O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
 José Mário dos Santos Mourinho Félix, nasceu em Setúbal a 26 de Janeiro de 1963, treinador de futebol.

No Reino Unido popularizou-se a alcunha de "The Special One".

Em 2011, foi eleito pela FIFA o melhor treinador do mundo.

Na década 90, Mourinho esteve no Estrela da Amadora (como preparador físico e depois, como adjunto) e no Vitória de Setúbal, é depois contratado para trabalhar com o técnico inglês Bobby Robson, no Sporting Clube de Portugal. Mourinho ganha a alcunha de Tradutor, passando rapidamente de tradutor a influente técnico adjunto de Bobby Robson. Mantém-se como braço direito do treinador inglês até quando muda para o FC Porto e, mais tarde, para o Barcelona.

Torna-se um conhecedor do futebol espanhol e, quando Robson sai para o PSV, Mourinho permanece na Catalunha com o neerlandês Louis Van Gaal. A confiança e o profissionalismo de Mourinho alargam-lhe o leque de funções. Passa a ter um papel bastante activo como treinador adjunto de Van Gaal nos treinos e na preparação dos jogos.

Em 2000, surge a oportunidade de treinar uma equipa portuguesa. É escolhido pelo Sport Lisboa e Benfica para substituir Jupp Heynckes após a 4ª jornada da liga portuguesa. O primeiro jogo foi a 23 de Setembro de 2000, no Estádio do Bessa, frente ao Boavista, tendo o Benfica perdido por 1-0.

Quando começa a conquistar os adeptos benfiquistas (especialmente depois da vitória contra o rival Sporting Clube de Portugal por 3-0) há eleições no Sport Lisboa e Benfica. Muda a presidência de João Vale e Azevedo para o Manuel Vilarinho. Mourinho sai do Benfica após 9 jogos, uma vez que o novo presidente tinha um treinador e Mourinho sabia que estava a "prazo" no Benfica. Ainda durante essa época, é contratado para o União de Leiria, no qual viria a assumir funções na época 2001/2002 e onde se manterá até Janeiro de 2002.
 José Mourinho ganhou a primeira Liga dos Campeões ao serviço do FC Porto em 2004. Em Janeiro de 2002, é escolhido para substituir Octávio Machado no comando técnico do FC Porto. Concluiu a época em terceiro lugar, conseguindo um total de 11 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, tendo saído com ele, da União de Leiria, o jogador Derlei. Mourinho promete com invulgar certeza o título na época seguinte pelo FC Porto.

Mourinho rapidamente identifica os jogadores-chave: Vítor Baía, Ricardo Carvalho, Jorge Costa, Costinha, Deco, Dmitri Alenichev e Postiga. A esta espinha dorsal juntam-se, entre outros, Maniche e Edgaras Jankauskas (Benfica), Paulo Ferreira (Vitória de Setúbal), Nuno Valente e Derlei (ambos da União de Leiria). Com o rigor táctico e a determinação sui generis de Mourinho o Porto cresce em Portugal assim como na Europa. Em dois anos venceram duas competições europeias e as duas Superligas.

Em 2003, Mourinho ganha o primeiro campeonato português com 27 vitórias, 5 empates e 2 derrotas, vence a Taça de Portugal (contra o seu anterior clube, União Leiria) e conquista a Taça UEFA (contra o Celtic Football Club).

No ano seguinte, o FC Porto conseguiu ganhar mais uma vez a Superliga, agora com 8 pontos de vantagem. Perde na final da Taça de Portugal contra o rival SL Benfica, depois de ter triunfado na mais alta prova da UEFA, a Liga dos Campeões da Europa, derrotando o AS Monaco (3-0). Em toda a prova o FC Porto de Mourinho só perdeu com o Real Madrid na primeira fase de Grupos e eliminou depois o Manchester United, Olympique Lyonnais e o Deportivo La Coruña.

