O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
Os Queen foram uma das bandas inglesas mais populares dos anos 70 e 80, influenciado muito do rock como hoje o conhecemos, com as suas produções magníficas nos concertos e videoclipes. 
Mesmo que na altura a crítica tenha desacreditado a sua música, chegando a considerá-la "comercial", os críticos actuais consideram-nos uma das melhores bandas de rock de todos os tempos. 
A banda tornou-se bastante famosa entre o público, devido à mistura única entra as complexas e elaboradas apresentações ao vivo e o dinamismo e carisma da sua grande estrela, o vocalista Freddie Mercury.


A banda remonta a 1967, quando Brian May (cordas,teclado e vocal), Tim Staffel e Roger Taylor (bateria, percussão e vocal) se juntaram e formaram os Smile, no Imperial College, em Londres, onde estudavam. Após a saída de Tim, em 1970, May e Taylor foram apresentados por Tim a Farokh Bulsara, o qual viria a ser o vocalista... sim, Freddie Mercury, que baptizou a banda de Queen. 
Em 1971, John Deacon completou o quarteto como baixista.
Era dificil escolher uma musica de entre tantos sucessos, escolhi esta.
PUBLICADO digitalblueradio às 15:53 | LINK DO POST
tags:
Os Queen foram uma das bandas inglesas mais populares dos anos 70 e 80, influenciado muito do rock como hoje o conhecemos, com as suas produções magníficas nos concertos e videoclipes. 
Mesmo que na altura a crítica tenha desacreditado a sua música, chegando a considerá-la "comercial", os críticos actuais consideram-nos uma das melhores bandas de rock de todos os tempos. 
A banda tornou-se bastante famosa entre o público, devido à mistura única entra as complexas e elaboradas apresentações ao vivo e o dinamismo e carisma da sua grande estrela, o vocalista Freddie Mercury.


A banda remonta a 1967, quando Brian May (cordas,teclado e vocal), Tim Staffel e Roger Taylor (bateria, percussão e vocal) se juntaram e formaram os Smile, no Imperial College, em Londres, onde estudavam. Após a saída de Tim, em 1970, May e Taylor foram apresentados por Tim a Farokh Bulsara, o qual viria a ser o vocalista... sim, Freddie Mercury, que baptizou a banda de Queen. 
Em 1971, John Deacon completou o quarteto como baixista.
Era dificil escolher uma musica de entre tantos sucessos, escolhi esta.
PUBLICADO digitalblueradio às 15:53 | LINK DO POST
tags:
Os Queen foram uma das bandas inglesas mais populares dos anos 70 e 80, influenciado muito do rock como hoje o conhecemos, com as suas produções magníficas nos concertos e videoclipes. 
Mesmo que na altura a crítica tenha desacreditado a sua música, chegando a considerá-la "comercial", os críticos actuais consideram-nos uma das melhores bandas de rock de todos os tempos. 
A banda tornou-se bastante famosa entre o público, devido à mistura única entra as complexas e elaboradas apresentações ao vivo e o dinamismo e carisma da sua grande estrela, o vocalista Freddie Mercury.


A banda remonta a 1967, quando Brian May (cordas,teclado e vocal), Tim Staffel e Roger Taylor (bateria, percussão e vocal) se juntaram e formaram os Smile, no Imperial College, em Londres, onde estudavam. Após a saída de Tim, em 1970, May e Taylor foram apresentados por Tim a Farokh Bulsara, o qual viria a ser o vocalista... sim, Freddie Mercury, que baptizou a banda de Queen. 
Em 1971, John Deacon completou o quarteto como baixista.
Era dificil escolher uma musica de entre tantos sucessos, escolhi esta.
PUBLICADO digitalblueradio às 15:53 | LINK DO POST
tags:
Aquilino Gomes Ribeiro nasceu no Carregal concelho de Sernancelhe a 13 de Setembro de 1885 e é batptizado na Igreja Matriz  dos Alhais (Concelho de Vila Nova de Paiva). Morreu em Lisboa a 27 de Maio de 1963. Inicia a sua obra em 1907 com o folhetim "A Filha do Jardineiro" depois em 1913 edita os contos "Jardim das Tormentas" e o romance "A Via Sinuosa" em 1918. 
Aquilino frequentou o Colégio da Lapa onde faz o exame de instrução primária. Entra depois para o Colégio de Lamego, onde estuda Filosofia e mais tarde decide ir estudar para o Seminário de Beja, obedecendo a um desejo da sua mãe que queria fazê-lo sacerdote. Por falta de vocação, abandona os estudos durante a primeira parte do Curso Teológico e fixa-se em Lisboa. Já em 1906 em Lisboa, colabora no jornal republicano "A Vanguarda" e em parceria com José Ferreira da Silva escreve "A Filha do Jardineiro", obra de ficção de propaganda republicana e de crítica às figuras do regime. Em 1907 na sequência de uma explosão no seu quarto na Rua do Carrião em Lisboa, na qual morre um carbonário, Aquilino é preso por ser anarquista  poucos meses depois evade-se da prisão e durante a clandestinidade em Lisboa mantém contacto com os regicidas.
