O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
Eu sou uns olhos abertos na noite
Eu sou uma lágrima fria de orvalho
Eu sou a saudade dorida sem par
Eu sou uma noite de chuva a tombar
Eu sou uma noite fria, estrelada
Eu sou uma parte fugida de mim
Eu sou o tudo...o nada...o fim!

Eu sou uma boca quente,mas Sem beijos
Eu sou uns braços cruzados, vazios
Eu sou um sopro de vento que passa ligeiro
Eu sou uma voz que desmaia em suspiros...
Eu sou uma luz mortiça, quiçá apagada
Eu sou uma parte sozinha de mim
Eu sou o tudo...o nada..o fim !

Eu sou uma alma procurando alento
Eu sou um corpo de amor sedento
Eu sou o sangue que corre nas veias
Eu sou o pensamento que voa para ti
Eu sou o que está na vida esquecido
Eu sou uma sombra de mim
Eu sou o tudo...o nada o fim!

Eu sou aquele que não tem afecto
Eu sou o que voa no teu sentimento
Eu sou o que está longe e tão perto
Eu sou o que fica no teu esquecimento
Eu sou o que antes já foi amado
Eu sou o que vive sem vida,...eu sou esse,sim.
Eu sou o tudo...o nada...o fim!
  


PUBLICADO digitalblueradio às 18:55 | LINK DO POST
tags:
Eu sou uns olhos abertos na noite
Eu sou uma lágrima fria de orvalho
Eu sou a saudade dorida sem par
Eu sou uma noite de chuva a tombar
Eu sou uma noite fria, estrelada
Eu sou uma parte fugida de mim
Eu sou o tudo...o nada...o fim!

Eu sou uma boca quente,mas Sem beijos
Eu sou uns braços cruzados, vazios
Eu sou um sopro de vento que passa ligeiro
Eu sou uma voz que desmaia em suspiros...
Eu sou uma luz mortiça, quiçá apagada
Eu sou uma parte sozinha de mim
Eu sou o tudo...o nada..o fim !

Eu sou uma alma procurando alento
Eu sou um corpo de amor sedento
Eu sou o sangue que corre nas veias
Eu sou o pensamento que voa para ti
Eu sou o que está na vida esquecido
Eu sou uma sombra de mim
Eu sou o tudo...o nada o fim!

Eu sou aquele que não tem afecto
Eu sou o que voa no teu sentimento
Eu sou o que está longe e tão perto
Eu sou o que fica no teu esquecimento
Eu sou o que antes já foi amado
Eu sou o que vive sem vida,...eu sou esse,sim.
Eu sou o tudo...o nada...o fim!
  


PUBLICADO digitalblueradio às 18:55 | LINK DO POST
tags:
Eu sou uns olhos abertos na noite
Eu sou uma lágrima fria de orvalho
Eu sou a saudade dorida sem par
Eu sou uma noite de chuva a tombar
Eu sou uma noite fria, estrelada
Eu sou uma parte fugida de mim
Eu sou o tudo...o nada...o fim!

Eu sou uma boca quente,mas Sem beijos
Eu sou uns braços cruzados, vazios
Eu sou um sopro de vento que passa ligeiro
Eu sou uma voz que desmaia em suspiros...
Eu sou uma luz mortiça, quiçá apagada
Eu sou uma parte sozinha de mim
Eu sou o tudo...o nada..o fim !

Eu sou uma alma procurando alento
Eu sou um corpo de amor sedento
Eu sou o sangue que corre nas veias
Eu sou o pensamento que voa para ti
Eu sou o que está na vida esquecido
Eu sou uma sombra de mim
Eu sou o tudo...o nada o fim!

Eu sou aquele que não tem afecto
Eu sou o que voa no teu sentimento
Eu sou o que está longe e tão perto
Eu sou o que fica no teu esquecimento
Eu sou o que antes já foi amado
Eu sou o que vive sem vida,...eu sou esse,sim.
Eu sou o tudo...o nada...o fim!
  