Com tal percurso não foi surpresa a cobiça de diversos clubes, entre eles o Chelsea de Roman Abramovich. Em Portugal, alguns duvidaram que o sucesso de Mourinho se mantivesse além-fronteiras. Em Junho de 2004, torna-se um dos treinadores mais bem pagos do Mundo. Tal como fez no FC Porto, Mourinho não vai só. Leva consigo os seus adjuntos Baltemar Brito  e André Villas, consigo vai ainda o preparador Físico Rui Faria e o treinador de guarda-redes Silvino. A fortuna do russo Roman Abramovich ajuda Mourinho na contratação de Tiago Mendes (Benfica), Didier Drogba (Marselha), Arjen Robben e Mateja Kežman (PSV), Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira (FC Porto).

Em Dezembro de 2004, já era líder do campeonato inglês. Em 27 de Fevereiro de 2005, vence o Liverpool por 3-2 a Taça da Liga e conquista o seu primeiro troféu, como treinador, fora de Portugal. Dois meses mais tarde, a 30 de Abril de 2005, Mourinho sagra-se campeão inglês após ter vencido o Bolton por 2-0. O Chelsea FC não ganhava o Campeonato havia 50 anos.

Na época seguinte, 2005-2006, Mourinho e o Chelsea FC voltam a conquistar a 1ª liga. A 20 de Setembro de 2007, José Mourinho e o Chelsea chegaram a mútuo acordo para rescisão de contrato. O russo Roman Abramovich trocou Mourinho pelo director de futebol Avram Grant.
Mourinho é entretanto contratado pelo Inter de Milão, a sua contratação foi oficializada a 2 de Junho de 2008. Como habitualmente, José Mourinho trouxe a sua equipa técnica, os portugueses Rui Faria, Silvino e André Vilas Boas. Além destes, Giuseppe Baresi foi o eleito para desempenhar as funções de treinador-adjunto de José Mourinho no Inter. José Mourinho classificou-se mais uma vez para uma final da Champions League, ao derrotar o Barcelona na semi-final (vitória por 3-1 em Milão e derrota por 1-0 em Barcelona) e conseguiu o seu 2º título Italiano em 2 anos pela Internazionale. Em 2010, tornou-se campeão da Champions League, dirigindo o FC Internazionale de Milão, ganhando a final contra a equipa alemã do Bayern Munique comandada pelo seu antigo mentor Van Gaal por 2x0.

José Mourinho tornou-se o primeiro treinador do mundo a fazer o pleno por duas vezes, ganhar o campeonato nacional, a taça e uma competição Europeia, na época 2002-03 com o FC Porto (ganhando a Taça UEFA) e na época 2009-10 com o FC Internazionale de Milão (ganhando a Liga dos Campeões).
Em 2010 o presidente do clube merengue Real Madrid anunciou José Mourinho como novo técnico. Em 2011, Mourinho conquista seu 1º título no comando do Real Madrid. O Real venceu o rival Barcelona pela Taça do Rei, com um golo de Cristiano Ronaldo.
                                                  Títulos
Porto
Campeonato Português: 2002-03, 2003-04
Taça de Portugal: 2002-03
Supertaça portuguesa: 2003-04
Taça UEFA: 2002-03
Liga dos Campeões: 2003-04

Chelsea
Premier League: 2004-05, 2005-06
FA Cup : 2006-07
FA Community Shield : 2005
Carling Cup : 2004-05, 2006-07

Internazionale
Série A: 2008-09, 2009-10
Coppa Italia : 2009-10
Supercoppa Italiana : 2008
UEFA Champions League : 2009-10

Real Madrid
Copa del Rey : 2010-11


Alguns prêmios individuais
UEFA Treinador do Ano : 2003
UEFA Equipa do Ano, Treinador do Ano : 2003, 2004, 2005

IFFHS Melhor treinador do Mundo : 2004, 2005, 2010
Melhor Treinador do Ano (World Soccer) : 2004, 2005, 2010

Oscar del calcio, Treinador do Ano : 2009
Bola de Ouro da FIFA - Treinador do ano : 2010

PUBLICADO digitalblueradio às 13:05 | LINK DO POST
tags:
 José Mário dos Santos Mourinho Félix, nasceu em Setúbal a 26 de Janeiro de 1963, treinador de futebol.

