFA, a Liga dos Campeões da Europa, derrotando o AS Monaco (3-0). Em toda a prova o FC Porto de Mourinho só perdeu com o Real Madrid na primeira fase de Grupos e eliminou depois o Manchester United, Olympique Lyonnais e o Deportivo La Coruña.

Com tal percurso não foi surpresa a cobiça de diversos clubes, entre eles o Chelsea de Roman Abramovich. Em Portugal, alguns duvidaram que o sucesso de Mourinho se mantivesse além-fronteiras. Em Junho de 2004, torna-se um dos treinadores mais bem pagos do Mundo. Tal como fez no FC Porto, Mourinho não vai só. Leva consigo os seus adjuntos Baltemar Brito  e André Villas, consigo vai ainda o preparador Físico Rui Faria e o treinador de guarda-redes Silvino. A fortuna do russo Roman Abramovich ajuda Mourinho na contratação de Tiago Mendes (Benfica), Didier Drogba (Marselha), Arjen Robben e Mateja Kežman (PSV), Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira (FC Porto).

Em Dezembro de 2004, já era líder do campeonato inglês. Em 27 de Fevereiro de 2005, vence o Liverpool por 3-2 a Taça da Liga e conquista o seu primeiro troféu, como treinador, fora de Portugal. Dois meses mais tarde, a 30 de Abril de 2005, Mourinho sagra-se campeão inglês após ter vencido o Bolton por 2-0. O Chelsea FC não ganhava o Campeonato havia 50 anos.

Na época seguinte, 2005-2006, Mourinho e o Chelsea FC voltam a conquistar a 1ª liga. A 20 de Setembro de 2007, José Mourinho e o Chelsea chegaram a mútuo acordo para rescisão de contrato. O russo Roman Abramovich trocou Mourinho pelo director de futebol Avram Grant.
Mourinho é entretanto contratado pelo Inter de Milão, a sua contratação foi oficializada a 2 de Junho de 2008. Como habitualmente, José Mourinho trouxe a sua equipa técnica, os portugueses Rui Faria, Silvino e André Vilas Boas. Além destes, Giuseppe Baresi foi o eleito para desempenhar as funções de treinador-adjunto de José Mourinho no Inter. José Mourinho classificou-se mais uma vez para uma final da Champions League, ao derrotar o Barcelona na semi-final (vitória por 3-1 em Milão e derrota por 1-0 em Barcelona) e conseguiu o seu 2º título Italiano em 2 anos pela Internazionale. Em 2010, tornou-se campeão da Champions League, dirigindo o FC Internazionale de Milão, ganhando a final contra a equipa alemã do Bayern Munique comandada pelo seu antigo mentor Van Gaal por 2x0.

José Mourinho tornou-se o primeiro treinador do mundo a fazer o pleno por duas vezes, ganhar o campeonato nacional, a taça e uma competição Europeia, na época 2002-03 com o FC Porto (ganhando a Taça UEFA) e na época 2009-10 com o FC Internazionale de Milão (ganhando a Liga dos Campeões).
Em 2010 o presidente do clube merengue Real Madrid anunciou José Mourinho como novo técnico. Em 2011, Mourinho conquista seu 1º título no comando do Real Madrid. O Real venceu o rival Barcelona pela Taça do Rei, com um golo de Cristiano Ronaldo.
                                                  Títulos
Porto
Campeonato Português: 2002-03, 2003-04
Taça de Portugal: 2002-03
Supertaça portuguesa: 2003-04
Taça UEFA: 2002-03
Liga dos Campeões: 2003-04

Chelsea
Premier League: 2004-05, 2005-06
FA Cup : 2006-07
FA Community Shield : 2005
Carling Cup : 2004-05, 2006-07

Internazionale
Série A: 2008-09, 2009-10
Coppa Italia : 2009-10
Supercoppa Italiana : 2008
UEFA Champions League : 2009-10

Real Madrid
Copa del Rey : 2010-11


Alguns prêmios individuais
UEFA Treinador do Ano : 2003
UEFA Equipa do Ano, Treinador do Ano : 2003, 2004, 2005

IFFHS Melhor treinador do Mundo : 2004, 2005, 2010
Melhor Treinador do Ano (World Soccer) : 2004, 2005, 2010

Oscar del calcio, Treinador do Ano : 2009
Bola de Ouro da FIFA - Treinador do ano : 2010

PUBLICADO digitalblueradio às 13:05 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
Que feio!Foi no meu blog, pegou meu texto, modific...
E um meio de sobrevive
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
subscrever feeds
SAPO Blogs