PUBLICADO digitalblueradio às 18:55 | LINK DO POST
tags:
 Uma mulher entrou na igreja para se confessar
- Padre, o meu marido é um filho da p*ta!
Responde o padre
- Não digas isso, minha filha! Ele é teu marido!
Explica a mulher
- Mas senhor padre! Veja só: ontem, eu estava deitada no sofá a ver televisão, ele chega e coloca a mão na minha perna.
O padre
- Mas eu também já coloquei a mão na tua perna e não sou um filho da p*ta!
Continua a mulher
- Mas depois ele levantou-me a saia.
E o padre
- Eu também já te levantei a saia minha filha, 
e não sou um filho da p*ta!
Insiste a mulher
- Mas depois ele tirou-me as cuecas!
E o padre
- Eu também já te tirei as tuas cuecas,....
Continua a mulher
- Mas depois ele comeu-me!
Diz o padre
- Eu também já te comi e não sou um filho da p*ta!
Finaliza a mulher
- Mas, padre, depois de me comer, 
disse-me que tinha uma doença contagiosa!

E o padre


- Filho da P*TA!!
PUBLICADO digitalblueradio às 18:09 | LINK DO POST
tags:
 Uma mulher entrou na igreja para se confessar
- Padre, o meu marido é um filho da p*ta!
Responde o padre
- Não digas isso, minha filha! Ele é teu marido!
Explica a mulher
- Mas senhor padre! Veja só: ontem, eu estava deitada no sofá a ver televisão, ele chega e coloca a mão na minha perna.
O padre
- Mas eu também já coloquei a mão na tua perna e não sou um filho da p*ta!
Continua a mulher
- Mas depois ele levantou-me a saia.
E o padre
- Eu também já te levantei a saia minha filha, 
e não sou um filho da p*ta!
Insiste a mulher
- Mas depois ele tirou-me as cuecas!
E o padre
- Eu também já te tirei as tuas cuecas,....
Continua a mulher
- Mas depois ele comeu-me!
Diz o padre
- Eu também já te comi e não sou um filho da p*ta!
Finaliza a mulher
- Mas, padre, depois de me comer, 
disse-me que tinha uma doença contagiosa!

E o padre


- Filho da P*TA!!
PUBLICADO digitalblueradio às 18:09 | LINK DO POST
tags:
 Uma mulher entrou na igreja para se confessar
- Padre, o meu marido é um filho da p*ta!
Responde o padre
- Não digas isso, minha filha! Ele é teu marido!
Explica a mulher
- Mas senhor padre! Veja só: ontem, eu estava deitada no sofá a ver televisão, ele chega e coloca a mão na minha perna.
O padre
- Mas eu também já coloquei a mão na tua perna e não sou um filho da p*ta!
Continua a mulher
- Mas depois ele levantou-me a saia.
E o padre
- Eu também já te levantei a saia minha filha, 
e não sou um filho da p*ta!
Insiste a mulher
- Mas depois ele tirou-me as cuecas!
E o padre
- Eu também já te tirei as tuas cuecas,....
Continua a mulher
- Mas depois ele comeu-me!
Diz o padre
- Eu também já te comi e não sou um filho da p*ta!
Finaliza a mulher
- Mas, padre, depois de me comer, 
disse-me que tinha uma doença contagiosa!

E o padre


- Filho da P*TA!!
PUBLICADO digitalblueradio às 18:09 | LINK DO POST
tags:

