O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
Nas noticias do dia-a-dia o que mais se houve falar são de acidentes muitos deles causados, por excesso de álcool no sangue. Muitas são as vitimas,familias destruidas porque um qualquer imbecil decidiu conduzir depois de ter ingerido alcool, eles estão sempre bem, sentem-se sempre em condições....mas muitas são as mortes,...familias completamente destruidas.
O video que vos deixo é uma dramatização, mas indentifica muito da realidade que vemos por aí.
Não é necessário entender a lingua do filme, você vai compreender.
PUBLICADO digitalblueradio às 22:24 | LINK DO POST
tags:
Nas noticias do dia-a-dia o que mais se houve falar são de acidentes muitos deles causados, por excesso de álcool no sangue. Muitas são as vitimas,familias destruidas porque um qualquer imbecil decidiu conduzir depois de ter ingerido alcool, eles estão sempre bem, sentem-se sempre em condições....mas muitas são as mortes,...familias completamente destruidas.
O video que vos deixo é uma dramatização, mas indentifica muito da realidade que vemos por aí.
Não é necessário entender a lingua do filme, você vai compreender.
PUBLICADO digitalblueradio às 22:24 | LINK DO POST
tags:
Nas noticias do dia-a-dia o que mais se houve falar são de acidentes muitos deles causados, por excesso de álcool no sangue. Muitas são as vitimas,familias destruidas porque um qualquer imbecil decidiu conduzir depois de ter ingerido alcool, eles estão sempre bem, sentem-se sempre em condições....mas muitas são as mortes,...familias completamente destruidas.
O video que vos deixo é uma dramatização, mas indentifica muito da realidade que vemos por aí.
Não é necessário entender a lingua do filme, você vai compreender.
PUBLICADO digitalblueradio às 22:24 | LINK DO POST
tags:
PUBLICADO digitalblueradio às 18:49 | LINK DO POST
PUBLICADO digitalblueradio às 18:49 | LINK DO POST
PUBLICADO digitalblueradio às 18:49 | LINK DO POST
 José Joaquim Cesário Verde nasceu em Lisboa a 25 de Fevereiro de 1855 e faleceu a 19 de Julho de 1886

Filho do lavrador e comerciante José Anastácio Verde e de Maria da Piedade dos Santos Verde, Cesário matriculou-se no Curso Superior de Letras em 1873, mas apenas o frequentou alguns meses. Ali conheceu Silva Pinto, que ficou seu amigo para o resto da vida. Dividia-se entre a produção de poesias (publicadas em jornais) e as actividades de comerciante herdadas do pai.

Em 1877 começou a ter sintomas de tuberculose, doença que já lhe tirara o irmão e a irmã. Estas mortes inspiraram contudo um de seus principais poemas, Nós (1884).

Tenta curar-se da tuberculose, mas sem sucesso, vem a falecer no dia 19 de Julho de 1886. 
 Cantar Cesário Verde


PUBLICADO digitalblueradio às 16:32 | LINK DO POST
 José Joaquim Cesário Verde nasceu em Lisboa a 25 de Fevereiro de 1855 e faleceu a 19 de Julho de 1886

Filho do lavrador e comerciante José Anastácio Verde e de Maria da Piedade dos Santos Verde, Cesário matriculou-se no Curso Superior de Letras em 1873, mas apenas o frequentou alguns meses. Ali conheceu Silva Pinto, que ficou seu amigo para o resto da vida. Dividia-se entre a produção de poesias (publicadas em jornais) e as actividades de comerciante herdadas do pai.

Em 1877 começou a ter sintomas de tuberculose, doença que já lhe tirara o irmão e a irmã. Estas mortes inspiraram contudo um de seus principais poemas, Nós (1884).

Tenta curar-se da tuberculose, mas sem sucesso, vem a falecer no dia 19 de Julho de 1886. 
 Cantar Cesário Verde


PUBLICADO digitalblueradio às 16:32 | LINK DO POST
 José Joaquim Cesário Verde nasceu em Lisboa a 25 de Fevereiro de 1855 e faleceu a 19 de Julho de 1886

Filho do lavrador e comerciante José Anastácio Verde e de Maria da Piedade dos Santos Verde, Cesário matriculou-se no Curso Superior de Letras em 1873, mas apenas o frequentou alguns meses. Ali conheceu Silva Pinto, que ficou seu amigo para o resto da vida. Dividia-se entre a produção de poesias (publicadas em jornais) e as actividades de comerciante herdadas do pai.

Em 1877 começou a ter sintomas de tuberculose, doença que já lhe tirara o irmão e a irmã. Estas mortes inspiraram contudo um de seus principais poemas, Nós (1884).