No Reino Unido popularizou-se a alcunha de "The Special One".

Em 2011, foi eleito pela FIFA o melhor treinador do mundo.

Na década 90, Mourinho esteve no Estrela da Amadora (como preparador físico e depois, como adjunto) e no Vitória de Setúbal, é depois contratado para trabalhar com o técnico inglês Bobby Robson, no Sporting Clube de Portugal. Mourinho ganha a alcunha de Tradutor, passando rapidamente de tradutor a influente técnico adjunto de Bobby Robson. Mantém-se como braço direito do treinador inglês até quando muda para o FC Porto e, mais tarde, para o Barcelona.

Torna-se um conhecedor do futebol espanhol e, quando Robson sai para o PSV, Mourinho permanece na Catalunha com o neerlandês Louis Van Gaal. A confiança e o profissionalismo de Mourinho alargam-lhe o leque de funções. Passa a ter um papel bastante activo como treinador adjunto de Van Gaal nos treinos e na preparação dos jogos.

Em 2000, surge a oportunidade de treinar uma equipa portuguesa. É escolhido pelo Sport Lisboa e Benfica para substituir Jupp Heynckes após a 4ª jornada da liga portuguesa. O primeiro jogo foi a 23 de Setembro de 2000, no Estádio do Bessa, frente ao Boavista, tendo o Benfica perdido por 1-0.

Quando começa a conquistar os adeptos benfiquistas (especialmente depois da vitória contra o rival Sporting Clube de Portugal por 3-0) há eleições no Sport Lisboa e Benfica. Muda a presidência de João Vale e Azevedo para o Manuel Vilarinho. Mourinho sai do Benfica após 9 jogos, uma vez que o novo presidente tinha um treinador e Mourinho sabia que estava a "prazo" no Benfica. Ainda durante essa época, é contratado para o União de Leiria, no qual viria a assumir funções na época 2001/2002 e onde se manterá até Janeiro de 2002.
 José Mourinho ganhou a primeira Liga dos Campeões ao serviço do FC Porto em 2004. Em Janeiro de 2002, é escolhido para substituir Octávio Machado no comando técnico do FC Porto. Concluiu a época em terceiro lugar, conseguindo um total de 11 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, tendo saído com ele, da União de Leiria, o jogador Derlei. Mourinho promete com invulgar certeza o título na época seguinte pelo FC Porto.

Mourinho rapidamente identifica os jogadores-chave: Vítor Baía, Ricardo Carvalho, Jorge Costa, Costinha, Deco, Dmitri Alenichev e Postiga. A esta espinha dorsal juntam-se, entre outros, Maniche e Edgaras Jankauskas (Benfica), Paulo Ferreira (Vitória de Setúbal), Nuno Valente e Derlei (ambos da União de Leiria). Com o rigor táctico e a determinação sui generis de Mourinho o Porto cresce em Portugal assim como na Europa. Em dois anos venceram duas competições europeias e as duas Superligas.

Em 2003, Mourinho ganha o primeiro campeonato português com 27 vitórias, 5 empates e 2 derrotas, vence a Taça de Portugal (contra o seu anterior clube, União Leiria) e conquista a Taça UEFA (contra o Celtic Football Club).

No ano seguinte, o FC Porto conseguiu ganhar mais uma vez a Superliga, agora com 8 pontos de vantagem. Perde na final da Taça de Portugal contra o rival SL Benfica, depois de ter triunfado na mais alta prova da UEFA, a Liga dos Campeões da Europa, derrotando o AS Monaco (3-0). Em toda a prova o FC Porto de Mourinho só perdeu com o Real Madrid na primeira fase de Grupos e eliminou depois o Manchester United, Olympique Lyonnais e o Deportivo La Coruña.