Dois tipos de magia são discriminados pelos estudiosos de todas as épocas: a "Alta Magia" e a "Baixa Magia". Jamais devem ser confundidas com "Magia Negra" ou "Magia Branca"
A "Baixa Magia" é a magia de cunho terrestre, geralmente pagã baseada no desregramento dos sentidos. É baseada na carne, na terra, no suor e no sangue. É o tipo de ritual praticado pelas tribos ditas primitivas e pelos cultos afro-americanos em geral. A "Alta Magia" é a magia do controle, a magia do domínio da realidade pelo homem. É um tipo de magia intelectualizada e fria, baseada no espírito, ou melhor, na separação platônica da carne e do espírito. O "Mago" escraviza entidades, ordena coisas, e para tal tem que ser controlado tanto por dentro quanto por fora. O "Mago Cerimonial" (de Alta Magia) é um sujeito que pratica a abstinência dos prazeres corporais, pois só pode dominar o macrocosmos se o seu microcosmo estiver dominado. A missa é um exemplo de ritual de "Alta Magia", no sentido em que o padre prega, faz sermões, amedronta os outros participantes do ritual. "Eles comem a carne e bebem o sangue de cristo, recebendo o Espírito Santo". Tudo muito frio e ordenado, baseado no dogma de um livro. Na verdade a maioria dos magos cerimoniais era composta por padres ou abades. 
Hoje em dia o individualismo não permite mais religiões de massa. A religião do futuro ou é a ausência de religião ou uma religião individualizada. As pessoas já não precisam de ser aceites num determinado grupo social para sobreviverem, como antigamente. As pessoas hoje em dia já não dependem dos filhos para comer, controlamos a nossa fertilidade, tudo isto foram conquistas do homem ao longo dos tempos, mas se recuarmos aos promórdios da humanidade sabemos quem nem sempre foi assim, pois existiam outros métodos e formas de sobrevivência, com a existência de deuses que providenciavam o sustento dos povos. 
Pode não parecer mas esta evolução está interligada ao tema, hoje em dia muito poucos aguentam uma ladainha fora da realidade como a que acontece nas Igrejas, ninguém quer aprender hebraico e grego para chamar espíritos, estudar a cabala, hoje as pessoas muitos até acham ridiculas certas práticas, portanto o futuro da magia está na física quântica e na realidade virtual. A catarse das "raves" prova que o homem não deixou o corpo para trás, a "Informação" é o poder do "Mago moderno", que não trabalha nem com a pena nem com a espada, trabalha com o teclado, à velocidade da luz. O mago não trabalha na inocência ou na ordem, trabalha no "Caos". 
A "Magia" é a ciência dos segredos da Natureza. Para que ela funcione apropriadamente, um Bruxo deve trabalhar sempre em perfeita harmonia com as Leis da Natureza e da psique. "Magia é a ciência e a Arte". Ao contrário do que as pessoas pensam, a Magia não é fazer Rituais que interfiram na vida das pessoas, mas sim trabalhar com as energias da Natureza, do Universo e do próprio homem. Com o equilíbrio dessas energias vivemos em harmonia com a vida. A Magia é mais antiga que o Cristianismo, sendo a principal filosofia de diversas civilizações antigas.
 
A Magia ou a palavra Magia é mal utilizada para designar o acto do ilusionista, com os seus truques, Magia propriamente dita não tem nada a ver com esse conceito.
Existem várias práticas "Magicas", por exemplo a "Magia Sexual", conhecida no Oriente como Tantra, é a prática ritualística desenvolvida através das energias canalizadas do corpo físico, da mente e do espírito humano. O ato de criar outras vidas através de relações sexuais e instituir uma força, ou um vínculo energético entre as pessoas envolvidas, é visto como místico e sagrado. Como outras modalidades de Magia, a "Magia Sexual" também é um recurso usado como fonte do poder que fortalece as cerimônias ritualísticas para obter o auto-conhecimento através da exploração do próprio corpo, psique e alma. A "Magia Sexual" é uma das faces mais importantes da Magia moderna.   
A prática da "Magia Sexual" remete a sua origem às crenças pré-cristãs, sendo que os primeiros registros datam de 3000 a.C.. A Antiga Religião da Europa baseava-se em ritos de fertilidade para assegurar a proliferação de animais, plantas e humanos. O conceito pagão da atividade sexual era saudável e natural. Era a mais poderosa energia que os humanos podiam experimentar através dos próprios sentidos, com a manifestação afetiva de um indivíduo ou simplesmente a ação de compartilhar prazer e desejo carnal com outra pessoa. Assim, mulheres consagradas serviam aos deuses em templos, o homossexualismo e o heterossexualismo eram apenas definições das preferências sexuais, etc.                  

