O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
A cidade surpreende o visitante, se o olhar tiver a sabedoria de procurar. Viana do Castelo é a Capital do Alto Minho.
Como cartão-de-visita, as Festas da Senhora da Agonia, a maior romaria de Portugal.
A cidade marinheira dispõe de um bom porto de mar, de um centro pisqueiro de interesse e de uma marina, os Estaleiros Navais de Viana, já tiveram melhores dias. 
O Alto Minho é uma terra priveligiada no que concerne á gastronomia, a boa mesa está presente nas gentes do Norte, a  lampreia, cabrito, trutas ( do Coura ), bife de presunto, sável ou o arroz de sarrabulho e o sarapatel, regado com o bom vinho da região,..e bom apetite!
A Lenda de Viana - Há muito, muito tempo, na margem direita do rio Lima, erguia-se uma pequena povoação que tinha o nome de Átrio ou Adro. 
As pessoas que aqui viviam construíam barcos, fabricavam redes e ensinavam as mulheres a consertá-las…
Para além de pescar no rio também se aventuravam no mar, de lá traziam carapaus, congros, pescadas, sardinhas, fanecas e muitos outros peixes, com que se alimentavam e vendiam no mercado. 
Quando o mar se alterava e não permitia a pesca, tinham o rio. E Aqui pescavam enguias, solhas, trutas, tainhas, lampreias, sáveis e salmões, conforme as épocas.  Para além disso tinham as terras para desbravar, delas colhiam as hortaliças, batatas, cenouras, tomates, frutas e outras tantas coisas, mas não estavam vocacionados para as tarefas desta natureza. A horta era como um recurso de última hora.
   Esta povoação ia crescendo de dia para dia.
  Por essa altura, ali vivia uma linda rapariga que havia sido baptizada com o nome de Ana. Essa linda rapariga, um dia, apaixonou-se por um moço da outra margem, que por sinal era barqueiro.  A paixão destes dois jovens era tal que bem lhes apetecia estarem longas horas juntos. Mas, tal como acontece nos tempos de hoje, nem sempre isso era possível. 
O  jovem barqueiro, sempre que encontrava alguém conhecido, perguntava:  - Viste Ana?
E a resposta não se fazia esperar. - Sim, via Ana no castelo.
No castelo porque era o local onde ela, juntamente com a sua família, residia.   Assim, e porque se repetia por diversas vezes a força de expressão “Vi Ana”, em breve surgiria o nome VIANA, para designar a terra onde ela habitava. Segundo a lenda, teria sido assim que surgiu o nome de Viana para designar a então Átrio ou Adro.
   
Lenda do Rio Lethes  Existem várias lendas relacionadas com o Rio Lima mas esta é a mais conhecida e refere-se à passagem pela região de Décio Juno Bruto, comandante das legiões Romanas. 
Certo dia, Décio com as suas tropas, chegaram à margem de um rio, os soldados, ao observarem a paisagem maravilhosa, a tranquilidade e a pureza das águas desse rio, pensaram que estavam junto ao rio Lethes, o rio do esquecimento.
Reza a lenda, que quem atravessasse este rio, perderia completamente a memória. Nunca mais se lembraria da família, nem da Pátria.   Décio Bruto procurou um lugar seguro, onde os seus homens pudessem atravessar sem perigo e ordenou que iniciassem a travessia. Os soldados receando os poderes do rio recusaram-se a fazer a travessia.  O comandante das tropas romanas, pegou na bandeira e atravessou o rio. Já na outra margem, chamou pelos nomes dos seus homens, um a um, provando que não tinha perdido a memória e que a lenda do rio não era verdadeira. 


PUBLICADO digitalblueradio às 16:08 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
Que feio!Foi no meu blog, pegou meu texto, modific...
E um meio de sobrevive
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
blogs SAPO