O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
Rabah Mustapha Madjer, ex-futebolista argelino jogou no Futebol Clube do Porto, nasceu em Alger no dia 15 de Fevereiro de 1958.
Chegou nos anos 1980 ao Porto, sendo determinante na conquista da Taça dos Campeões Europeus de 1987, contra o Bayern de Munique, com um golo de calcanhar que ficará para sempre na história.
De modo semelhante, fez o passe para o primeiro golo e marcou o segundo no jogo contra o Peñarol na Taça Intercontinental do mesmo ano, que o Porto também venceu.
Tinha uma técnica fantástica e uma alegria contagiante.
Foi autor de um golo, na vitória da Argélia sobre a Alemanha Ocidental (2x1), nos Mundiais de 1982 em Espanha.
Foi igualmente titular nos Mundiais de 1986.
Entre os seus títulos, salientam-se além dos já mencionados:
A Taça das Nações Africanas de 1990 (foi capitão da equipa) 
Os Campeonatos de Portugal (1986, 1988 e 1991)
 As Taças de Portugal de 1988 e 1991
As Super Taças de Portugal de 1986 e 1991.
Em 1987 recebeu a Bola de Ouro Africana.
É dos melhores jogadores argelinos de sempre, tendo sido eleito 5º Futebolista Africano do Século XX, logo a seguir a George Weah, Roger Milla, Abedi Pelé e Lakhdar Belloumi.
Começou a sua carreira no Hussein Dey, onde ganhou a Taça da Argélia em 1978/1979, atingindo ainda a final da Taça de África dos Vencedores de Taças.
Em 1983 prosseguiu a sua carreira na Europa, recrutado pelo R. C. de Paris. Transferiu-se depois para o F. C. Tours e, em 1986, para o Porto, onde jogou 108 jogos e marcou 50 golos.
Fez seguidamente uma breve passagem pelo futebol espanhol, em representação do Valência. Regressou ao Porto de onde, mais tarde, se dirigiu ao Quatar para assinar pelo Al-Rayyan Club (1991/1992), clube onde acabou a sua carreira de jogador.
Madjer representou 87 vezes a Selecção Argelina, tendo marcado 31 golos e vencido os Jogos Panafricanos de 1978 e a Taça Afro-Asiática de 1991. Em 1994 foi nomeado seleccionador do seu país, mas a Argélia falhou a qualificação para os Mundiais e para a Taça de África das Nações. Em conflito com a Federação, regressou a Portugal para treinar as equipas juvenis do Porto. Depois de uma passagem pelo Quatar, onde treinou o Al-Wakrahm, veio a ocupar novamente o cargo de seleccionador nacional da Argélia entre 2001 e 2002. Voltou ao Quatar em 2005 para treinar o Al Rayyan, mas ficou pouco tempo.
PUBLICADO digitalblueradio às 19:28 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
Que feio!Foi no meu blog, pegou meu texto, modific...
E um meio de sobrevive
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
blogs SAPO