Existem dois canais de energia no corpo humano que estão associados ao sistema nervoso central e à medula espinhal, conhecidos no Ocidente como Lunar e Solar. Geralmente, entre os não-praticantes da Magia Sexual, apenas uma das correntes de energia está aberta e a fluir. Entre as mulheres, apenas a corrente lunar flui desimpedida. Entre os homens, apenas o canal solar está realmente livre. No caso dos homossexuais, essa situação está invertida. Em todas as situações, este fato causa um desequilíbrio e influencia negativamente várias esferas da vida humana. Portanto, segundo este raciocínio, o estado sexual natural é a bissexualidade, em que ambas as correntes fluem juntas em harmonia. A alma que habita o corpo físico não é masculina nem feminina. Desse modo, o sexo é meramente uma circunstância física. O fluxo harmonioso das correntes no corpo é simbolizado pelo antigo símbolo do Caduceu.                               
  "Caduceu"
Apesar de compor vários sistemas mágicos, atualmente, a maioria das tradições não incorpora a  Magia Sexual nas suas atividades. Isto deve-se á opção pessoal dos praticantes (principalmente devido as preocupações com as doenças sexualmente transmissíveis) e á pressão social de uma cultura onde o sexo é visto como algo pecaminoso e polémico. Deste modo, nos ritos sexuais modernos, são usadas representações simbólicas dos antigos elementos da fertilidade, sejam objetos que representem os genitais ou apenas uma dança ou encenação erótica.                        
Nas antigas crenças pagãs, os pólos femininos da criação eram reverenciados como sagrados e a mulher era vista como o principal canal gerador de vida. A Deusa era a divindade principal, responsável pela criação de todas as formas viventes. Dessa forma, os ritos que envolviam Magia Sexual, utilizavam-se de mulheres e do sangue menstrual como elementos principais do Altar Cerimonial. O "altar sagrado" é formado por uma mulher que se deita de costas, nua, com as pernas dobradas e afastadas (de forma que os calcanhares toquem as nádegas). Um cálice é colocado diretamente sobre o seu umbigo, ligando-o ao cordão umbilical etéreo da Deusa, a qual é invocada no seu corpo. Derrama-se o vinho sobre o cálice. O "Sumo Sacerdote" pinga três gotas de vinho, uma no clitóris e uma em cada mamilo, traçando uma linha imaginária que forma um triângulo no corpo feminino, tendo o útero como centro. Segue-se um beijo em cada ponto, enquanto a invocação é recitada. 
Os fluidos produzidos no corpo humano de forma natural ou através da estimulação sexual, também são utilizados nas cerimônias herdadas dos povos antigos que envolvem a  Magia Sexual, o vinho usado no ritual continha três gotas do sangue menstrual da "Suma Sacerdotisa" do clã, que unia magicamente os celebrantes nesta vida e nas próximas encarnações. Os caçadores e guerreiros eram ungidos com pinturas ritualísticas que continham sangue menstrual. Acreditava-se que ao unir o sangue de duas pessoas, criava-se um vínculo entre ambas. Ungir os mortos com o sangue era uma forma de assegurar o retorno à vida. O sêmen era considerado energia canalizada que vitalizava o praticante que o recebia.  
 
Para conhecer mais profundamente este mundo e outras curiosidades, como o controlo da mente humana, as mensagens subliminares, etc, procure no blog ILLUMINATI - MIDIA.
PUBLICADO digitalblueradio às 17:41 | LINK DO POST

Dois tipos de magia são discriminados pelos estudiosos de todas as épocas: a "Alta Magia" e a "Baixa Magia". Jamais devem ser confundidas com "Magia Negra" ou "Magia Branca"
A "Baixa Magia" é a magia de cunho terrestre, geralmente pagã baseada no desregramento dos sentidos. É baseada na carne, na terra, no suor e no sangue. É o tipo de ritual praticado pelas tribos ditas primitivas e pelos cultos afro-americanos em geral. A "Alta Magia" é a magia do controle, a magia do domínio da realidade pelo homem. É um tipo de magia intelectualizada e fria, baseada no espírito, ou melhor, na separação platônica da carne e do espírito. O "Mago" escraviza entidades, ordena coisas, e para tal tem que ser controlado tanto por dentro quanto por fora. O "Mago Cerimonial" (de Alta Magia) é um sujeito que pratica a abstinência dos prazeres corporais, pois só pode dominar o macrocosmos se o seu microcosmo estiver dominado. A missa é um exemplo de ritual de "Alta Magia", no sentido em que o padre prega, faz sermões, amedronta os outros participantes do ritual. "Eles comem a carne e bebem o sangue de cristo, recebendo o Espírito Santo". Tudo muito frio e ordenado, baseado no dogma de um livro. Na verdade a maioria dos magos cerimoniais era composta por padres ou abades. 
Hoje em dia o individualismo não permite mais religiões de massa. A religião do futuro ou é a ausência de religião ou uma religião individualizada. As pessoas já não precisam de ser aceites num determinado grupo social para sobreviverem, como antigamente. As pessoas hoje em dia já não dependem dos filhos para comer, controlamos a nossa fertilidade, tudo isto foram conquistas do homem ao longo dos tempos, mas se recuarmos aos promórdios da humanidade sabemos quem nem sempre foi assim, pois existiam outros métodos e formas de sobrevivência, com a existência de deuses que providenciavam o sustento dos povos. 
Pode não parecer mas esta evolução está interligada ao tema, hoje em dia muito poucos aguentam uma ladainha fora da realidade como a que acontece nas Igrejas, ninguém quer aprender hebraico e grego para chamar espíritos, estudar a cabala, hoje as pessoas muitos até acham ridiculas certas práticas, portanto o futuro da magia está na física quântica e na realidade virtual. A catarse das "raves" prova que o homem não deixou o corpo para trás, a "Informação" é o poder do "Mago moderno", que não trabalha nem com a pena nem com a espada, trabalha com o teclado, à velocidade da luz. O mago não trabalha na inocência ou na ordem, trabalha no "Caos". 
A "Magia" é a ciência dos segredos da Natureza. Para que ela funcione apropriadamente, um Bruxo deve trabalhar sempre em perfeita harmonia com as Leis da Natureza e da psique. "Magia é a ciência e a Arte". Ao contrário do que as pessoas pensam, a Magia não é fazer Rituais que interfiram na vida das pessoas, mas sim trabalhar com as energias da Natureza, do Universo e do próprio homem. Com o equilíbrio dessas energias vivemos em harmonia com a vida. A Magia é mais antiga que o Cristianismo, sendo a principal filosofia de diversas civilizações antigas.
 