Com tal percurso não foi surpresa a cobiça de diversos clubes, entre eles o Chelsea de Roman Abramovich. Em Portugal, alguns duvidaram que o sucesso de Mourinho se mantivesse além-fronteiras. Em Junho de 2004, torna-se um dos treinadores mais bem pagos do Mundo. Tal como fez no FC Porto, Mourinho não vai só. Leva consigo os seus adjuntos Baltemar Brito  e André Villas, consigo vai ainda o preparador Físico Rui Faria e o treinador de guarda-redes Silvino. A fortuna do russo Roman Abramovich ajuda Mourinho na contratação de Tiago Mendes (Benfica), Didier Drogba (Marselha), Arjen Robben e Mateja Kežman (PSV), Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira (FC Porto).

Em Dezembro de 2004, já era líder do campeonato inglês. Em 27 de Fevereiro de 2005, vence o Liverpool por 3-2 a Taça da Liga e conquista o seu primeiro troféu, como treinador, fora de Portugal. Dois meses mais tarde, a 30 de Abril de 2005, Mourinho sagra-se campeão inglês após ter vencido o Bolton por 2-0. O Chelsea FC não ganhava o Campeonato havia 50 anos.

Na época seguinte, 2005-2006, Mourinho e o Chelsea FC voltam a conquistar a 1ª liga. A 20 de Setembro de 2007, José Mourinho e o Chelsea chegaram a mútuo acordo para rescisão de contrato. O russo Roman Abramovich trocou Mourinho pelo director de futebol Avram Grant.
Mourinho é entretanto contratado pelo Inter de Milão, a sua contratação foi oficializada a 2 de Junho de 2008. Como habitualmente, José Mourinho trouxe a sua equipa técnica, os portugueses Rui Faria, Silvino e André Vilas Boas. Além destes, Giuseppe Baresi foi o eleito para desempenhar as funções de treinador-adjunto de José Mourinho no Inter. José Mourinho classificou-se mais uma vez para uma final da Champions League, ao derrotar o Barcelona na semi-final (vitória por 3-1 em Milão e derrota por 1-0 em Barcelona) e conseguiu o seu 2º título Italiano em 2 anos pela Internazionale. Em 2010, tornou-se campeão da Champions League, dirigindo o FC Internazionale de Milão, ganhando a final contra a equipa alemã do Bayern Munique comandada pelo seu antigo mentor Van Gaal por 2x0.

José Mourinho tornou-se o primeiro treinador do mundo a fazer o pleno por duas vezes, ganhar o campeonato nacional, a taça e uma competição Europeia, na época 2002-03 com o FC Porto (ganhando a Taça UEFA) e na época 2009-10 com o FC Internazionale de Milão (ganhando a Liga dos Campeões).
Em 2010 o presidente do clube merengue Real Madrid anunciou José Mourinho como novo técnico. Em 2011, Mourinho conquista seu 1º título no comando do Real Madrid. O Real venceu o rival Barcelona pela Taça do Rei, com um golo de Cristiano Ronaldo.
                                                  Títulos
Porto
Campeonato Português: 2002-03, 2003-04
Taça de Portugal: 2002-03
Supertaça portuguesa: 2003-04
Taça UEFA: 2002-03
Liga dos Campeões: 2003-04

Chelsea
Premier League: 2004-05, 2005-06
FA Cup : 2006-07
FA Community Shield : 2005
Carling Cup : 2004-05, 2006-07

Internazionale
Série A: 2008-09, 2009-10
Coppa Italia : 2009-10
Supercoppa Italiana : 2008
UEFA Champions League : 2009-10

Real Madrid
Copa del Rey : 2010-11


Alguns prêmios individuais
UEFA Treinador do Ano : 2003
UEFA Equipa do Ano, Treinador do Ano : 2003, 2004, 2005

IFFHS Melhor treinador do Mundo : 2004, 2005, 2010
Melhor Treinador do Ano (World Soccer) : 2004, 2005, 2010

Oscar del calcio, Treinador do Ano : 2009
Bola de Ouro da FIFA - Treinador do ano : 2010

PUBLICADO digitalblueradio às 13:05 | LINK DO POST
tags:
 José Mário dos Santos Mourinho Félix, nasceu em Setúbal a 26 de Janeiro de 1963, treinador de futebol.

