O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
Antes de mais nada, deixo desde já a minha opinião  VIOLÊNCIA DOMÉSTICA - NÃO
Dito isto, avancemos,....não sou velho, mas também não sou um homem novo, usado talvez! Como homem comecei a aprender a gostar de musica (boa musica) portuguesa, entre os autores, compositores e intérpretes encontra-se Paco Bandeira. Vem este desabafo para comentar a polémica e acusações lançadas á sua pessoa. Paco Bandeira está a ser julgado por crimes de violência doméstica e maus-tratos físicos e psicológicos contra a mulher e uma filha menor. Arrisca mais de cinco anos de prisão. A acusação do Ministério Público diz que foram 12 anos de terror para a ex-mulher. Agressões, insultos e até ameaças de morte com armas de fogo: «O arguido encostou um revólver ao lado direito da cabeça da ofendida. A ofendida tinha nesse momento a filha de três anos ao colo».
O homem que canta a ternura dos 40 não se revê na acusação. «Sou totalmente contra e abomino toda a forma de violência, não só a doméstica. Nunca pratiquei violência nenhuma».
Os crimes que terão ocorrido entre 97 e 2009. Paco arrisca mais de cinco anos de prisão. O julgamento começou a 13 de dezembro de 2011. O cantor ainda não quis prestar declarações, mas faz a defesa no Facebook, onde existe uma grupo de discussão «Paco Bandeira em legitima defesa».
De acordo com o jornal Correio da Manhã, Paco Bandeira, de 66 anos, é acusado de maus tratos, devassa da vida privada e detenção de arma proibida. As vítimas são a mulher, Maria Roseta, e a filha, Constança, de 12 anos. Estas agressões referem-se ao período entre 1997 e 2009, ano em que as duas saíram de casa. Na acusação do Ministério Público à qual o jornal diário teve acesso pose ler-se que a mulher do músico foi "humilhada, agredida e ameaçada, chegando num dos muitos episódios violentos a ter um revólver encostado à cabeça – com a filha de 3 anos ao colo." Por ser considerado um homem “possessivo e ciumento" acabou por, sem ninguém saber, mandar  instalar na casa de Oeiras um sistema de imagem e som para controlar os passos da mulher, técnica superior dos Serviços Prisionais, com quem viveu durante 12 anos.
Na acusação constam muitos outros casos de violência a que as duas terão sido submetidas. Recorde-se que a primeira mulher do músico, Fernanda, foi encontrada morta em 1996, com um tiro na cabeça dado com um revólver que pertencia a Paco Bandeira. Na altura, as investigações concluíram que se tratou de um suicídio.
 Francisco Veredas Bandeira, nome do conhecido cantor "Paço Bandeira", foi ouvido em Tribunal de Oeiras, onde disse ser "taxativamente mentira" as acusações do Ministério Público de ter praticado violência à ex-mulher e maus tratos à filha menor do casal entre 1997 e 2009. No processo consta que Paço Bandeira terá apontado uma arma à cabeça da sua ex-mulher e lhe terá batido na cabeça, ameaçado várias vezes e ofendido verbalmente. Dos episódios descritos, Paco Bandeira disse ser "tudo mentira" e uma "encenação por interesse no dinheiro".
Paco Bandeira assumiu, contudo, que houve períodos na relação de 12 anos com Maria Roseta que foram "difíceis", mas que as ofensas que existiram foram sempre contra si.
"Se houve insultos e insinuações foi do lado contrário. O comportamento da minha ex-companheira alterou-se porque ela queria alterar a minha vida por completo". As discussões do casal começaram a ser feitas por bilhetes escritos, no qual Paco Bandeira assumiu ter escrito alguns e afirmou que outros são falsos. Sobre a filha Constança, de 13 anos, Paco Bandeira disse que "nunca lhe faltou nada" e que a relação dos dois é "ótima".
"Duvido que haja relação de pai e filha melhor do que a que eu tinha com a minha filha. Temos uma relação ótima e é isso que me deixa tranquilo porque se não fosse ela não aguentava este ataque nojento que me está a ser feito"
 Descrita a noticia, as suas bases e fundamentos passemos a uma opinião, desculpem aqueles que me conhecem, que continuamente me dizem," Não devias dar opinião", mas este blog é e continuará a ser um espaço "MEU", priviligiado onde posso expressar o que penso sem "LAPIS AZUL".
Possivelmente este blog vai deixar de existir pois não disponho de meios económicos e como a vida não está fácil, terei eventualmente de o encerrar, no entanto num ultimo folego deixo um apelo para que me ajudem a manter este espaço, prometendo a cada dia melhorar, mais e mais.
OPINIÃO
Cada vez que os Governos fazem asneira, certos jornais são encarregados de encontrar uma diversão para desviar as atenções dos verdadeiros problemas que afectam o País.