Tenta curar-se da tuberculose, mas sem sucesso, vem a falecer no dia 19 de Julho de 1886. 
 Cantar Cesário Verde


PUBLICADO digitalblueradio às 16:32 | LINK DO POST
tags:
A toxicodependência é um dos problemas sociais mais graves do nosso tempo. Ninguém fica alheio a esta realidade. Se aceitarmos que a toxicodependência é um problema social, então temos que aceitar também que o problema é de todos, ou seja, é de cada um, uma responsabilidade de todos e de cada um. Esta ligação entre o social e o individual, responsabiliznado ao mesmo tempo as pessoas e as organizações, é a marca comum de todos os problemas do nosso tempo, tais como, guerras, fome, justiça social, participação e cidadania, exclusão, racismo, violência, segurança, consumismo. São problemas que resultam da forma como a sociedade está organizada e somos nós que a organizamos.
Significa que somos todos responsáveis? Significa que todos temos culpa?...Pensar assim é olhar para o pretérito. A ideia de responsabilidade aponta para o futuro, para a gestão do problema. É aí que todos temos um papel a desempenhar, todos temos de assumir que a nossa colaboração é fundamental. A colaboração de cada um começa na condução da sua própria vida e passa por um envolvimento responsável na vida da comunidade que nos rodeia. Então do que estamos a falar?
Drogas? Toxicodependência?...Todos temos uma opinião a dar.
Este assunto é controverso, não espero que concordem com o que escrevo, espero que pensem no que escrevo. 
Se vivemos todos no mesmo mundo sujeito ás mesmas pressões então porque é que nos achamos "fortalezas" inexpugnáveis?
Porque é que nos achamos "Deuses" sempre prontos a julgar? 
Estes problemas também nos podem acontecer a nós, aos nossos filhos! Estes que nós achamos que são porventura os mais fracos, porque não queremos admitir que eles são o espelho da nossas indiferença, são a ferida exposta que sangra o vermelho do desespero, são a nossa consciência que não está adormecida porque eles existem, não aparecem nos nossos sonhos.
São "seres" que ajudamos a construir, para depois serem "cuspidos" com discursos hipócritas e análises profundas, criando uma separação, por vezes radical, entre duas categorizações o "nós" e o "eles" e assim todos estes problemas se tornam aceitáveis porque ficam diluidos em conteudos "intelectuais".
É evidente que os toxicodependentes também são responsáveis pelo caminho que percorrem entre a vida liberta de droga e a vida dependente de droga. São responsáveis por dar os passos fundamentais para a sua recuperação, mas quando estão dependentes estão doentes não controlam essa situação e a sua vida. Precisam de ajuda, precisam de se tratar. As pessoas dependentes têm uma ideia sobre si mesmas, uma sede de viver e de vencer depressa, o medo exagerado do futuro, o sofrimento é insuportável para alguns,...
O problema não tem respostas certas, resoluções definitivas, é a massa da cidade que está a matar o respeito que o ser humano tinha de ter um pelo outro. A contribuição da politica é idispensável para geri-lo, cabe aos politicos definir a estratégia e promover a mobilização e a responsabilidade de todos e de cada um. É do respeito pelo outro que nasce o respeito por nós próprios e o sentido de uma vida digna e responsável. Não deixemos que o respeito e o amor pelo próximo morra dentro de nós! 
PUBLICADO digitalblueradio às 15:25 | LINK DO POST
tags:
A toxicodependência é um dos problemas sociais mais graves do nosso tempo. Ninguém fica alheio a esta realidade. Se aceitarmos que a toxicodependência é um problema social, então temos que aceitar também que o problema é de todos, ou seja, é de cada um, uma responsabilidade de todos e de cada um. Esta ligação entre o social e o individual, responsabiliznado ao mesmo tempo as pessoas e as organizações, é a marca comum de todos os problemas do nosso tempo, tais como, guerras, fome, justiça social, participação e cidadania, exclusão, racismo, violência, segurança, consumismo. São problemas que resultam da forma como a sociedade está organizada e somos nós que a organizamos.
Significa que somos todos responsáveis? Significa que todos temos culpa?...Pensar assim é olhar para o pretérito. A ideia de responsabilidade aponta para o futuro, para a gestão do problema. É aí que todos temos um papel a desempenhar, todos temos de assumir que a nossa colaboração é fundamental. A colaboração de cada um começa na condução da sua própria vida e passa por um envolvimento responsável na vida da comunidade que nos rodeia. Então do que estamos a falar?
Drogas? Toxicodependência?...Todos temos uma opinião a dar.
Este assunto é controverso, não espero que concordem com o que escrevo, espero que pensem no que escrevo. 
Se vivemos todos no mesmo mundo sujeito ás mesmas pressões então porque é que nos achamos "fortalezas" inexpugnáveis?
Porque é que nos achamos "Deuses" sempre prontos a julgar? 
