O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
Princesa de Trás os Montes
O terreiro mais conhecido e típico da cidade de Vila Real, chama-se Campo do Tabolado. Além do Passeio Publico, era também onde se realizava a feira grande de Santo António e os festejos nos dias de procissões. Ali, corriam os cavalos e touros, o Jardim da Avenida Carvalho Araujo, o seu espaço de lazer, por excelência, enquadrado por alguns dos principais edificios de Vila Real: A Camara Municipal, a Sé e o Palácio da Justiça, além de outros edificios cada um com a sua história.
A cidade de Vila Real foi vitima de um acontecimento que lhe deixou marcas profundas. Os monárquicos, descontentes com o regime republicano depois do 5 de Outubro de 1910, criaram um movimento militar que alastrou a todo o Norte do País, com o objectivo da restauração do trono. Por isso, na noite de 24 de Janeiro de 1919, Vila Real, conhecida como centro republicano, foi bombardeada. Muitos locais de destaque da cidade ficaram destruidos, muitos militares espalharam-se pelas ruas, dando origem a desacatos, assaltos e destruições.
Muitos são os monumentos a visitar, as histórias a saber, as lendas e tradições, gastronomia.
Uma visita inteligente vai concerteza deixá-lo mais esclarecido.

PUBLICADO digitalblueradio às 16:12 | LINK DO POST
tags:
Princesa de Trás os Montes
O terreiro mais conhecido e típico da cidade de Vila Real, chama-se Campo do Tabolado. Além do Passeio Publico, era também onde se realizava a feira grande de Santo António e os festejos nos dias de procissões. Ali, corriam os cavalos e touros, o Jardim da Avenida Carvalho Araujo, o seu espaço de lazer, por excelência, enquadrado por alguns dos principais edificios de Vila Real: A Camara Municipal, a Sé e o Palácio da Justiça, além de outros edificios cada um com a sua história.
A cidade de Vila Real foi vitima de um acontecimento que lhe deixou marcas profundas. Os monárquicos, descontentes com o regime republicano depois do 5 de Outubro de 1910, criaram um movimento militar que alastrou a todo o Norte do País, com o objectivo da restauração do trono. Por isso, na noite de 24 de Janeiro de 1919, Vila Real, conhecida como centro republicano, foi bombardeada. Muitos locais de destaque da cidade ficaram destruidos, muitos militares espalharam-se pelas ruas, dando origem a desacatos, assaltos e destruições.
Muitos são os monumentos a visitar, as histórias a saber, as lendas e tradições, gastronomia.
Uma visita inteligente vai concerteza deixá-lo mais esclarecido.

PUBLICADO digitalblueradio às 16:12 | LINK DO POST
tags:
Princesa de Trás os Montes
O terreiro mais conhecido e típico da cidade de Vila Real, chama-se Campo do Tabolado. Além do Passeio Publico, era também onde se realizava a feira grande de Santo António e os festejos nos dias de procissões. Ali, corriam os cavalos e touros, o Jardim da Avenida Carvalho Araujo, o seu espaço de lazer, por excelência, enquadrado por alguns dos principais edificios de Vila Real: A Camara Municipal, a Sé e o Palácio da Justiça, além de outros edificios cada um com a sua história.
A cidade de Vila Real foi vitima de um acontecimento que lhe deixou marcas profundas. Os monárquicos, descontentes com o regime republicano depois do 5 de Outubro de 1910, criaram um movimento militar que alastrou a todo o Norte do País, com o objectivo da restauração do trono. Por isso, na noite de 24 de Janeiro de 1919, Vila Real, conhecida como centro republicano, foi bombardeada. Muitos locais de destaque da cidade ficaram destruidos, muitos militares espalharam-se pelas ruas, dando origem a desacatos, assaltos e destruições.
Muitos são os monumentos a visitar, as histórias a saber, as lendas e tradições, gastronomia.
Uma visita inteligente vai concerteza deixá-lo mais esclarecido.