A Magia ou a palavra Magia é mal utilizada para designar o acto do ilusionista, com os seus truques, Magia propriamente dita não tem nada a ver com esse conceito.
Existem várias práticas "Magicas", por exemplo a "Magia Sexual", conhecida no Oriente como Tantra, é a prática ritualística desenvolvida através das energias canalizadas do corpo físico, da mente e do espírito humano. O ato de criar outras vidas através de relações sexuais e instituir uma força, ou um vínculo energético entre as pessoas envolvidas, é visto como místico e sagrado. Como outras modalidades de Magia, a "Magia Sexual" também é um recurso usado como fonte do poder que fortalece as cerimônias ritualísticas para obter o auto-conhecimento através da exploração do próprio corpo, psique e alma. A "Magia Sexual" é uma das faces mais importantes da Magia moderna.   
A prática da "Magia Sexual" remete a sua origem às crenças pré-cristãs, sendo que os primeiros registros datam de 3000 a.C.. A Antiga Religião da Europa baseava-se em ritos de fertilidade para assegurar a proliferação de animais, plantas e humanos. O conceito pagão da atividade sexual era saudável e natural. Era a mais poderosa energia que os humanos podiam experimentar através dos próprios sentidos, com a manifestação afetiva de um indivíduo ou simplesmente a ação de compartilhar prazer e desejo carnal com outra pessoa. Assim, mulheres consagradas serviam aos deuses em templos, o homossexualismo e o heterossexualismo eram apenas definições das preferências sexuais, etc.                  