Por conseguinte, encontra-se uma vítima com algum destaque mediático, vendem-se jornais, faz-se dinheiro e os problemas por resolver passam despercebidos. Isto é tão vulgar em Portugal que já nem surpreende ninguém. Mas depois existem os efeitos colaterais que revelam a segunda parte da questão: aparecem sempre aqueles(as) que procuram protagonismo e se possível, ganharem uns trocos com isso. Portugal tem um bom stock de "Gepetos" que roubam e que se vendem manipulando os seus "Pinóquios" ao ritmo dos cordelinhos de fina lã.
O que faz falta neste país é jornalismo...sério, isento, porque com raras excepções, hoje em dia tudo é dominado por lóbis. Desde a tv aos jornais. O que interessa é defender grupos económicos, carneirar os portugueses para meter-lhes medidas de austeridade e dominar.
Deixo aqui uma sugestão aos jornalistas que publicam "ouvindo" apenas um dos lados, ou aos que apenas gostam das noticias que lhes dão destaque, ás noticias que mesmo que inventadas criam polémica e lhes divulgam o nome, não só deles como dos jornias a que pertencem, ilustres jornalistas que se baseiam apenas e só nos interesses do patronato, dos seus próprios e que se verificarmos bem, não destinguem a verdade dum " bocado de bosta", ou reconhecem mas como lhes convém, fazem-se ouvidos de mercador, ou melhor "ouvidos de recebedor"!  Poderia deixar aqui alguns tópicos para os verdadeiros jornalistas, já que infelizmente não tenho meios para o fazer:
- "Que tal uma investigação à origem dos capitais que serviram para comprar o jornal SOL e mais recentemente o BPN?"
- Que tal uma investigação à forma como a filha de José Eduardo dos Santos se transformou numa Empresária capaz de comprar empresas em Africa e na Europa? 
- Que tal uma investigação jornalistica à origem desses capitais?
E outros que tenho na manga e que mesmo num espaço que infelizmente não tem o alcance dos jornais, revistas, tv´s e rádios onde trabalham alcançaria, ainda assim está em andamento. Isso é que será jornalismo de investigação de utilidade pública.
Será que alguém terá coragem para fazer isso? Vamos esperar para ver. Quando solicitei "amizade virtual" ao Paco Bandeira no facebook (eu, que nem sequer o conheço pessoalmente) não o fiz apenas por admirar o seu trabalho musical e poético - fi-lo porque a obra deste homem foi banda sonora da vida dos meus pais e também em grande parte dos meus 44 anos de vida.
Um "desconhecido" com quem partilhei bons e maus momentos, através das suas canções. Um "desconhecido" que fazia ...humedecer os olhos do meu falecido pai com a sua "Ternura dos Quarenta", sempre que a melodia se espalhava no ar.
Um "desconhecido" que colocou uma certa doçura amarga do Alentejo e a frontalidade certeira das suas gentes no nosso panorama musical. Quer isto tudo dizer que o Paco Bandeira é um "santo"? Certamente que não. Mas também não passou a ser um "lazarento" apenas porque atravessa um grave problema, aliás ele é um homem normal como tantos outros, com defeitos e virtudes. Deixo aos Tribunais que apreciem o que é devido e que culpem ou inocentem - estou cansado de julgamentos sumários em tablóides e TV´s, sedentos de audiências fáceis. Aos meus amigos (reais ou virtuais) trato-os como sempre - tentando entender e dando a mão para ajudar, em quaisquer circunstâncias, porque é assim que entendo a amizade. No caso do Paco Bandeira espero, sinceramente, que tudo se esclareça e que volte a ter paz de espírito para continuar a cantar o "Amor, a Fraternidade, a Revolta, a Esperança" e tudo aquilo que me habituei a escutar na sua voz inconfundível. 
"CURIOSO"
Nunca fui um génio a matemática, mas de 2009 até 2012, passaram quê ? 3 anos,....não acham muito tempo para apresentar uma queixa desta natureza?..., então não estavam já separados?..., a ocorrência a existir foi feita em 2009,...o que aconteceu entretanto,..parou o tempo?
PACO BANDEIRA está a ser julgado por alegados maus-tratos à antiga companheira, a uma filha menor e por posse de arma proibida. Queixa foi feita por uma técnica da "Associação Portuguesa de Apoio à Vítima". O artista não quer falar do assunto fora do tribunal, mas criou uma página na rede social "Facebook", onde faz aquilo que diz ser a sua “legítima defesa”.