Estes problemas também nos podem acontecer a nós, aos nossos filhos! Estes que nós achamos que são porventura os mais fracos, porque não queremos admitir que eles são o espelho da nossas indiferença, são a ferida exposta que sangra o vermelho do desespero, são a nossa consciência que não está adormecida porque eles existem, não aparecem nos nossos sonhos.
São "seres" que ajudamos a construir, para depois serem "cuspidos" com discursos hipócritas e análises profundas, criando uma separação, por vezes radical, entre duas categorizações o "nós" e o "eles" e assim todos estes problemas se tornam aceitáveis porque ficam diluidos em conteudos "intelectuais".
É evidente que os toxicodependentes também são responsáveis pelo caminho que percorrem entre a vida liberta de droga e a vida dependente de droga. São responsáveis por dar os passos fundamentais para a sua recuperação, mas quando estão dependentes estão doentes não controlam essa situação e a sua vida. Precisam de ajuda, precisam de se tratar. As pessoas dependentes têm uma ideia sobre si mesmas, uma sede de viver e de vencer depressa, o medo exagerado do futuro, o sofrimento é insuportável para alguns,...
O problema não tem respostas certas, resoluções definitivas, é a massa da cidade que está a matar o respeito que o ser humano tinha de ter um pelo outro. A contribuição da politica é idispensável para geri-lo, cabe aos politicos definir a estratégia e promover a mobilização e a responsabilidade de todos e de cada um. É do respeito pelo outro que nasce o respeito por nós próprios e o sentido de uma vida digna e responsável. Não deixemos que o respeito e o amor pelo próximo morra dentro de nós! 
PUBLICADO digitalblueradio às 15:25 | LINK DO POST
tags:
A toxicodependência é um dos problemas sociais mais graves do nosso tempo. Ninguém fica alheio a esta realidade. Se aceitarmos que a toxicodependência é um problema social, então temos que aceitar também que o problema é de todos, ou seja, é de cada um, uma responsabilidade de todos e de cada um. Esta ligação entre o social e o individual, responsabiliznado ao mesmo tempo as pessoas e as organizações, é a marca comum de todos os problemas do nosso tempo, tais como, guerras, fome, justiça social, participação e cidadania, exclusão, racismo, violência, segurança, consumismo. São problemas que resultam da forma como a sociedade está organizada e somos nós que a organizamos.
Significa que somos todos responsáveis? Significa que todos temos culpa?...Pensar assim é olhar para o pretérito. A ideia de responsabilidade aponta para o futuro, para a gestão do problema. É aí que todos temos um papel a desempenhar, todos temos de assumir que a nossa colaboração é fundamental. A colaboração de cada um começa na condução da sua própria vida e passa por um envolvimento responsável na vida da comunidade que nos rodeia. Então do que estamos a falar?
Drogas? Toxicodependência?...Todos temos uma opinião a dar.
Este assunto é controverso, não espero que concordem com o que escrevo, espero que pensem no que escrevo. 
Se vivemos todos no mesmo mundo sujeito ás mesmas pressões então porque é que nos achamos "fortalezas" inexpugnáveis?
Porque é que nos achamos "Deuses" sempre prontos a julgar? 
Estes problemas também nos podem acontecer a nós, aos nossos filhos! Estes que nós achamos que são porventura os mais fracos, porque não queremos admitir que eles são o espelho da nossas indiferença, são a ferida exposta que sangra o vermelho do desespero, são a nossa consciência que não está adormecida porque eles existem, não aparecem nos nossos sonhos.
São "seres" que ajudamos a construir, para depois serem "cuspidos" com discursos hipócritas e análises profundas, criando uma separação, por vezes radical, entre duas categorizações o "nós" e o "eles" e assim todos estes problemas se tornam aceitáveis porque ficam diluidos em conteudos "intelectuais".
É evidente que os toxicodependentes também são responsáveis pelo caminho que percorrem entre a vida liberta de droga e a vida dependente de droga. São responsáveis por dar os passos fundamentais para a sua recuperação, mas quando estão dependentes estão doentes não controlam essa situação e a sua vida. Precisam de ajuda, precisam de se tratar. As pessoas dependentes têm uma ideia sobre si mesmas, uma sede de viver e de vencer depressa, o medo exagerado do futuro, o sofrimento é insuportável para alguns,...
O problema não tem respostas certas, resoluções definitivas, é a massa da cidade que está a matar o respeito que o ser humano tinha de ter um pelo outro. A contribuição da politica é idispensável para geri-lo, cabe aos politicos definir a estratégia e promover a mobilização e a responsabilidade de todos e de cada um. É do respeito pelo outro que nasce o respeito por nós próprios e o sentido de uma vida digna e responsável. Não deixemos que o respeito e o amor pelo próximo morra dentro de nós! 
PUBLICADO digitalblueradio às 15:25 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
31994042009
Perfeito. Me sinto da mesma forma. Parece que desc...
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
subscrever feeds
SAPO Blogs