O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
 Agatha Mary Clarissa Mallowan nasceu a 15 de Setembro de 1890 e faleceu a 12 de Janeiro de 1976, mundialmente conhecida como Agatha Christie, foi uma romancista policial britânica, autora de mais de oitenta livros. Conhecida como Duquesa da Morte, Rainha do Crime, criou os famosos personagens Hercule Poirot, Miss Marple, Tommy e Tuppence Beresford e Parker Pyne, entre outros. Agatha Christie escreveu também sobre o pseudônimo de Mary Westmacott.
 Autora de oitenta romances policiais e coleções de pequenas histórias, 19 peças e seis romances escritos sob o nome de Mary Westmacott. Agatha Christie foi pioneira ao fazer com que os desfechos de seus livros fossem extremamente impressionantes e inesperados, sendo praticamente impossível ao leitor descobrir quem é o assassino.
 Agatha Christie foi educada em casa até seus 16 anos, quando foi para uma escola de aperfeiçoamento em Paris, onde se destacou como cantora e pianista. Casou-se pela primeira vez em 1914, com o Coronel Archibald Christie, piloto do Corpo Real de Aviadores. O casal teve uma única filha, Rosalind.

Enquanto o marido esteve na Primeira Guerra Mundial, Agatha trabalhou num hospital e numa farmácia, funções que influenciaram seu trabalho: muitos dos assassinatos nos seus livros foram cometidos com o uso de veneno.
 Começou a escrever The Mysterious Affair at Styles em 1916, e o livro foi publicado em 1920 em seguida vieram The Secret Adversary, The Murder on the Links, The Man in the Brown Suit, Poirot Investigates e The Secret of Chimneys. Mas o sucesso veio em 1926 com a publicação de The Murder of Roger Ackroyd.
 A 3 de Dezembro de 1926, o seu marido Archie revela que está apaixonado por por outra mulher, Nancy Neele, quer o divórcio, e deixa a esposa, para passar um fim de semana com a amante e alguns amigos em Godalming, Surrey. Após chegar a casa e não encontrar o marido, Agatha abandonou a casa em Styles por volta das 21h45 daquela noite com uma pequena mala. Na manhã do dia 4 de Dezembro o seu carro foi encontrado perto do lago de Silent Pool em Newlands Corner, com os faróis acesos. Dentro do Morris Cowley verde deixou um casaco de pele e  a sua mala. O desaparecimento da autora tornou-se notícia quando a polícia publicou um relatório de pessoas desaparecidas, e passou-se a oferecer £100 para quem tivesse qualquer informação sobre a autora. Aviões e mergulhadores procuraram Agatha - ao todo a busca teve a ajuda de 15.000 voluntários.
 Várias informações foram acrescentadas à história do desaparecimento da autora, no livro The World of Agatha Christie. 

Agatha Christie estava desaparecida há 11 dias, desde que o seu carro havia sido encontrado no lago Silent Pool, e estava a ser  procurada por aviões(foi a primeira vez que se usou aviões para procurar alguem desaparecido em Inglaterra), quando a polícia soube que ela estava no Hydropathic Hotel , a autora estava hospedada sobre o nome de Teresa Neele (o mesmo sobrenome da amante de seu marido), dizia ser da Cidade do Cabo, e que era uma mãe de luto pela morte de seu filho. No hotel Agatha foi vista a dançar, a jogar bridge, a fazer palavras cruzadas e ler jornais. Curiosamente, a autora deixou um anúncio no The Times dizendo que Teresa Neele procura parentes e amigos da África do Sul. A autora foi reconhecida no hotel pelo músico Bob Sanders Tappin que reivindicou a recompensa de £100. Agatha foi encontrada pela polícia no dia 19 de Dezembro.

Várias teorias foram criadas para explicar o falso desaparecimento da autora, algumas pessoas defendem que o escândalo foi um golpe publicitário para aumentar a venda dos seus livros (The Murder of Roger Ackroyd lançado semanas antes do desaparecimento), outras que a intenção da autora era apenas vingar-se de Archibald, simulando sua morte para que o marido fosse acusado de assassiná-la, e finalmente há os que dizem que a autora realmente sofreu um acidente de carro e perdeu a memória.

Embora nos seus livros autobiográficos não haja quase nenhuma informação sobre o episódio de seu desaparecimento, acredita-se que, em "O Retrato", publicado sob o nome de Mary Westmacott, Agatha conte muito da sua história através da personagem Celia, que pensa em suicídio após ser abandonada pelo marido.

 Em 1927 Agatha voltou a escrever, com a publicação de The Big Four, protagonizado por Hercule Poirot. Mesmo após o escândalo de seu desaparecimento, Agatha só se separou de Archibald em 1928, dois anos após o incidente. No outono do mesmo ano, o arqueólogo britânico Leonard Woolley convidou Agatha para o Oriente Médio, onde conheceu  Max Mollowan (14 anos mais jovem), com quem se casou em 1930. A autora manteve seu nome como Agatha Christie porque assim estava celebrizada entre os seus leitores, mas em sua vida particular era chamada de Mrs. Mallowan. 
 Com o marido, Agatha viajou por todo o mundo, fazendo escavações e escreveu um livro sobre a experiência, Come, Tell Me How You Live. O casamento com Mallowan duraria até a morte da escritora. A sua única filha, Rosalind casou-se no início da Segunda Guerra Mundial, e em 1943 teve um filho, Mathew Prichard, o único neto de Agatha Christie. Agatha faleceu a 12 de Janeiro de 1976, com uma pneumonia. Encontra-se sepultada em St Mary Churchyard, Cholsey, Oxfordshire na Inglaterra.


PUBLICADO digitalblueradio às 18:53 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
Que feio!Foi no meu blog, pegou meu texto, modific...
E um meio de sobrevive
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
SAPO Blogs