O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
Algures, ocultos pela vastidão do espaço existem planetas tão estranhos que nem a ficção ciêntifica os poderia imaginar. Pela primeira vez os cientistas estão a descobrir mundos extraterrestres.
PUBLICADO digitalblueradio às 18:18 | LINK DO POST
Algures, ocultos pela vastidão do espaço existem planetas tão estranhos que nem a ficção ciêntifica os poderia imaginar. Pela primeira vez os cientistas estão a descobrir mundos extraterrestres.
PUBLICADO digitalblueradio às 18:18 | LINK DO POST
Algures, ocultos pela vastidão do espaço existem planetas tão estranhos que nem a ficção ciêntifica os poderia imaginar. Pela primeira vez os cientistas estão a descobrir mundos extraterrestres.
PUBLICADO digitalblueradio às 18:18 | LINK DO POST
 A lenda do galo de Barcelos já é muito antiga. Diz-se que tudo aconteceu no séc. XVI...
Conta a lenda que todos andavam muito assustados em Barcelos por causa de um crime que lá se tinha passado. É que o criminoso ainda não tinha sido descoberto e isso deixava as pessoas com medo.
 Certo dia, apareceu na zona um galego (espanhol da região da Galiza) que passou logo a ser o principal suspeito. As autoridades acharam que era ele o culpado pelo crime e prenderam-no.
O galego defendeu-se, dizendo que ia a caminho de Santiago de Compostela para pagar uma promessa, mas ninguém acreditou nele.
Com toda a gente contra o galego, e ele sem poder provar que estava inocente, acabou por ser condenado à forca.
 Como última vontade, o galego pediu que o levassem até ao juiz que o tinha condenado. Quando o galego chegou a casa do juiz, ele estava a deliciar-se com os amigos com um grande banquete. Voltou a dizer que estava inocente, mas, mais uma vez, ninguém acreditou nele...
 Então, o condenado reparou num galo assado que estava numa travessa na mesa, prontinho para ser comido, e disse:
- É tão certo eu estar inocente como certo é esse galo cantar quando me enforcarem.
Todos se riram da afirmação do homem mas, mesmo assim, resolveram não comer o galo.
Mas, quando chegou a hora de enforcarem o galego, na casa do juiz o galo assado levantou-se e cantou.
 Afinal, o homem estava mesmo inocente!
O juiz correu até ao sítio onde ele estava prestes a ser enforcado e mandou soltá-lo imediatamente.
Passados alguns anos, o galego voltou a Barcelos e mandou construir um monumento em louvor à Virgem e a São Tiago para lhes mostrar o seu reconhecimento.


PUBLICADO digitalblueradio às 16:54 | LINK DO POST
tags:
 A lenda do galo de Barcelos já é muito antiga. Diz-se que tudo aconteceu no séc. XVI...
Conta a lenda que todos andavam muito assustados em Barcelos por causa de um crime que lá se tinha passado. É que o criminoso ainda não tinha sido descoberto e isso deixava as pessoas com medo.
 Certo dia, apareceu na zona um galego (espanhol da região da Galiza) que passou logo a ser o principal suspeito. As autoridades acharam que era ele o culpado pelo crime e prenderam-no.
O galego defendeu-se, dizendo que ia a caminho de Santiago de Compostela para pagar uma promessa, mas ninguém acreditou nele.
Com toda a gente contra o galego, e ele sem poder provar que estava inocente, acabou por ser condenado à forca.
 Como última vontade, o galego pediu que o levassem até ao juiz que o tinha condenado. Quando o galego chegou a casa do juiz, ele estava a deliciar-se com os amigos com um grande banquete. Voltou a dizer que estava inocente, mas, mais uma vez, ninguém acreditou nele...
 Então, o condenado reparou num galo assado que estava numa travessa na mesa, prontinho para ser comido, e disse:
- É tão certo eu estar inocente como certo é esse galo cantar quando me enforcarem.
Todos se riram da afirmação do homem mas, mesmo assim, resolveram não comer o galo.
Mas, quando chegou a hora de enforcarem o galego, na casa do juiz o galo assado levantou-se e cantou.
 Afinal, o homem estava mesmo inocente!
O juiz correu até ao sítio onde ele estava prestes a ser enforcado e mandou soltá-lo imediatamente.
Passados alguns anos, o galego voltou a Barcelos e mandou construir um monumento em louvor à Virgem e a São Tiago para lhes mostrar o seu reconhecimento.


PUBLICADO digitalblueradio às 16:54 | LINK DO POST
tags:
 A lenda do galo de Barcelos já é muito antiga. Diz-se que tudo aconteceu no séc. XVI...
Conta a lenda que todos andavam muito assustados em Barcelos por causa de um crime que lá se tinha passado. É que o criminoso ainda não tinha sido descoberto e isso deixava as pessoas com medo.
 Certo dia, apareceu na zona um galego (espanhol da região da Galiza) que passou logo a ser o principal suspeito. As autoridades acharam que era ele o culpado pelo crime e prenderam-no.
O galego defendeu-se, dizendo que ia a caminho de Santiago de Compostela para pagar uma promessa, mas ninguém acreditou nele.
Com toda a gente contra o galego, e ele sem poder provar que estava inocente, acabou por ser condenado à forca.
 Como última vontade, o galego pediu que o levassem até ao juiz que o tinha condenado. Quando o galego chegou a casa do juiz, ele estava a deliciar-se com os amigos com um grande banquete. Voltou a dizer que estava inocente, mas, mais uma vez, ninguém acreditou nele...
 Então, o condenado reparou num galo assado que estava numa travessa na mesa, prontinho para ser comido, e disse:
- É tão certo eu estar inocente como certo é esse galo cantar quando me enforcarem.
Todos se riram da afirmação do homem mas, mesmo assim, resolveram não comer o galo.
Mas, quando chegou a hora de enforcarem o galego, na casa do juiz o galo assado levantou-se e cantou.
 Afinal, o homem estava mesmo inocente!
O juiz correu até ao sítio onde ele estava prestes a ser enforcado e mandou soltá-lo imediatamente.
Passados alguns anos, o galego voltou a Barcelos e mandou construir um monumento em louvor à Virgem e a São Tiago para lhes mostrar o seu reconhecimento.