No Reino Unido popularizou-se a alcunha de "The Special One".

Em 2011, foi eleito pela FIFA o melhor treinador do mundo.

Na década 90, Mourinho esteve no Estrela da Amadora (como preparador físico e depois, como adjunto) e no Vitória de Setúbal, é depois contratado para trabalhar com o técnico inglês Bobby Robson, no Sporting Clube de Portugal. Mourinho ganha a alcunha de Tradutor, passando rapidamente de tradutor a influente técnico adjunto de Bobby Robson. Mantém-se como braço direito do treinador inglês até quando muda para o FC Porto e, mais tarde, para o Barcelona.

Torna-se um conhecedor do futebol espanhol e, quando Robson sai para o PSV, Mourinho permanece na Catalunha com o neerlandês Louis Van Gaal. A confiança e o profissionalismo de Mourinho alargam-lhe o leque de funções. Passa a ter um papel bastante activo como treinador adjunto de Van Gaal nos treinos e na preparação dos jogos.

Em 2000, surge a oportunidade de treinar uma equipa portuguesa. É escolhido pelo Sport Lisboa e Benfica para substituir Jupp Heynckes após a 4ª jornada da liga portuguesa. O primeiro jogo foi a 23 de Setembro de 2000, no Estádio do Bessa, frente ao Boavista, tendo o Benfica perdido por 1-0.

Quando começa a conquistar os adeptos benfiquistas (especialmente depois da vitória contra o rival Sporting Clube de Portugal por 3-0) há eleições no Sport Lisboa e Benfica. Muda a presidência de João Vale e Azevedo para o Manuel Vilarinho. Mourinho sai do Benfica após 9 jogos, uma vez que o novo presidente tinha um treinador e Mourinho sabia que estava a "prazo" no Benfica. Ainda durante essa época, é contratado para o União de Leiria, no qual viria a assumir funções na época 2001/2002 e onde se manterá até Janeiro de 2002.
 José Mourinho ganhou a primeira Liga dos Campeões ao serviço do FC Porto em 2004. Em Janeiro de 2002, é escolhido para substituir Octávio Machado no comando técnico do FC Porto. Concluiu a época em terceiro lugar, conseguindo um total de 11 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, tendo saído com ele, da União de Leiria, o jogador Derlei. Mourinho promete com invulgar certeza o título na época seguinte pelo FC Porto.

Mourinho rapidamente identifica os jogadores-chave: Vítor Baía, Ricardo Carvalho, Jorge Costa, Costinha, Deco, Dmitri Alenichev e Postiga. A esta espinha dorsal juntam-se, entre outros, Maniche e Edgaras Jankauskas (Benfica), Paulo Ferreira (Vitória de Setúbal), Nuno Valente e Derlei (ambos da União de Leiria). Com o rigor táctico e a determinação sui generis de Mourinho o Porto cresce em Portugal assim como na Europa. Em dois anos venceram duas competições europeias e as duas Superligas.

Em 2003, Mourinho ganha o primeiro campeonato português com 27 vitórias, 5 empates e 2 derrotas, vence a Taça de Portugal (contra o seu anterior clube, União Leiria) e conquista a Taça UEFA (contra o Celtic Football Club).

No ano seguinte, o FC Porto conseguiu ganhar mais uma vez a Superliga, agora com 8 pontos de vantagem. Perde na final da Taça de Portugal contra o rival SL Benfica, depois de ter triunfado na mais alta prova da UEFA, a Liga dos Campeões da Europa, derrotando o AS Monaco (3-0). Em toda a prova o FC Porto de Mourinho só perdeu com o Real Madrid na primeira fase de Grupos e eliminou depois o Manchester United, Olympique Lyonnais e o Deportivo La Coruña.