Pouco tempo depois parte para Paris de passagem para a Alemanha, em Paris conhece Grete Tiedemann e casa em 1913. é nesta altura que publica o livro "Jardim das Tormentas".
Em 1914 nasce o seu primeiro filho, Aníbal Aquilino Fritz. Declarada a 1ª Guerra Mundial, Aquilino regressa a Portugal, e é colocado como professor no Liceu Camões, onde ficará durante três anos. Em 1918 publica "A Via Sinuosa" e um ano depois publica "Terras do Demo". Em 1921 integra a direcção da revista "Seara Nova" e em 1927 morre a sua primeira mulher. 
Entra em 1928 na revolta de Pinhel. Encarcerado no presídio de Fontelo (Viseu), evade-se e volta a Paris é aqui que casa com Jerónima Dantas Machado, filha de Bernardino Machado. Em Lisboa é julgado à revelia pelo Tribunal Militar, e condenado.
Já em 1930 nasce-lhe o segundo filho, Aquilino Ribeiro Machado que viria a ser o séxagésimo Presidente da Câmara de Lisboa - (1977-1979). Em 1946 publica "Aldeia, Terra, Gente e Bichos", dez anos depois em 1956 é fundador e presidente da Sociedade Portuguesa de Escritores. No ano de 1958 publica "Quando os Lobos Uivam" em 1963 morre no dia 27 de Maio. 
2007 - A Assembleia da República decide homenagear a sua memória e conceder aos seus restos mortais as honras de Panteão Nacional.
Algumas Obras
"A Filha do Jardineiro", "Jardim das Tormentas" 
"Valeroso Milagre", "Caminhos Errados" 
"Quando ao Gavião Cai a Pena"
"O Homem Que Matou o Diabo"  
"Sonhos de uma Noite de Natal"
"Filhas da Babilónia", "O Arcanjo Negro"
 "Quando os Lobos Uivam" 
"Casa do Escorpião", "O Romance da Raposa" 
PUBLICADO digitalblueradio às 15:51 | LINK DO POST
Aquilino Gomes Ribeiro nasceu no Carregal concelho de Sernancelhe a 13 de Setembro de 1885 e é batptizado na Igreja Matriz  dos Alhais (Concelho de Vila Nova de Paiva). Morreu em Lisboa a 27 de Maio de 1963. Inicia a sua obra em 1907 com o folhetim "A Filha do Jardineiro" depois em 1913 edita os contos "Jardim das Tormentas" e o romance "A Via Sinuosa" em 1918. 
Aquilino frequentou o Colégio da Lapa onde faz o exame de instrução primária. Entra depois para o Colégio de Lamego, onde estuda Filosofia e mais tarde decide ir estudar para o Seminário de Beja, obedecendo a um desejo da sua mãe que queria fazê-lo sacerdote. Por falta de vocação, abandona os estudos durante a primeira parte do Curso Teológico e fixa-se em Lisboa. Já em 1906 em Lisboa, colabora no jornal republicano "A Vanguarda" e em parceria com José Ferreira da Silva escreve "A Filha do Jardineiro", obra de ficção de propaganda republicana e de crítica às figuras do regime. Em 1907 na sequência de uma explosão no seu quarto na Rua do Carrião em Lisboa, na qual morre um carbonário, Aquilino é preso por ser anarquista  poucos meses depois evade-se da prisão e durante a clandestinidade em Lisboa mantém contacto com os regicidas.
Pouco tempo depois parte para Paris de passagem para a Alemanha, em Paris conhece Grete Tiedemann e casa em 1913. é nesta altura que publica o livro "Jardim das Tormentas".
Em 1914 nasce o seu primeiro filho, Aníbal Aquilino Fritz. Declarada a 1ª Guerra Mundial, Aquilino regressa a Portugal, e é colocado como professor no Liceu Camões, onde ficará durante três anos. Em 1918 publica "A Via Sinuosa" e um ano depois publica "Terras do Demo". Em 1921 integra a direcção da revista "Seara Nova" e em 1927 morre a sua primeira mulher. 
Entra em 1928 na revolta de Pinhel. Encarcerado no presídio de Fontelo (Viseu), evade-se e volta a Paris é aqui que casa com Jerónima Dantas Machado, filha de Bernardino Machado. Em Lisboa é julgado à revelia pelo Tribunal Militar, e condenado.