PUBLICADO digitalblueradio às 16:54 | LINK DO POST
tags:
 "TUDO O QUE TE DOU"
"A CASA DA MARIQUINHAS"
PUBLICADO digitalblueradio às 12:57 | LINK DO POST
tags:
 "TUDO O QUE TE DOU"
"A CASA DA MARIQUINHAS"
PUBLICADO digitalblueradio às 12:57 | LINK DO POST
tags:
 "TUDO O QUE TE DOU"
"A CASA DA MARIQUINHAS"
PUBLICADO digitalblueradio às 12:57 | LINK DO POST
tags:
Paulo Bragança é um cantor e fadista português moderno, que atingiu o pico da sua popularidade na década de 1990. Nasceu em Angola e veio para Portugal com os seus pais com doze anos, acabando por ir viver para a cidade de Bragança. Desde muito novo esteve exposto ao fado pelo facto do seu pai tocar guitarra portuguesa como fadista amador. Paulo Bragança foi estudou em Lisboa num curso de Direito e começou a cantar no Bairro Alto. Gravou o seu primeiro trabalho em 1991.
Nos primeiros tempos, Paulo Bragança tentava chocar os mais tradicionalistas do mundo do fado pela forma de vestir, usando camisolas de manga curta ou casacos de cabedal e calçando botas de combate ou cantando descalço. Cantar descalço seria um pormenor pelo qual passaria a ser imensamente reconhecido. Em 1993, participou no 29º Festival RTP da Canção com José Cid, tendo o tema "O Poeta, o Pintor e o Músico" arrecadado o 2º lugar, numa edição vencido por Anabela.
O seu segundo álbum "Amai" foi editado em 1994. No cinema, participou no filme "Tráfico" de João Botelho, em 1997, no papel de "Padre Lino", ao lado de nomes como Margarida Emília Correia, Alexandra Lencastre, Laura Soveral, Isabel de Castro, João Perry, Rita Blanco ou Canto e Castro. 
PUBLICADO digitalblueradio às 12:43 | LINK DO POST
Paulo Bragança é um cantor e fadista português moderno, que atingiu o pico da sua popularidade na década de 1990. Nasceu em Angola e veio para Portugal com os seus pais com doze anos, acabando por ir viver para a cidade de Bragança. Desde muito novo esteve exposto ao fado pelo facto do seu pai tocar guitarra portuguesa como fadista amador. Paulo Bragança foi estudou em Lisboa num curso de Direito e começou a cantar no Bairro Alto. Gravou o seu primeiro trabalho em 1991.
Nos primeiros tempos, Paulo Bragança tentava chocar os mais tradicionalistas do mundo do fado pela forma de vestir, usando camisolas de manga curta ou casacos de cabedal e calçando botas de combate ou cantando descalço. Cantar descalço seria um pormenor pelo qual passaria a ser imensamente reconhecido. Em 1993, participou no 29º Festival RTP da Canção com José Cid, tendo o tema "O Poeta, o Pintor e o Músico" arrecadado o 2º lugar, numa edição vencido por Anabela.
O seu segundo álbum "Amai" foi editado em 1994. No cinema, participou no filme "Tráfico" de João Botelho, em 1997, no papel de "Padre Lino", ao lado de nomes como Margarida Emília Correia, Alexandra Lencastre, Laura Soveral, Isabel de Castro, João Perry, Rita Blanco ou Canto e Castro. 
PUBLICADO digitalblueradio às 12:43 | LINK DO POST
Paulo Bragança é um cantor e fadista português moderno, que atingiu o pico da sua popularidade na década de 1990. Nasceu em Angola e veio para Portugal com os seus pais com doze anos, acabando por ir viver para a cidade de Bragança. Desde muito novo esteve exposto ao fado pelo facto do seu pai tocar guitarra portuguesa como fadista amador. Paulo Bragança foi estudou em Lisboa num curso de Direito e começou a cantar no Bairro Alto. Gravou o seu primeiro trabalho em 1991.
Nos primeiros tempos, Paulo Bragança tentava chocar os mais tradicionalistas do mundo do fado pela forma de vestir, usando camisolas de manga curta ou casacos de cabedal e calçando botas de combate ou cantando descalço. Cantar descalço seria um pormenor pelo qual passaria a ser imensamente reconhecido. Em 1993, participou no 29º Festival RTP da Canção com José Cid, tendo o tema "O Poeta, o Pintor e o Músico" arrecadado o 2º lugar, numa edição vencido por Anabela.
O seu segundo álbum "Amai" foi editado em 1994. No cinema, participou no filme "Tráfico" de João Botelho, em 1997, no papel de "Padre Lino", ao lado de nomes como Margarida Emília Correia, Alexandra Lencastre, Laura Soveral, Isabel de Castro, João Perry, Rita Blanco ou Canto e Castro. 
PUBLICADO digitalblueradio às 12:43 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
31994042009
Perfeito. Me sinto da mesma forma. Parece que desc...
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
subscrever feeds
SAPO Blogs