Com tal percurso não foi surpresa a cobiça de diversos clubes, entre eles o Chelsea de Roman Abramovich. Em Portugal, alguns duvidaram que o sucesso de Mourinho se mantivesse além-fronteiras. Em Junho de 2004, torna-se um dos treinadores mais bem pagos do Mundo. Tal como fez no FC Porto, Mourinho não vai só. Leva consigo os seus adjuntos Baltemar Brito  e André Villas, consigo vai ainda o preparador Físico Rui Faria e o treinador de guarda-redes Silvino. A fortuna do russo Roman Abramovich ajuda Mourinho na contratação de Tiago Mendes (Benfica), Didier Drogba (Marselha), Arjen Robben e Mateja Kežman (PSV), Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira (FC Porto).

Em Dezembro de 2004, já era líder do campeonato inglês. Em 27 de Fevereiro de 2005, vence o Liverpool por 3-2 a Taça da Liga e conquista o seu primeiro troféu, como treinador, fora de Portugal. Dois meses mais tarde, a 30 de Abril de 2005, Mourinho sagra-se campeão inglês após ter vencido o Bolton por 2-0. O Chelsea FC não ganhava o Campeonato havia 50 anos.

Na época seguinte, 2005-2006, Mourinho e o Chelsea FC voltam a conquistar a 1ª liga. A 20 de Setembro de 2007, José Mourinho e o Chelsea chegaram a mútuo acordo para rescisão de contrato. O russo Roman Abramovich trocou Mourinho pelo director de futebol Avram Grant.
Mourinho é entretanto contratado pelo Inter de Milão, a sua contratação foi oficializada a 2 de Junho de 2008. Como habitualmente, José Mourinho trouxe a sua equipa técnica, os portugueses Rui Faria, Silvino e André Vilas Boas. Além destes, Giuseppe Baresi foi o eleito para desempenhar as funções de treinador-adjunto de José Mourinho no Inter. José Mourinho classificou-se mais uma vez para uma final da Champions League, ao derrotar o Barcelona na semi-final (vitória por 3-1 em Milão e derrota por 1-0 em Barcelona) e conseguiu o seu 2º título Italiano em 2 anos pela Internazionale. Em 2010, tornou-se campeão da Champions League, dirigindo o FC Internazionale de Milão, ganhando a final contra a equipa alemã do Bayern Munique comandada pelo seu antigo mentor Van Gaal por 2x0.

José Mourinho tornou-se o primeiro treinador do mundo a fazer o pleno por duas vezes, ganhar o campeonato nacional, a taça e uma competição Europeia, na época 2002-03 com o FC Porto (ganhando a Taça UEFA) e na época 2009-10 com o FC Internazionale de Milão (ganhando a Liga dos Campeões).
Em 2010 o presidente do clube merengue Real Madrid anunciou José Mourinho como novo técnico. Em 2011, Mourinho conquista seu 1º título no comando do Real Madrid. O Real venceu o rival Barcelona pela Taça do Rei, com um golo de Cristiano Ronaldo.
                                                  Títulos
Porto
Campeonato Português: 2002-03, 2003-04
Taça de Portugal: 2002-03
Supertaça portuguesa: 2003-04
Taça UEFA: 2002-03
Liga dos Campeões: 2003-04

Chelsea
Premier League: 2004-05, 2005-06
FA Cup : 2006-07
FA Community Shield : 2005
Carling Cup : 2004-05, 2006-07

Internazionale
Série A: 2008-09, 2009-10
Coppa Italia : 2009-10
Supercoppa Italiana : 2008
UEFA Champions League : 2009-10

Real Madrid
Copa del Rey : 2010-11


Alguns prêmios individuais
UEFA Treinador do Ano : 2003
UEFA Equipa do Ano, Treinador do Ano : 2003, 2004, 2005

IFFHS Melhor treinador do Mundo : 2004, 2005, 2010
Melhor Treinador do Ano (World Soccer) : 2004, 2005, 2010

Oscar del calcio, Treinador do Ano : 2009
Bola de Ouro da FIFA - Treinador do ano : 2010

PUBLICADO digitalblueradio às 13:05 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
Perfeito. Me sinto da mesma forma. Parece que desc...
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
Que feio!Foi no meu blog, pegou meu texto, modific...
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
subscrever feeds
SAPO Blogs