Já em 1930 nasce-lhe o segundo filho, Aquilino Ribeiro Machado que viria a ser o séxagésimo Presidente da Câmara de Lisboa - (1977-1979). Em 1946 publica "Aldeia, Terra, Gente e Bichos", dez anos depois em 1956 é fundador e presidente da Sociedade Portuguesa de Escritores. No ano de 1958 publica "Quando os Lobos Uivam" em 1963 morre no dia 27 de Maio. 
2007 - A Assembleia da República decide homenagear a sua memória e conceder aos seus restos mortais as honras de Panteão Nacional.
Algumas Obras
"A Filha do Jardineiro", "Jardim das Tormentas" 
"Valeroso Milagre", "Caminhos Errados" 
"Quando ao Gavião Cai a Pena"
"O Homem Que Matou o Diabo"  
"Sonhos de uma Noite de Natal"
"Filhas da Babilónia", "O Arcanjo Negro"
 "Quando os Lobos Uivam" 
"Casa do Escorpião", "O Romance da Raposa" 
PUBLICADO digitalblueradio às 15:51 | LINK DO POST
Aquilino Gomes Ribeiro nasceu no Carregal concelho de Sernancelhe a 13 de Setembro de 1885 e é batptizado na Igreja Matriz  dos Alhais (Concelho de Vila Nova de Paiva). Morreu em Lisboa a 27 de Maio de 1963. Inicia a sua obra em 1907 com o folhetim "A Filha do Jardineiro" depois em 1913 edita os contos "Jardim das Tormentas" e o romance "A Via Sinuosa" em 1918. 
Aquilino frequentou o Colégio da Lapa onde faz o exame de instrução primária. Entra depois para o Colégio de Lamego, onde estuda Filosofia e mais tarde decide ir estudar para o Seminário de Beja, obedecendo a um desejo da sua mãe que queria fazê-lo sacerdote. Por falta de vocação, abandona os estudos durante a primeira parte do Curso Teológico e fixa-se em Lisboa. Já em 1906 em Lisboa, colabora no jornal republicano "A Vanguarda" e em parceria com José Ferreira da Silva escreve "A Filha do Jardineiro", obra de ficção de propaganda republicana e de crítica às figuras do regime. Em 1907 na sequência de uma explosão no seu quarto na Rua do Carrião em Lisboa, na qual morre um carbonário, Aquilino é preso por ser anarquista  poucos meses depois evade-se da prisão e durante a clandestinidade em Lisboa mantém contacto com os regicidas.
Pouco tempo depois parte para Paris de passagem para a Alemanha, em Paris conhece Grete Tiedemann e casa em 1913. é nesta altura que publica o livro "Jardim das Tormentas".
Em 1914 nasce o seu primeiro filho, Aníbal Aquilino Fritz. Declarada a 1ª Guerra Mundial, Aquilino regressa a Portugal, e é colocado como professor no Liceu Camões, onde ficará durante três anos. Em 1918 publica "A Via Sinuosa" e um ano depois publica "Terras do Demo". Em 1921 integra a direcção da revista "Seara Nova" e em 1927 morre a sua primeira mulher. 
Entra em 1928 na revolta de Pinhel. Encarcerado no presídio de Fontelo (Viseu), evade-se e volta a Paris é aqui que casa com Jerónima Dantas Machado, filha de Bernardino Machado. Em Lisboa é julgado à revelia pelo Tribunal Militar, e condenado.
Já em 1930 nasce-lhe o segundo filho, Aquilino Ribeiro Machado que viria a ser o séxagésimo Presidente da Câmara de Lisboa - (1977-1979). Em 1946 publica "Aldeia, Terra, Gente e Bichos", dez anos depois em 1956 é fundador e presidente da Sociedade Portuguesa de Escritores. No ano de 1958 publica "Quando os Lobos Uivam" em 1963 morre no dia 27 de Maio. 
2007 - A Assembleia da República decide homenagear a sua memória e conceder aos seus restos mortais as honras de Panteão Nacional.
Algumas Obras
"A Filha do Jardineiro", "Jardim das Tormentas" 
"Valeroso Milagre", "Caminhos Errados" 
"Quando ao Gavião Cai a Pena"
"O Homem Que Matou o Diabo"  
"Sonhos de uma Noite de Natal"
"Filhas da Babilónia", "O Arcanjo Negro"
 "Quando os Lobos Uivam" 
"Casa do Escorpião", "O Romance da Raposa" 
PUBLICADO digitalblueradio às 15:51 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
31994042009
Perfeito. Me sinto da mesma forma. Parece que desc...
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
subscrever feeds
SAPO Blogs