O cantor está acusado de quatro crimes contra a ex-mulher, além de maus tratos à filha menor, violência doméstica, devassa da vida privada e detenção de arma proibida. A darem-se como provados todos os crimes, arrisca uma pena que, em abstracto, pode ser superior a 10 anos de cadeia. Certo é que, pelo menos em relação à acusação de maus-tratos à filha, existe no processo uma perícia pedopsiquiátrica, realizada a 6 de Janeiro de 2011, que revela que a criança "não se lembra de alguma vez o pai ter tentado tocar-lhe, bater-lhe ou agredido física ou verbalmente". Também não existe no processo qualquer indício de que o músico tenha alguma vez agredido fisicamente a antiga companheira. As testemunhas arroladas pela defesa da ex-mulher falam de um homem com dupla personalidade, que manifestava ciúme excessivo, hostilidade para com a sua ex-companheira e uma atitude de controlo e possessão. A ex-companheira é caracterizada no processo como uma pessoa normal, que se foi afastando dos amigos, por culpa dos ciúmes excessivos do cantor. Estes processos são realmente uma anedota, estas análises, são ou não tendenciosos? Sem querer tirar partidos, digam vocês de livre consciência, numa relação a dois num caso de discussão a dois, terão os dois razão? Não, porque numa discussão, não existe razão, onde "esta pode existir será "num diálogo a dois", como é obvio, um casal discute, ora no seio desta discussão como é que um pode ser normal e o outro doente?
 É obvio se for culpado que seja o tribunal a decidir, no entanto num casamento quantas vezes o " homem" não é sujeito a "violência", verbal e psicológica e que se a "tampa lhe salta" o leva á "FORCA". Continuando,.... em 2009 o casal decide separar-se após 12 anos de vida em comum, após a separação Paco Bandeira foi constituído arguido sendo-lhe aplicada, como medida de coação, o habitual termo de identidade e residência (medida a que todos os arguidos ficam automaticamente sujeitos). Em 2010, o Ministério Público deduziu acusação contra o cantor, apesar deste sempre garantir que os “relatos de insultos e ameaças são falsos” e fala em tentativa de “golpe do baú”, para caracterizar o processo. Aberta a instrução, a pedido do cantor, não terão surgido dados novos e o juiz do Tribunal de Instrução Criminal de Oeiras decidiu mandar o caso para julgamento. A ex-mulher acabou por se constituir como assistente no processo, fazendo mesmo um pedido de indemnização cível ao cantor. As testemunhas arroladas pela alegada vítima e ouvidas em inquérito descreveram o cantor como “um homem com dupla personalidade, que conseguia ser extremamente sedutor socialmente, mas que se revelava ciumento, controlador, rude e verbalmente hostil para com a ex-companheira”.
Isto é que me dá vontade de rir, viram, ouviram? Então socialmente era assim e na vida privada era assado, estavam lá, dormiam debaixo da cama, ou desculpem a expressão "empranharam p´los ouvidos"? À ex-mulher do cantor as amigas descreveram-na como uma pessoa alegre, que acabou por se ir isolando do contacto social, devido aos supostos ciúmes do artista, segundo elas, terá sido pelo interesse da filha de ambos, que a mulher demorou tantos anos a tomar a decisão de sair de casa. Esse dia acabou por chegar a 15 de Abril de 2009, depois de cerca de 12 anos de vida em comum com o cantor.
"Cantor faz defesa no Facebook"

Paco Bandeira não fala do processo publicamente, mas optou por criar uma página no Facebook para se defender. Na rede social, o cantor acusa alguma imprensa de “ódio, maldade e inveja”. O cantor manifesta-se vítima de uma campanha de “ódio” e lamenta que a imprensa dite “sentenças” num processo “que ainda nem sequer foi julgado”. “Não vou cair na armadilha de falar sobre o processo, antes de transitar em julgado. Digo, porém, que o vosso artigo tresanda a ódio, maldade, inveja e traz a pior das mentiras, que é aquela que tem um bocadinho de verdade”, escreve o cantor, referindo-se a um artigo publicado pelo jornal Correio da Manhã com o título “12 anos de terror”, numa alusão daquele matutino aos anos em que o casal que agora se enfrenta na barra do tribunal viveu junto.
O cantor sente-se vítima de “inquisidores sociais, encobertos pela capa ‘jornalismo’” e considera que o “processo nem sequer foi julgado”. A página criada na rede social chama-se “Paco Bandeira - em legítima defesa”.
“Quem se mete com a imprensa – que são dois ou três senhorios – mete-se com Portugal inteiro e tem que ser erradicado custe o custar. Estou mesmo lixado!”, lê-se numa das notas publicadas na rede social pelo cantor e intitulada “Não há machado que corte a raiz do pensamento!”.
PONTO FINAL
Ditado popular, já dizia o meu velho pai, que deus tenha em descanço " Não há fumo, sem fogo".
PUBLICADO digitalblueradio às 22:51 | LINK DO POST
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
COMENTÁRIOS
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
Que feio!Foi no meu blog, pegou meu texto, modific...
E um meio de sobrevive
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
blogs SAPO