Existem dois canais de energia no corpo humano que estão associados ao sistema nervoso central e à medula espinhal, conhecidos no Ocidente como Lunar e Solar. Geralmente, entre os não-praticantes da Magia Sexual, apenas uma das correntes de energia está aberta e a fluir. Entre as mulheres, apenas a corrente lunar flui desimpedida. Entre os homens, apenas o canal solar está realmente livre. No caso dos homossexuais, essa situação está invertida. Em todas as situações, este fato causa um desequilíbrio e influencia negativamente várias esferas da vida humana. Portanto, segundo este raciocínio, o estado sexual natural é a bissexualidade, em que ambas as correntes fluem juntas em harmonia. A alma que habita o corpo físico não é masculina nem feminina. Desse modo, o sexo é meramente uma circunstância física. O fluxo harmonioso das correntes no corpo é simbolizado pelo antigo símbolo do Caduceu.                               
  "Caduceu"
Apesar de compor vários sistemas mágicos, atualmente, a maioria das tradições não incorpora a  Magia Sexual nas suas atividades. Isto deve-se á opção pessoal dos praticantes (principalmente devido as preocupações com as doenças sexualmente transmissíveis) e á pressão social de uma cultura onde o sexo é visto como algo pecaminoso e polémico. Deste modo, nos ritos sexuais modernos, são usadas representações simbólicas dos antigos elementos da fertilidade, sejam objetos que representem os genitais ou apenas uma dança ou encenação erótica.                        
Nas antigas crenças pagãs, os pólos femininos da criação eram reverenciados como sagrados e a mulher era vista como o principal canal gerador de vida. A Deusa era a divindade principal, responsável pela criação de todas as formas viventes. Dessa forma, os ritos que envolviam Magia Sexual, utilizavam-se de mulheres e do sangue menstrual como elementos principais do Altar Cerimonial. O "altar sagrado" é formado por uma mulher que se deita de costas, nua, com as pernas dobradas e afastadas (de forma que os calcanhares toquem as nádegas). Um cálice é colocado diretamente sobre o seu umbigo, ligando-o ao cordão umbilical etéreo da Deusa, a qual é invocada no seu corpo. Derrama-se o vinho sobre o cálice. O "Sumo Sacerdote" pinga três gotas de vinho, uma no clitóris e uma em cada mamilo, traçando uma linha imaginária que forma um triângulo no corpo feminino, tendo o útero como centro. Segue-se um beijo em cada ponto, enquanto a invocação é recitada. 
Os fluidos produzidos no corpo humano de forma natural ou através da estimulação sexual, também são utilizados nas cerimônias herdadas dos povos antigos que envolvem a  Magia Sexual, o vinho usado no ritual continha três gotas do sangue menstrual da "Suma Sacerdotisa" do clã, que unia magicamente os celebrantes nesta vida e nas próximas encarnações. Os caçadores e guerreiros eram ungidos com pinturas ritualísticas que continham sangue menstrual. Acreditava-se que ao unir o sangue de duas pessoas, criava-se um vínculo entre ambas. Ungir os mortos com o sangue era uma forma de assegurar o retorno à vida. O sêmen era considerado energia canalizada que vitalizava o praticante que o recebia.  
 
Para conhecer mais profundamente este mundo e outras curiosidades, como o controlo da mente humana, as mensagens subliminares, etc, procure no blog ILLUMINATI - MIDIA.
PUBLICADO digitalblueradio às 17:41 | LINK DO POST

Dois tipos de magia são discriminados pelos estudiosos de todas as épocas: a "Alta Magia" e a "Baixa Magia". Jamais devem ser confundidas com "Magia Negra" ou "Magia Branca"
A "Baixa Magia" é a magia de cunho terrestre, geralmente pagã baseada no desregramento dos sentidos. É baseada na carne, na terra, no suor e no sangue. É o tipo de ritual praticado pelas tribos ditas primitivas e pelos cultos afro-americanos em geral. A "Alta Magia" é a magia do controle, a magia do domínio da realidade pelo homem. É um tipo de magia intelectualizada e fria, baseada no espírito, ou melhor, na separação platônica da carne e do espírito. O "Mago" escraviza entidades, ordena coisas, e para tal tem que ser controlado tanto por dentro quanto por fora. O "Mago Cerimonial" (de Alta Magia) é um sujeito que pratica a abstinência dos prazeres corporais, pois só pode dominar o macrocosmos se o seu microcosmo estiver dominado. A missa é um exemplo de ritual de "Alta Magia", no sentido em que o padre prega, faz sermões, amedronta os outros participantes do ritual. "Eles comem a carne e bebem o sangue de cristo, recebendo o Espírito Santo". Tudo muito frio e ordenado, baseado no dogma de um livro. Na verdade a maioria dos magos cerimoniais era composta por padres ou abades. 
Hoje em dia o individualismo não permite mais religiões de massa. A religião do futuro ou é a ausência de religião ou uma religião individualizada. As pessoas já não precisam de ser aceites num determinado grupo social para sobreviverem, como antigamente. As pessoas hoje em dia já não dependem dos filhos para comer, controlamos a nossa fertilidade, tudo isto foram conquistas do homem ao longo dos tempos, mas se recuarmos aos promórdios da humanidade sabemos quem nem sempre foi assim, pois existiam outros métodos e formas de sobrevivência, com a existência de deuses que providenciavam o sustento dos povos. 
Pode não parecer mas esta evolução está interligada ao tema, hoje em dia muito poucos aguentam uma ladainha fora da realidade como a que acontece nas Igrejas, ninguém quer aprender hebraico e grego para chamar espíritos, estudar a cabala, hoje as pessoas muitos até acham ridiculas certas práticas, portanto o futuro da magia está na física quântica e na realidade virtual. A catarse das "raves" prova que o homem não deixou o corpo para trás, a "Informação" é o poder do "Mago moderno", que não trabalha nem com a pena nem com a espada, trabalha com o teclado, à velocidade da luz. O mago não trabalha na inocência ou na ordem, trabalha no "Caos". 
A "Magia" é a ciência dos segredos da Natureza. Para que ela funcione apropriadamente, um Bruxo deve trabalhar sempre em perfeita harmonia com as Leis da Natureza e da psique. "Magia é a ciência e a Arte". Ao contrário do que as pessoas pensam, a Magia não é fazer Rituais que interfiram na vida das pessoas, mas sim trabalhar com as energias da Natureza, do Universo e do próprio homem. Com o equilíbrio dessas energias vivemos em harmonia com a vida. A Magia é mais antiga que o Cristianismo, sendo a principal filosofia de diversas civilizações antigas.
 
