O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
José Manuel Ramos-Horta nasceu em Díli a 26 de Dezembro de 1949, político e jurista timorense chegou a presidente do seu país, tendo assumido o cargo em 2007, foi previamente o Ministro de Negócios Estrangeiros de Timor-Leste desde a independência em 2002. Antes disto foi o porta-voz da resistência timorense no exílio durante a ocupação indonésia entre 1975 e 1999.
Nascido de mãe timorense e pai português (exilado em Timor), foi educado numa missão católica em Soibada. Devido à actividade política pró-independência, esteve exilado por um ano (1970-1971) durante a época colonial em Moçambique.

Deixou Timor-Leste apenas três dias antes da invasão indonésia, em viagem até Nova Iorque para apresentar às Nações Unidas o caso timorense. Aí expõe a violência perpretada pela Indonésia na ocupação do território, tornando-se o representante permanente da Fretilin na ONU nos anos seguintes.
Em 1996, José Ramos-Horta partilha o Nobel da Paz com o compatriota bispo Carlos Filipe Ximenes Belo. 

Em 2003 apoiou a invasão do Iraque pelas tropas anglo-norte-americanas, criticando o regime ditatorial de Saddam Hussein e a Al Qaeda. Em 2007, Ramos-Horta foi eleito Presidente da República de Timor-Leste sucedendo a Xanana Gusmão no cargo. 
Em 2008 foi alvejado no estômago, durante um ataque armado à sua casa. O ataque foi perpetrado pelo grupo dissidente das forças armadas liderado pelo major Alfredo Reinado, que foi morto no ataque.
TIMOR - TROVANTE
PUBLICADO digitalblueradio às 16:43 | LINK DO POST
José Manuel Ramos-Horta nasceu em Díli a 26 de Dezembro de 1949, político e jurista timorense chegou a presidente do seu país, tendo assumido o cargo em 2007, foi previamente o Ministro de Negócios Estrangeiros de Timor-Leste desde a independência em 2002. Antes disto foi o porta-voz da resistência timorense no exílio durante a ocupação indonésia entre 1975 e 1999.
Nascido de mãe timorense e pai português (exilado em Timor), foi educado numa missão católica em Soibada. Devido à actividade política pró-independência, esteve exilado por um ano (1970-1971) durante a época colonial em Moçambique.

Deixou Timor-Leste apenas três dias antes da invasão indonésia, em viagem até Nova Iorque para apresentar às Nações Unidas o caso timorense. Aí expõe a violência perpretada pela Indonésia na ocupação do território, tornando-se o representante permanente da Fretilin na ONU nos anos seguintes.
Em 1996, José Ramos-Horta partilha o Nobel da Paz com o compatriota bispo Carlos Filipe Ximenes Belo. 

Em 2003 apoiou a invasão do Iraque pelas tropas anglo-norte-americanas, criticando o regime ditatorial de Saddam Hussein e a Al Qaeda. Em 2007, Ramos-Horta foi eleito Presidente da República de Timor-Leste sucedendo a Xanana Gusmão no cargo. 
Em 2008 foi alvejado no estômago, durante um ataque armado à sua casa. O ataque foi perpetrado pelo grupo dissidente das forças armadas liderado pelo major Alfredo Reinado, que foi morto no ataque.
TIMOR - TROVANTE
PUBLICADO digitalblueradio às 16:43 | LINK DO POST
José Manuel Ramos-Horta nasceu em Díli a 26 de Dezembro de 1949, político e jurista timorense chegou a presidente do seu país, tendo assumido o cargo em 2007, foi previamente o Ministro de Negócios Estrangeiros de Timor-Leste desde a independência em 2002. Antes disto foi o porta-voz da resistência timorense no exílio durante a ocupação indonésia entre 1975 e 1999.
Nascido de mãe timorense e pai português (exilado em Timor), foi educado numa missão católica em Soibada. Devido à actividade política pró-independência, esteve exilado por um ano (1970-1971) durante a época colonial em Moçambique.

