O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
Scorpions banda originária de Hanôver, Alemanha. 
Na Alemanha Ocidental, em 1965, os irmãos e guitarristas Michael e Rudolf Schenker decidem montar uma banda com os amigos Klaus Meine, Lothar Heimberg e Wolfgang Dziony.

Após gravarem uma demo, conseguem lançar o primeiro álbum, "Lonesome Crow", em 1972.
Lothar Heimberg e Wolfgang Dziony resolvem deixar o grupo.

Antes de deixar a banda, Michael indica o guitarrista Ulrich Roth como seu substituto. Roth, por sua vez, convida o baixista Francis Buchholz e o baterista Jürgen Rosenthal para completar o grupo. Fazem algumas apresentações e assinam com a RCA, que lança o segundo disco "Fly to the Rainbow", em 1974. No ano seguinte, Jürgen Rosenthal deixa a banda para se apresentar ao exército alemão, Rudy Lenners assume a bateria e o álbum "In Trance" faz sucesso em toda a Europa.

Em 1976, gravaram "Virgin Killer" e Lenners descobre que tem um problema no coração e sai da banda para se tratar, para o seu lugar entra Herman Rarebell. Em 1977, lançam o álbum "Taken by Force", e partem para o Japão, onde fizeram três shows. Essa passagem pelo oriente ficou registrada no clássico álbum duplo ao vivo "Tokyo Tapes", que marcou a saída do guitarrista Uli Jon Roth da banda após desentendimentos com Herman devido à música He's a woman, she's a man.
Em 1979, os Scorpions recrutam Matthias Jabs, no mesmo ano, é lançado o álbum "Lovedrive" no ano seguinte, a banda de Hannover lançam o álbum "Animal Magnetism". Em 1982, os Scorpions entram novamente em estúdios, como resultado, sai o álbum "Blackout". Em 1984, lançaram o álbum "Love at First Sting", que incluia os sucessos "Still Loving You" e  "Rock You Like a Hurricane". 

Em 1988, um novo álbum, denominado "Savage Amusement", é lançado, dando início a uma nova fase da banda, constituída de canções com críticas à sociedade, à religião, à família, etc. 
No início da década de 1990, tiveram êxito com o álbum "Crazy World" e a canção "Wind of Change", inspirado nas mudanças político-sociais ocorridas no Leste Europeu e também no fim da Guerra Fria. Além de "Wind of Change", Crazy World trazia "Tease Me, Please Me", "Don't Believe Her", "Send Me an Angel" e "Hit Between the Eyes".

Em 1992, sofrem uma baixa inesperada: Francis Buchholz resolve sair da banda e é substituído por Ralph Rieckermann. Em 1993, lançam o álbum "Face the Heat", que trazia a canção "Under the Same Sun" como o seu principal sucesso. 
O terceiro álbum ao vivo da carreira, "Live Bites" sai em 1995, e "Pure Instinct" é lançado em 1996. Herman Rarebell decide deixar a banda e abrir uma gravadora em Monte Carlo, chamada Monaco Records, com apoio do príncipe Albert de Mônaco. James Kottak torna-se o novo baterista dos Scorpions.
Gravam um álbum experimental chamado "Eye II Eye" em 1999. O próximo passo da banda foi algo de totalmente inédito: a gravação de um álbum com a Orquestra Filarmônica de Berlim, uma das mais conceituadas do mundo. Intitulado de "Moment of Glory" e lançado em 2000, esse álbum traz faixas como "Still Loving You", "Hurricane 2000"  e "Deadly Sting Suite" (um misto das músicas Crossfire, He's a Woman, She's a Man e Dynamite), entre outras, com novos arranjos orquestrados e que renderam o DVD "Moment of Glory", gravado ao vivo em Hannover, na Alemanha. Em 2004, lançam o álbum "Unbreakable", com o álbum também foi apresentado o novo baixista da banda: Paweł Mąciwoda, em substituição de Ralph Rieckermann, que deixou a banda.
O décimo sexto álbum de estúdio da banda, intitulado "Humanity: Hour I", foi lançado em 2007. Já em 2010 a banda anunciou que encerraria a carreira e que realizaria a sua última turnê, com o álbum "Sting in the Tail".
SCORPIONS






Álbuns de estúdio


1972 - Lonesome Crow 1974 - Fly to the Rainbow
1975 - In Trance 1976 - Virgin Killer 1977 - Taken by Force
1978 - Tokyo Tapes 1979 - Lovedrive 1980 - Animal Magnetism
1982 - Blackout 1984 - Love at First Sting   
1988 - Savage Amusement 1990 - Crazy World   
1993 - Face the Heat 1996 - Pure Instinct 1999 - Eye II Eye
2000 - Moment of Glory
2001 - Acoustica 2004 - Unbreakable 2007 - Humanity: Hour I
2010 - Sting in the Tail
Álbuns ao vivo: Tokyo Tapes · World Wide Live · Live Bites · Acoustica.
 A fechar, cantado ao vivo em Portugal "Always Somewhere"

PUBLICADO digitalblueradio às 20:00 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
Que feio!Foi no meu blog, pegou meu texto, modific...
E um meio de sobrevive
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
SAPO Blogs