A Magia ou a palavra Magia é mal utilizada para designar o acto do ilusionista, com os seus truques, Magia propriamente dita não tem nada a ver com esse conceito.
Existem várias práticas "Magicas", por exemplo a "Magia Sexual", conhecida no Oriente como Tantra, é a prática ritualística desenvolvida através das energias canalizadas do corpo físico, da mente e do espírito humano. O ato de criar outras vidas através de relações sexuais e instituir uma força, ou um vínculo energético entre as pessoas envolvidas, é visto como místico e sagrado. Como outras modalidades de Magia, a "Magia Sexual" também é um recurso usado como fonte do poder que fortalece as cerimônias ritualísticas para obter o auto-conhecimento através da exploração do próprio corpo, psique e alma. A "Magia Sexual" é uma das faces mais importantes da Magia moderna.   
A prática da "Magia Sexual" remete a sua origem às crenças pré-cristãs, sendo que os primeiros registros datam de 3000 a.C.. A Antiga Religião da Europa baseava-se em ritos de fertilidade para assegurar a proliferação de animais, plantas e humanos. O conceito pagão da atividade sexual era saudável e natural. Era a mais poderosa energia que os humanos podiam experimentar através dos próprios sentidos, com a manifestação afetiva de um indivíduo ou simplesmente a ação de compartilhar prazer e desejo carnal com outra pessoa. Assim, mulheres consagradas serviam aos deuses em templos, o homossexualismo e o heterossexualismo eram apenas definições das preferências sexuais, etc.                  

Existem dois canais de energia no corpo humano que estão associados ao sistema nervoso central e à medula espinhal, conhecidos no Ocidente como Lunar e Solar. Geralmente, entre os não-praticantes da Magia Sexual, apenas uma das correntes de energia está aberta e a fluir. Entre as mulheres, apenas a corrente lunar flui desimpedida. Entre os homens, apenas o canal solar está realmente livre. No caso dos homossexuais, essa situação está invertida. Em todas as situações, este fato causa um desequilíbrio e influencia negativamente várias esferas da vida humana. Portanto, segundo este raciocínio, o estado sexual natural é a bissexualidade, em que ambas as correntes fluem juntas em harmonia. A alma que habita o corpo físico não é masculina nem feminina. Desse modo, o sexo é meramente uma circunstância física. O fluxo harmonioso das correntes no corpo é simbolizado pelo antigo símbolo do Caduceu.                               
  "Caduceu"
Apesar de compor vários sistemas mágicos, atualmente, a maioria das tradições não incorpora a  Magia Sexual nas suas atividades. Isto deve-se á opção pessoal dos praticantes (principalmente devido as preocupações com as doenças sexualmente transmissíveis) e á pressão social de uma cultura onde o sexo é visto como algo pecaminoso e polémico. Deste modo, nos ritos sexuais modernos, são usadas representações simbólicas dos antigos elementos da fertilidade, sejam objetos que representem os genitais ou apenas uma dança ou encenação erótica.                        
Nas antigas crenças pagãs, os pólos femininos da criação eram reverenciados como sagrados e a mulher era vista como o principal canal gerador de vida. A Deusa era a divindade principal, responsável pela criação de todas as formas viventes. Dessa forma, os ritos que envolviam Magia Sexual, utilizavam-se de mulheres e do sangue menstrual como elementos principais do Altar Cerimonial. O "altar sagrado" é formado por uma mulher que se deita de costas, nua, com as pernas dobradas e afastadas (de forma que os calcanhares toquem as nádegas). Um cálice é colocado diretamente sobre o seu umbigo, ligando-o ao cordão umbilical etéreo da Deusa, a qual é invocada no seu corpo. Derrama-se o vinho sobre o cálice. O "Sumo Sacerdote" pinga três gotas de vinho, uma no clitóris e uma em cada mamilo, traçando uma linha imaginária que forma um triângulo no corpo feminino, tendo o útero como centro. Segue-se um beijo em cada ponto, enquanto a invocação é recitada. 
Os fluidos produzidos no corpo humano de forma natural ou através da estimulação sexual, também são utilizados nas cerimônias herdadas dos povos antigos que envolvem a  Magia Sexual, o vinho usado no ritual continha três gotas do sangue menstrual da "Suma Sacerdotisa" do clã, que unia magicamente os celebrantes nesta vida e nas próximas encarnações. Os caçadores e guerreiros eram ungidos com pinturas ritualísticas que continham sangue menstrual. Acreditava-se que ao unir o sangue de duas pessoas, criava-se um vínculo entre ambas. Ungir os mortos com o sangue era uma forma de assegurar o retorno à vida. O sêmen era considerado energia canalizada que vitalizava o praticante que o recebia.  
 