PUBLICADO digitalblueradio às 16:12 | LINK DO POST
tags:
"Cândida Branca Flor", de seu verdadeiro nome Cândida Maria Coelho Soares, nasceu em Beringel a 12 de Novembro de 1949 e faleceu a 11 de Julho de 2001. Cândida entrou na carreira artística integrando a "Banda do Casaco", grupo inovador na música popular portuguesa dos anos 70. Foi, aliás, ao tema "Romance de Branca Flor" do álbum "Coisas do arco da velha" que foi buscar o nome artístico que a tornaria célebre na sua carreira a solo. Cândida apresentou ao lado de Júlio Isidro, o programa televisivo "Fungagá da Bicharada", enveredando, depois, pela carreira de cantora com a edição da banda sonora desse programa.
Em 1979, participou, pela primeira vez, no Festival RTP da Canção, com "A Nossa serenata", voltando ao certame em 1982, com "Trocas baldrocas" e, em 1983, ao lado de Carlos Paião, com "Vinho do Porto (Vinho de Portugal)".

Entre 1978 e 1993, editou oito álbuns. A 11 de Julho de 2001, após um período mais apagado da sua carreira, suicidou-se, o que surpreendeu os seus admiradores devido à imagem de alegria contagiante que projectava em público. Olhemos para algumas das suas interpretações.


PUBLICADO digitalblueradio às 12:56 | LINK DO POST
"Cândida Branca Flor", de seu verdadeiro nome Cândida Maria Coelho Soares, nasceu em Beringel a 12 de Novembro de 1949 e faleceu a 11 de Julho de 2001. Cândida entrou na carreira artística integrando a "Banda do Casaco", grupo inovador na música popular portuguesa dos anos 70. Foi, aliás, ao tema "Romance de Branca Flor" do álbum "Coisas do arco da velha" que foi buscar o nome artístico que a tornaria célebre na sua carreira a solo. Cândida apresentou ao lado de Júlio Isidro, o programa televisivo "Fungagá da Bicharada", enveredando, depois, pela carreira de cantora com a edição da banda sonora desse programa.
Em 1979, participou, pela primeira vez, no Festival RTP da Canção, com "A Nossa serenata", voltando ao certame em 1982, com "Trocas baldrocas" e, em 1983, ao lado de Carlos Paião, com "Vinho do Porto (Vinho de Portugal)".

Entre 1978 e 1993, editou oito álbuns. A 11 de Julho de 2001, após um período mais apagado da sua carreira, suicidou-se, o que surpreendeu os seus admiradores devido à imagem de alegria contagiante que projectava em público. Olhemos para algumas das suas interpretações.


PUBLICADO digitalblueradio às 12:56 | LINK DO POST
"Cândida Branca Flor", de seu verdadeiro nome Cândida Maria Coelho Soares, nasceu em Beringel a 12 de Novembro de 1949 e faleceu a 11 de Julho de 2001. Cândida entrou na carreira artística integrando a "Banda do Casaco", grupo inovador na música popular portuguesa dos anos 70. Foi, aliás, ao tema "Romance de Branca Flor" do álbum "Coisas do arco da velha" que foi buscar o nome artístico que a tornaria célebre na sua carreira a solo. Cândida apresentou ao lado de Júlio Isidro, o programa televisivo "Fungagá da Bicharada", enveredando, depois, pela carreira de cantora com a edição da banda sonora desse programa.
Em 1979, participou, pela primeira vez, no Festival RTP da Canção, com "A Nossa serenata", voltando ao certame em 1982, com "Trocas baldrocas" e, em 1983, ao lado de Carlos Paião, com "Vinho do Porto (Vinho de Portugal)".

Entre 1978 e 1993, editou oito álbuns. A 11 de Julho de 2001, após um período mais apagado da sua carreira, suicidou-se, o que surpreendeu os seus admiradores devido à imagem de alegria contagiante que projectava em público. Olhemos para algumas das suas interpretações.


PUBLICADO digitalblueradio às 12:56 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
31994042009
Perfeito. Me sinto da mesma forma. Parece que desc...
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
subscrever feeds
SAPO Blogs