O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
Mário Alberto Nobre Lopes Soares nasceu em Lisboa a 7 de Dezembro de 1924. Filho do político republicano João Lopes Soares e de Elisa Nobre Baptista, nasce em Lisboa a 7 de Dezembro de 1924. A figura do pai marca definitivamente o seu percurso. Governador civil da Guarda e de Braga, deputado e ministro das Colónias durante o período republicano, o nome de João Soares surge ligado a várias das tentativas revolucionárias dos primeiros anos da Ditadura Militar, tendo estado deportado nos Açores na sequência da revolta de Junho de 1930.

Depois de terminar a instrução primária (1935), frequenta o Colégio Nun’Álvares e o Externato D. Dinis. Mas será no Colégio Moderno, fundado e dirigido por seu pai, que conclui o ensino liceal (1942). Matricula-se no curso de Histórico-Filosóficas na Faculdade de Letras de Lisboa em 1942. Foi nos tempos de estudante que iniciou o seu percurso político.
Em 1944 adere ao PCP, sendo eleito para a direcção académica das Juventudes Comunistas de Lisboa. Pouco depois envolve-se no MUD (Movimento de Unidade Democrática). Incentiva a adesão dos estudantes às reclamações do MUD e a organização de núcleos académicos através do MAUD (Movimento Académico de Unidade Democrática) em 1945-46.  Em 1949 foi apoiante da candidatura do General Norton de Matos à Presidência da República, e em 1958 apoia a candidatura do General Humberto Delgado à Presidência da República.
É preso pela PIDE em Agosto de 1946. Esta é apenas a primeira das prisões que sofrerá durante a ditadura: preso novamente por ter subscrito em Março de 1947 o “Manifesto à Juventude”, preso a 31 de Janeiro de 1948 sendo encarcerado na mesma cela onde se encontra o seu pai, preso na sequência do golpe abortado de 1947; preso a 15 de Fevereiro de 1949;
preso a 11 de Novembro de 1950 enquanto discursa na cerimónia comemorativa do Dia da Paz no Centro Republicano António José de Almeida; preso em Maio de 1961, cumpre 6 meses de prisão no Aljube e em Caxias sem julgamento; e preso em Setembro de 1965, quando se prepara para entrar em Espanha para assistir às exéquias do general Humberto Delgado. 
A 22 de Fevereiro de 1949 casa com Maria de Jesus Simões Barroso por procuração, por se encontrar preso. O casal tem dois filhos.
Finaliza o curso em 1951. Segue-se o curso de Direito entre 1952 e 1957. Em 1952 desliga-se do PCP e em 1967 volta a ser preso na sequência do escândalo dos “ballet rose”, acusado de ter prestado “informações falsas e difamatórias à imprensa internacional, susceptíveis de prejudicar o bom nome de Portugal”. É libertado sem instrução de processo em Março de 1968, mas poucos dias depois é novamente preso e deportado para S. Tomé (1968). Em S. Tomé começa a escrever o livro que será publicado em 1972, em França: “Le Portugal Bâillonné”.
Em 1970, depois de lhe ser comunicada a abertura de um processo pela Direcção-Geral de Segurança, opta pelo exílio, vindo a fixar residência em Paris. Regressa efemeramente a Portugal, quando da morte de seu pai. É um dos fundadores do Partido Socialista a 19 de Abril de 1973 na cidade alemã de Bad Munstereifel. Nessa mesma data é eleito secretário-geral do PS, cargo que desempenha durante 13 anos, até ser eleito Presidente da República.

Regressa a Lisboa em 1974 e encontra-se nesse mesmo dia com o general Spínola na sede da Junta de Salvação Nacional. Toma posse do cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros em 1974.

Mário Soares é um dos Co-fundadores do Partido Socialista de Portugal.
   Mário Soares foi professor do Ensino Secundário Particular e chegou a dirigir o Colégio Moderno, propriedade da família. Como advogado defensor de presos políticos, participou em numerosos julgamentos. Representou a família de Humberto Delgado na investigação do seu alegado assassinato. Em 1974, depois da Revolução do 25 de Abril, desembarcou em Lisboa, vindo do exílio em Paris no chamado «Comboio da Liberdade».
Dois dias depois, esteve presente na chegada a Lisboa de Álvaro Cunhal. Ainda que tivessem ideias políticas diferentes, subiram de braço dado as ruas da Baixa Pombalina e a avenida da Liberdade.
Durante o período revolucionário que ficou conhecido como PREC foi o principal líder civil do campo democrático, tendo conduzido o Partido Socialista à vitória nas eleições para a Assembleia Constituinte de 1975. Foi Ministro dos Negócios Estrangeiros, de Maio de 1974 a Março de 1975, e um dos impulsionadores da independência das colónias portuguesas, tendo sido responsável por parte desse processo. A partir de 1977 colaborou no processo de adesão de Portugal à CEE, vindo a subscrever, como Primeiro-Ministro, o Tratado de Adesão, em 12 de Julho de 1985.
Foi Primeiro-Ministro de Portugal nos seguintes períodos
I Governo Constitucional entre 1976 e 1977
II Governo Constitucional em 1978
IX Governo Constitucional entre 1983 e 1985
Foi Presidente da República
Entre 1986 e 1996
Deputado ao Parlamento Europeu
Entre 1999 e 2004
Fundador da Fundação Mário Soares - 1991

A eleição em 1986 de Mário Soares como Presidente da República, auto-intitulando-se o “Presidente de todos os portugueses”. O seu discurso de tomada de posse proferido perante a Assembleia da República é marcado pelo tom da conciliação e unidade nacionais. “Unir os Portugueses, Servir Portugal” será o mote para um mandato presidencial, renovado cinco anos depois e que marca indiscutivelmente um novo estilo presidencial. Político de profissão e vocação, é uma figura incontornável da história contemporânea portuguesa. Primeiro pela luta antifascista desenvolvida durante a Ditadura, que lhe vale várias prisões pela PIDE (Polícia Internacional e de Defesa do Estado), a deportação e o exílio; depois pela sua participação no processo de transição enquanto ministro de alguns dos governos provisórios e como líder partidário; finalmente pelo seu desempenho enquanto ministro dos I, II e IX governos constitucionais.
Mário Soares publicou vários livros destacamos: "Portugal Amordaçado", "Escritos do Exílio", "A árvore e a floresta".

PUBLICADO digitalblueradio às 16:30 | LINK DO POST
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
30
COMENTÁRIOS
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
Que feio!Foi no meu blog, pegou meu texto, modific...
E um meio de sobrevive
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
blogs SAPO