O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
Eu,....
Não sou bom, nem mau,... sou assim, assim!
Tenho sentimentos belos, ás vezes, mas a ninguém interessam
mesmo que de graça os dê, sem nada pedir em troca, quem é que se importa?
Tenho tentado seguir sempre o caminho do coração,... e quem dá atênção?
Tenho uma grande capacidade de amar, só por amar... e a quem vai isso importar?
Dou coisas que a poucos lembraria, como,... poesia!
Sei que ás vezes falo com um inimigo mas esqueço e julgo estar a rir com um amigo...
Saí ferido de um grande amor e jurei não voltar a outra dor,
mas esqueço e volto á vida, convencido que vou vencer e volto a perder!
O meu coração aperta, quando alguém no chão a vida passa sem se levantar, sem ninguém a encontrar...
Doíem-me as guerras, os ódios, os desamores, dói-me alama quando alguém pisa flores,
Qunado ninguém escuta um velho,...uma criança a falar, quando ninguém escuta o murmurio de uma fonte, uma andorinha a voar.
Quando me encontro revolto, quando sou injustiçado e quando estou destroçado, juro matar tudo o resto que eu sou!
Mas,.. que fazer se viver para amar o destino me fadou?
Mas quando sou o outro que vive dentro de mim, e que eu sou de vez em quando....rebelde e prepotente,
caprichoso e arrogante, sinto o mundo ás avessas, cores escuras pintam-me a alma, o céu é cinzento, e em mim sopra com força o vento, causa grande confusão e fico sem coração!
Mas depois esse outro que anda por cá escondido, de repente, de fugida dá uma valente gargalhada e diz-me: Vive a vida.
E lá vou eu na enchurrada, no caudal das águas revoltas,..e vivo, e vivo,.. e dou voltas e voltas.
Volto a ser o que sou: Nem bom, nem mau,...assim, assim...
Dos outros não quero ser juiz, que isso não me diz respeito, mas no fundo algo me diz: " Trazem solidão no peito".
Passam, num movimento constante, sem sentido pela vida,..num movimento apressado, assim em forma disforme, nublada e distante, despidos de sentimentos, são nadas de semblante.
Os outros,....que sei eu deles?
Que vão de olhar cerrado e com ar amargurado, não olham sequer para mim!
São um mar de águas salgadas, com almas amarguradas, sem meio, principio e fim!
Dos outros,....nada sei!!!! Nem de mim!
PUBLICADO digitalblueradio às 14:50 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
Que feio!Foi no meu blog, pegou meu texto, modific...
E um meio de sobrevive
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
blogs SAPO