Deixou Timor-Leste apenas três dias antes da invasão indonésia, em viagem até Nova Iorque para apresentar às Nações Unidas o caso timorense. Aí expõe a violência perpretada pela Indonésia na ocupação do território, tornando-se o representante permanente da Fretilin na ONU nos anos seguintes.
Em 1996, José Ramos-Horta partilha o Nobel da Paz com o compatriota bispo Carlos Filipe Ximenes Belo. 

Em 2003 apoiou a invasão do Iraque pelas tropas anglo-norte-americanas, criticando o regime ditatorial de Saddam Hussein e a Al Qaeda. Em 2007, Ramos-Horta foi eleito Presidente da República de Timor-Leste sucedendo a Xanana Gusmão no cargo. 
Em 2008 foi alvejado no estômago, durante um ataque armado à sua casa. O ataque foi perpetrado pelo grupo dissidente das forças armadas liderado pelo major Alfredo Reinado, que foi morto no ataque.
TIMOR - TROVANTE
PUBLICADO digitalblueradio às 16:43 | LINK DO POST
tags:
A General - 1927 - Filme Completo Legendado
The General (A General ou A glória de Pamplinas) é um filme mudo de 1927, do gênero comédia, realizado por Clyde Bruckman e Buster Keaton.

Sinopse

Johnnie é apaixonado pela sua locomotiva, a General, e também por Annabelle Lee. Quando a Guerra Civil tem início, ele não é aceite como combatente porque seria mais útil como engenheiro ferroviário. Porém, Annabelle passa a considerá-lo um covarde por não lutar. É quando a General e Annabelle são raptadas por espiões da União, e Johnnie deve correr atrás de ambas, numa aventura movimentada, excitante e divertida.

Elenco

Buster Keaton — Johnnie Gray
Marion Mack — Annabelle Lee
Glen Cavender — Captain Anderson
Jim Farley — General Thatcher
Frederick Vroom — A Confederate General
PUBLICADO digitalblueradio às 14:39 | LINK DO POST
tags:
A General - 1927 - Filme Completo Legendado
The General (A General ou A glória de Pamplinas) é um filme mudo de 1927, do gênero comédia, realizado por Clyde Bruckman e Buster Keaton.

Sinopse

Johnnie é apaixonado pela sua locomotiva, a General, e também por Annabelle Lee. Quando a Guerra Civil tem início, ele não é aceite como combatente porque seria mais útil como engenheiro ferroviário. Porém, Annabelle passa a considerá-lo um covarde por não lutar. É quando a General e Annabelle são raptadas por espiões da União, e Johnnie deve correr atrás de ambas, numa aventura movimentada, excitante e divertida.

Elenco

Buster Keaton — Johnnie Gray
Marion Mack — Annabelle Lee
Glen Cavender — Captain Anderson
Jim Farley — General Thatcher
Frederick Vroom — A Confederate General
PUBLICADO digitalblueradio às 14:39 | LINK DO POST
tags:
A General - 1927 - Filme Completo Legendado
The General (A General ou A glória de Pamplinas) é um filme mudo de 1927, do gênero comédia, realizado por Clyde Bruckman e Buster Keaton.

Sinopse

Johnnie é apaixonado pela sua locomotiva, a General, e também por Annabelle Lee. Quando a Guerra Civil tem início, ele não é aceite como combatente porque seria mais útil como engenheiro ferroviário. Porém, Annabelle passa a considerá-lo um covarde por não lutar. É quando a General e Annabelle são raptadas por espiões da União, e Johnnie deve correr atrás de ambas, numa aventura movimentada, excitante e divertida.

Elenco

Buster Keaton — Johnnie Gray
Marion Mack — Annabelle Lee
Glen Cavender — Captain Anderson
Jim Farley — General Thatcher
Frederick Vroom — A Confederate General
PUBLICADO digitalblueradio às 14:39 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
30
COMENTÁRIOS
Perfeito. Me sinto da mesma forma. Parece que desc...
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
Que feio!Foi no meu blog, pegou meu texto, modific...
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
subscrever feeds
SAPO Blogs