O MELHOR DE TODOS OS TEMPOS
José Rodrigues dos Santos, jornalista e escritor português, nasceu na Beira, provincia de Sofala em Moçambique, no dia 1 de Abril de 1964. Veio para Lisboa após a separação dos pais, aos nove anos, mas as dificuldades económicas da mãe levaram-no a ir para junto do pai (médico), em Penafiel. Este, porém, não se adaptando à nova vida em Portugal, partiu com ele para Macau.  Tal como a esmagadora maioria dos portugueses, alguns dos seus antepassados estiveram envolvidos na Primeira Guerra Mundial, na Flandres e na Guerra Colonial em África, sendo que o seu segundo romance, intitulado "A Filha do Capitão" é assumido como um tributo que lhes é prestado.
 Em Macau J. R. dos Santos participou na elaboração de um jornal escolar, cujo conteúdo chamou a atenção dos responsáveis da rádio local onde o jovem estudante foi entrevistado por uma jornalista que acabara de chegar a Macau: Judite de Sousa, outra bem conhecida jornalista portuguesa . Foi assim que, com apenas dezassete anos, se iniciou no jornalismo ao serviço da Rádio Macau. Dois anos mais tarde, regressou a Portugal para frequentar o curso de Comunicação Social em que se licenciou, doutorando-se alguns anos mais tarde. Candidatou-se a um estágio na BBC e foi aceite, iinvestiu parte da herança do pai, entretanto falecido, em três meses de experiência profissional em Inglaterra.
Da BBC seguiu para a RTP, onde começou a apresentar o noticiário "24 Horas". Em de 1991, as forças coligadas de 28 países liderados pelos Estados Unidos da América dão início ao bombardeio aéreo de Bagdad, no Iraque, dando início à Primeira Guerra do Golfo. José Rodrigues dos Santos protagoniza então uma maratona televisiva de cerca de 10 horas, sobre o ataque ao Iraque, acabando posteriormente por se tornar o rosto mais conhecido da televisão pública. 
De 1993 a 2001 foi colaborador permanente da CNN americana.  Paralelamente foi escrevendo ensaios e romances com assinalável êxito. Em 2005, uma das principais editoras dos Estados Unidos da América interessou-se pela publicação do romance "O Codex 632"
 
José Rodrigues dos Santos é hoje um dos jornalistas mais influentes para as novas gerações no panorama informativo nacional. No entanto, além da sua mais conhecida faceta como jornalista é também ensaísta e romancista. Até ao final de 2007 publicou quatro ensaios e cinco romances. O romance de estreia, intitula-se "A Ilha das Trevas"
  Algumas das obras publicadas
Crónicas de Guerra I - Da Crimeia a Dachau, 2001 
Crónicas de Guerra II - De Saigão a Bagdade, 2002 
A Verdade da Guerra - 2002 
A Ilha das Trevas - 2002 
A Filha do Capitão - 2004 
O Codex 632 - 2005 
A Fórmula de Deus - 2006 
O Sétimo Selo - 2007 
A Vida Num Sopro - 2008 
Fúria Divina - 2009 
O Anjo Branco - 2010 
O Ultimo Segredo - 2011
PUBLICADO digitalblueradio às 14:11 | LINK DO POST
Divirta-se com Mickey e os seus amigos numa fantástica
aventura, inspirada no conto Alice no País das Maravilhas.
PUBLICADO digitalblueradio às 13:40 | LINK DO POST
Divirta-se com Mickey e os seus amigos numa fantástica
aventura, inspirada no conto Alice no País das Maravilhas.
PUBLICADO digitalblueradio às 13:40 | LINK DO POST
Divirta-se com Mickey e os seus amigos numa fantástica
aventura, inspirada no conto Alice no País das Maravilhas.
PUBLICADO digitalblueradio às 13:40 | LINK DO POST
António Mário Lopes Pereira Viegas, actor e encenador faleceu em Lisboa no dia 1 de Abril de 1996. Nasceu em Santarém, a 10 de Novembro de 1948.
Mário Viegas foi considerado um dos melhores actores da sua geração, foi aluno da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde se iniciou no teatro universitário. Frequentou o Conservatório Nacional de Teatro, em Lisboa. Estreou-se como actor profissional no Teatro Experimental de Cascais, trabalhando com Carlos Avilez. Passou pelo Teatro Universitário do Porto em 1969. Fundador de três companhias teatrais (a última das quais foi a Companhia Teatral do Chiado). Actor também de cinema, participou em mais de quinze películas, entre elas “O Rei das Berlengas” de Artur Semedo (1978), “Repórter X” de José Nascimento (1987), “A Divina Comédia” de Manoel de Oliveira (1991), “Rosa Negra” de Margarida Gil (1992), “Sostiene Pereira” de Roberto Faenza (1996), onde contracenou com Marcello Mastroianni, e os filmes de José Fonseca e Costa “Kilas, o Mau da Fita” (1981), “Sem Sombra de Pecado” (1983), “A Mulher do Próximo” (1988) e “Os Cornos de Cronos” (1991).
Mário Viegas fez igualmente televisão, popularizando-se particularmente com duas séries de programas sobre poesia - “Palavras Ditas” (1984) e “Palavras Vivas” (1991). Trabalhou ainda na rádio, principalmente como divulgador de poesia e de teatro e foi colaborador regular do jornal “Diário Económico”, para onde escreveu artigos sobre teatro e humor. Tornou-se muito popular pelos seus recitais de poesia, gravando vários discos com poemas de Fernando Pessoa, Luís de Camões, Cesário Verde, Camilo Pessanha, Jorge de Sena, Ruy Belo, Eugénio de Andrade e ainda de autores estrangeiros (Brecht, Pablo Neruda, etc.). Em 1994 recebeu a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique. Preocupado com a política, candidatou-se em 1995 à Presidência da República Portuguesa apoiado pela “União Democrática Popular”. Escreveu “Auto-Photo Biografia” em 1995.
PUBLICADO digitalblueradio às 11:52 | LINK DO POST
tags:
QUEM SOU EU
PESQUISAR NO BLOG
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
COMENTÁRIOS
31994042009
Perfeito. Me sinto da mesma forma. Parece que desc...
acho que deve ser respeitada... http://www.goiasc...
vc que é de maior tem face e whatsaap vem encontra...
a discografia tem um ep com o titulo errado, onde ...
Armando Gama fomos contemporâneos no Salvador Corr...
A juventude nos leva a caminhos ruins , e procuram...
A primeira fotografia é da Praça Marquês de Pombal...
Eu gosto de ti Beto adorei cd foi muito bom ele é ...
GANHA MENSALMENTE COMO PRESIDENTE DA COMISSÃO EURO...
MAIS COMENTADOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
subscrever feeds
SAPO Blogs