Para conhecer mais profundamente este mundo e outras curiosidades, como o controlo da mente humana, as mensagens subliminares, etc, procure no blog ILLUMINATI - MIDIA.
PUBLICADO digitalblueradio às 17:41 | LINK DO POST
Saudade, é a angústia de sentir ainda o calor do teu abraço
e saber que estás distante meu amor.
Saudade, é ser ave de asas cortadas
e não poder voar ao teu encontro.
Saudade, é olhar o teu lugar à mesa vazio
e a comida quente saber a frio.
Saudade, é o sol encoberto
como que a esconder as lágrimas da alma.
Saudade, é o silêncio que nos apaga o sorriso.
Saudade, é um velho marinheiro
a arrastar o olhar pelo oceano em busca de novas marés.
Saudade, é um mar-chão sem ondas de ilusão.
Saudade, é uma maré vaza 
que põe à mostra toda a tristeza que guardamos no coração.
  Eduardo Roseira
Paula Fernandes - Meu Eu Em Você (Ao Vivo)
PUBLICADO digitalblueradio às 09:54 | LINK DO POST
tags:
Saudade, é a angústia de sentir ainda o calor do teu abraço
e saber que estás distante meu amor.
Saudade, é ser ave de asas cortadas
e não poder voar ao teu encontro.
Saudade, é olhar o teu lugar à mesa vazio
e a comida quente saber a frio.
Saudade, é o sol encoberto
como que a esconder as lágrimas da alma.
Saudade, é o silêncio que nos apaga o sorriso.
Saudade, é um velho marinheiro
a arrastar o olhar pelo oceano em busca de novas marés.
Saudade, é um mar-chão sem ondas de ilusão.
Saudade, é uma maré vaza 
que põe à mostra toda a tristeza que guardamos no coração.
  Eduardo Roseira
Paula Fernandes - Meu Eu Em Você (Ao Vivo)
PUBLICADO digitalblueradio às 09:54 | LINK DO POST
tags:
Saudade, é a angústia de sentir ainda o calor do teu abraço
e saber que estás distante meu amor.
Saudade, é ser ave de asas cortadas
e não poder voar ao teu encontro.
Saudade, é olhar o teu lugar à mesa vazio
e a comida quente saber a frio.
Saudade, é o sol encoberto
como que a esconder as lágrimas da alma.
Saudade, é o silêncio que nos apaga o sorriso.
Saudade, é um velho marinheiro
a arrastar o olhar pelo oceano em busca de novas marés.
Saudade, é um mar-chão sem ondas de ilusão.
Saudade, é uma maré vaza 
que põe à mostra toda a tristeza que guardamos no coração.
  Eduardo Roseira
Paula Fernandes - Meu Eu Em Você (Ao Vivo)
PUBLICADO digitalblueradio às 09:54 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
31994042009
Perfeito. Me sinto da mesma forma. Parece que desc...
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
subscrever feeds
SAPO Blogs